“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


31 de out de 2010

Pensando 24


Da "Série Pensamentos" no Tecendo Ideias

Tecendo 8



Da "Série Amar é" no Tecendo Ideias



Partidas e chegadas.





Recebi da Ivana, do Fotos, Poesias e Emoções a incumbência de contar o que me faz feliz, entre partidas e chegadas.

As regras desse SELO, são:

1- Copie e cole o selinho na sua postagem.
2-Conte-nos o que lhe faz feliz, entre partidas e chegadas, simples assim!
3-Conte quem lhe presentou, se possível adicionando o link para o blog.
4-Indique ao menos 5 blogs para receberem o carinho e avise-os, para que eles possam continuar a brincadeira. Podem ser mais, claro, o importante é provocar a idéia naqueles que lhe visitam!
5-Volte e avise se já está participando, nesse mesmo post.


Imagino que pra quem está sempre por aqui, o que vou contar não seja novidade, mas, o que de verdade me deixa feliz, hoje, é escolher a data que posso dar uma fugidinha até a casa do meu filho. corujar a ele, meu neto e nora.
Sempre fico poucos dias, então rapidinho faço a mala e pego a estrada. A partida é sempre em clima de muita alegria - a felicidade é na chegada, quando de longe já vejo alguém vindo ao meu encontro, com ele nos braços, se estiver acordado. Minha nora é muito especial, se for preciso, até atrasa um pouquinho o horário do banho, porque sabe o quanto adoro dar banho nele. Cansaço da viagem? nenhum! chego tão feliz, tão cheia de carinho pra dar (e receber) que tudo que sinto está no peito, não no corpo físico.


Esse tempo que permaneço com eles é uma delícia, e procuro viver cada dia com renovada alegria e intensidade, tirando centenas de fotos, agora dando papinha, fazendo dormir e brincando muito, porque com oito meses ele tá uma loucurinha...rs
A viagem tem a outra fase, a do retorno, e não tem vez que eu não retarde a entrada no carro - volto pra mais um beijo, pra outro beijo, e mais um...rs
Essa partida não tem o mesmo sabor da anterior, mas aprendi ao longo dos meses, a trazer a alegria dos dias que estive lá, comigo. Ganho a estrada e canto alto, dasafinada, mas feliz...rs.


Na volta agradeço pelos dias que tivemos, peço proteção na estrada, e, muitas vezes já programo a volta. Entre partidas e chegadas, a vida segue seu ritmo, eu curto minha família e aprendo que ser feliz só depende mesmo de como decidimos viver.
___________________________________________________
___________________________________________________

Devo indicar blogs para dar continuidade à brincadeira. Penso que aqueles que passarem por aqui e lembrarem de histórias interessantes, divertidas, engraçadas e felizes - podem nos brindar com suas chegadas e partidas. Então quebro essa parte da regra, convidando quem deseje participar, deixando em aberto para que aceitem ou não a brincadeira - boas histórias todos temos pra contar!


Meus Amigos Queridos...





Vencidos alguns impedimentos, hoje me volto com todo o carinho para falar com as pessoas que deixaram meu dia mais feliz, quando comemorei mais um ano nesta vida.

Tudo começou com a Zizi e sua delicadeza costumeira, ao presentear-me com esta surpresa linda, trazendo consigo o Alexandre, que veio conhecer-me, e ficou. Um presente!
Mais tarde, quando cheguei aqui, muitas emoções se misturaram, e, sem medo de errar, posso afirmar que a maior surpresa foi o carinho do gesto, uma postagem especialmente destinada a mim, porém, foi além da surpresa o que recebi dela: pude perceber que a Tati enxerga uma parte minha que talvez muitos não percebam, e que seu olhar terno e carinhoso ultrapassa as barreiras da superfície, e encontra valores nas pessoas. Vejam bem, estou enaltecendo a ela e a essa capacidade que tem e não se limita a mim, pois é uma característica dela: ter olhos de ver.
Eu mesma não tinha muita consciência de que meu blog mostra uma escolha que fiz, e esta sim, é bastante clara pra mim, que é a necessidade de estar aberta às mudanças, buscando ver o aprendizado que meus erros ensinaram, e, com eles, aprender de verdade. Isso inclui não deixar me abater nas adversidades e nem desistir nos momentos difíceis ou me entregar ao desespero da dor - apesar de, em muitos momentos, ainda sentir a proximidade do abismo que me separa da paz.
Mas...sobre essas questões, pretendo abrir nova postagem, reservando a esta o foco da gratidão pelo presente precioso que recebi da Zizi, dos amigos que tinha e dos que chegaram, e da Tati, com suas observações tão profundas no que chamou de "improviso", certamente porque saíram do fundo de seu coração, conforme disse. Aliás, se as pessoas fossem vistas através de seu potencial de amor, seríamos um planeta mais luminoso, envolto em luzes curadoras, livres da pretensão de sermos melhores do que os outros, pois todos somos imperfeitos, mas somos seres feitos da mesma essência amorosa.
Minha opção pelo crescimento espiritual é outro aspecto pessoal que a Tati compreendeu, embora desconheça os fatores que me incentivaram - ou fatos da vida que me acordaram para essa necessidade. Respeita, acompanha, nota. Isso é encantador nela, seu traço marcante, e apaixonante.
Mas não foi suficiente para essa minha amiga querida, falar de mim para seus amigos, convocou-os a vir me conhecer, e, por conseqüência, me trouxe novos amigos, verdadeiros presentes. Então sou infinitamente grata a ela pela extensão de seu ato generoso e amigo, agradecendo a quem manifestou-se lá no Perguntas em resposta...She, Isadora, Karine, Macá, Zizi, Liliane e Nilce, muito obrigada!!
E recebo de braços abertos e o coração em festa as queridas She, Karine e Inaie, que me "conheceram" através da Tati. Sejam muito bem-vindas à minha vida, é com alegria que as recebo e, com afeto, acolho a todos!
Não consegui responder de imediato à todas as demonstrações de carinho que recebi aqui, mas preciso dizer a cada um de vocês que fiquei feliz demais, e que contribuíram para que meu dia fosse ainda mais especial - somada aos familiares, a presença dos amigos deixa a felicidade da gente completa.
Então meus queridos Zizi, Tati, Ivana, Ana Lúcia, Ari, Isadora, She, Manuel, Alexandre, Valéria, Karine, Macá, Inaie, Liliane, Tere, Zil, Mari, Malu, Marilu e Cristina, MUITO OBRIGADA, de coração, pelo carinho. Mais do que especiais, vocês são essenciais!!

Um beijo carinhoso para cada um!

Desafio

Recebi esse desafio da minha doce amiga Valéria do Blog Doce Filosofia , para fazer um auto retrato, baseado em 21 questões prévias e, desafiar quem o ler, a proceder de modo igual.

Vamos lá, então...

1 – Se me dou bem com a minha sogra?

Nunca tive problemas com a minha, éramos amigas, nos respeitávamos e eu sempre procurei desmistificar essa bobagem que nora e sogra não se dão bem. Por princípio, porque não me daria bem com quem me deu de presente o marido, não é mesmo? Ela se foi sendo minha amiga, há 13 anos - faleceu no dia de meu 390 aniversário.

2 – Qual o seu desafio?

Manter a escolha de viver conforme venho descobrindo a mim e ao mundo. Tentando aprender, a ser melhor.

3 – O que diria a seu chefe se ganhasse na Loteria?

Não tenho um, mas se tivesse, e o prêmio fosse bom o suficiente, pediria para que encontrasse outra pessoa para por no meu lugar - e provavelmente iria viajar, coisa que amo fazer!

4 – Que farias se descobrisses que alguém te está mentindo?

Procuraria conversar, entender seus motivos, e dar-lhe nova chance.

5 – Se tua casa sofre um incêndio e apenas podes salvar uma única coisa, que salvarias?

Claro que se inclui pessoas, seria minha filha ou quem estivesse no momento. Se estamos falando de coisas, o que me veio na mente foram as fotografias.

Porquê?

Pessoas porque são essenciais, as fotos, porque muitas são antigas, sem a possibilidade de reproduzi-las.

6 – Entras num local com muita gente, que fazes?

O barulho já começa a me incomodar, procuraria um canto mais afastado, provavelmente. Se fosse uma festa, iria aproveitar até achar que estava na hora de ir.

7 – Vês um recipiente meio cheio ou meio vazio?

Tendo a vê-lo meio cheio.

Por que?

Talvez porque vazio pareça falta. O ideal seria o equilíbrio de ambos, que é a busca de muitos de nós.

8 – Encontras uma Lamparina Mágica. Que três desejos pedes?

Discernimento, paz e saúde.

9 – O que te levou a criar um blog?

De início, o amor à escrita e à leitura. Na seqüência percebi agregados o valor de fazer amigos, o convívio, a troca.

10 – Se fosses um dinossauro, como te chamarias?

Me considero criativa, mas isso nunca imaginei, menos ainda um nome...rsrs

11 – Você mudaria algo no seu passado?

Apesar de entender tudo o que vivi como aprendizado e crescimento que me fizeram ser quem sou, mudaria algumas maneiras de fazer as mesmas coisas - e provavelmente mudaria uma ou outra coisa - entendendo como uma oportunidade de escolher de novo, e diferente.

12 – Qual é o teu Sonho?

Descobri que sonhos se renovam - como os dias, a vida. Alguns adormecem, outros se transformam. Hoje, sonho com minha casa nova.

13 – O que de mais vergonhoso fizeste?

Nesta altura da vida, vejo erros como aprendizados - alguns sofridos o suficiente pra que possamos aprender e não repeti-los.

14 – Se fosses um animal, qual serias?

Uma águia, cuja lenda - ou sina - se parece com a minha.

15 – O que nunca farias por dinheiro?

Negociar o que não tem preço - valores, pessoas, afetos.

16 – O quê ou quem é capaz de tirar-te do sério?

Algumas coisas com as quais tenho dificuldade de conviver, mas que me desafiam, porque preciso aprender, como verdades absolutas e a inflexibilidade.

17 – O que fizeste em tua Vida de que tenhas tanto orgulho?

Ter construído minha família e estar vivenciando sua continuidade.

18 – Como gostarias de te enamorar?

Com liberdade para expressar o amor, sendo como sou, simplesmente. Com entrega, cumplicidade e infinito bem-querer pelo outro, com desapego das questões que acabam minando os sentimentos. Uma possibilidade que tendemos a ver como ilusão...

19 – Com que personagem, famoso ou não famoso, gostarias de parecer-te?

Pensei, pensei, e acho que gostaria de ter o carisma do Senna, sua destemida resolução de realizar os sonhos que tinha.

20 – O que prezas mais na Vida?

O valor de tudo o que tenho aprendido com tanto empenho e a custa de muita superação.

21 – O que significa PAZ para você?

É um estado de profundo bem-estar interno, pessoal e com os que me cercam.

22 – O que é AMOR para você?

Amor é tudo, é o que me impulsiona, me inspira, me faz sonhar e acreditar em soluções. O amor aproxima e mantém as pessoas vivas.

Agora, tenho que propor uma nova pergunta para que a cadeia siga e se vão juntando perguntas novas de blog em blog…

23 - Se te pedisse uma mensagem, o que deixaria pra mim?


Para lançar esse desafio aos cinco amigos que escolher, deixo claro que não existe nenhum compromisso em aceitar o convite. Caso aceitem, peço-lhes que o desenvolva em seus blogs.

Convido estes amigos:

Jeanne do Simples assim

Zizi do Bloguinho da Zizi

Manuel do Constância (vila poema)

Teresa do Fazendo meu caminho

Zezinha do Compartilhando ideias

29 de out de 2010

Que maravilha é viver!!


Eu não sabia por onde, nem como, começar. Me encontro em um momento de emoção tão bonita, aquele de "curtir", sabe? De olhar cada recadinho e, relendo, absorver ainda mais o carinho explícito, a mensagem amorosa. Ontem não foi possível passar por aqui de novo, e agora, só vou conseguir deixar esta palavra até poder voltar, depois, e responder um a um, cada um de vocês, meus queridos:

OBRIGADA!!!


28 de out de 2010

Dia de Festa!!

Olá pra você que chegou aqui...

Como vou estar envolvida em comemorações e trabalho, acho que minha querida Zizi deu-me uma oportunidade preciosa para contar pra vocês que hoje é um dia muito especial pra mim - confesso que sou como criança, festejo e comemoro com inesgotável energia e felicidade aniversários. E hoje é o meu!!


Fica meu agradecimento a ela, trazendo para cá seu gesto tão bonito, que trouxe junto um novo amigo - seja muito bem-vindo meu novo amigo Alexandre, você é um presente!!

Para todos e cada um de meus amigos um beijo especial, e meu agradecimento pelas inúmeras vezes em que deixou aqui seu carinho registrado em comentários gentis, emocionados, interessados, cheios de carinho e afeto. Isso vale tanto que vale pra sempre, inclusive para este dia tão especial pra mim!



O sonho

Sonhe com aquilo que você quer ser,

porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.

Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.

Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.

Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas.
Clarice Lispector


Zizi, minha querida, este é mesmo um dia de receber presentes, e você é uma das pérolas que está presente em meus tesouros, OBRIGADA por fazer parte de minha existência!
E muito, muito obrigada pela escolha preciosa da Clarice - muitas vezes que me vi fraquejando ou me peguei cansada, esse texto me trouxe alívio e renovada esperança, porque lembra a gente de que a vida é como a rosa, incluindo seus espinhos, mas jamais perde o perfume ou deixa de embelezar...

Tua alma sensível foi capaz de sintetizar inúmeras mensagens numa só. a imagem é belíssima, a flor uma delicadeza, e a cor, a que representa a luz. Linda de viver!!
Grata pelo gesto carinhoso e amigo, e pela homenagem maravilhosa. Estou levando comigo, cheia de emoção, alegria e gratidão!
Um beijo muito carinhoso pra você!

27 de out de 2010

Aniversário da Tati





Esta data tem em comum com a Tati, o ser especial - que uma é, e que outra foi palco de sua chegada.
Desde o primeiro contato com seus escritos, cheios de vida e conteúdo repleto de emoções e ideias fortes e inteligentes, minha atenção foi fisgada e fiquei refém dessas exclamações e questinamentos tão veementes, límpidos e puros - ao ponto de pensar que sugeriam *ingenuidade.
Com seus textos, em muitas vezes me vi olhando de frente pra mim mesma, em outras, segui seu olhar e aprendi muito através de sua maneira direta e alegre de partilhar. E assim, de afinidades à afeição, foi um estalo - e me instalei na varanda de sua casa, apreciando um menino loirinho brincar e ensinar enquanto aprendia com sua mãe e seu pai amorosos - e seus avós também! pessoas de sorte estas que têm o pequeno Bê por perto...
Esta convivência quase diária estreitou os laços, ampliou a percepção e permitiu que crescesse a admiração por esta mulher-menina convicta, de forte personalidade, cheia de opinião e sonhos grandes pra realizar, ainda que ela própria seja simples e singela como o orvalho que beija a pétala da flor...
Certo dia parece que toquei em um ponto seu que estava levemente adormecido, e, mesmo sem querer, acabou por despertar a gigante vontade da Tati que luta pelo que quer - novamente pudemos ver sua coragem e determinação por em ação um exército de recursos que contribuíam para levá-la onde queria chegar. E desta batalha ela extraiu a lição que precisava - e só ela sabe qual seja - para atingir seu objetivo maior.
É esta Tati que quero parabenizar hoje, a menina que é uma mulher de fibra, que vence os medos e constrói as pontes pelas quais precisa passar. A mulher que cuida da família e da casa com amor, a filha que não esconde seus sentimentos e a nora que sabe ser filha. A Tati-mãe preocupada e atenta, que ensina brincando e se diverte com o Bê, olhar no futuro que deseja pra seu loirinho mais lindo. A Tati do Vi, que não esconde o envolvimento e parceria que têm, que o vê e enxerga com os olhos transformadores do amor. A Tati amiga que passa por aqui - e em tantos outros lugares - deixando seu rastro de alegria, o perfume da amizade e a preciosa presença que aprendi a admirar, me afeiçoar e torcer para que consiga realizar seus sonhos, usar de seu potencial fabuloso para atingir sua meta de ser uma escritora, conjugando sonho com projeto pessoal e de vida.
Que seja abençoado teu desejo, Tati, e que venham junto novos projetos e ideias, recursos e ferramentas para te permitir o sucesso que merece. E que, sobretudo, o amor esteja à frente de teus propósitos - até daqueles que pareçam banais - e que a determinação seja teu guia e escudo para te levar até o topo de teus sonhos!!!

Parabéns, minha querida, um feliz aniversário e muitas alegrias neste teu dia!
É uma gostosura estar fazendo parte desta blogagem programada para te cumprimentar - uma homenagem bonita de pessoas especiais que te rondam, a quem agradeço pelo convite.

Te deixo meu carinhoso e estas flores como um simbólico presente que me permite te abraçar e dar um beijo de FELIZ ANIVERSÁRIO!!



*"Ler" ingenuidade como inocência, ausência de malícia, receio.

23 de out de 2010

A Roseira


Foto Denise

O tempo passou por ali e levou o viço da vida que circundava as paredes, destonalizando as memórias inscritas no barulho do vento que, muitas vezes enfurecido, fustigou a moradia e arrancou o teto deixando clareiras abertas para a entrada da chuva que esquecia de anunciar sua chegada.
As paredes triplas escureceram, sofreram a ação do tempo, empobrecendo o visual da natureza vigorosa que envolve a casa que sediou a estada por tantos anos.
O solo ao redor permanece fértil, germinando os verdejantes brotos que foram semeados na terra. Muito próxima da árida e aparente estéril paisagem das cercanias daquele jardim, encontro a unica fonte de cor e vida cheirosa, no deserto de um tempo outrora regado pela umidade que dava vida aos dias ali vividos - e ainda vívidos no pulsar do sangue que latejou na recuperação de imagens e sons que ecoaram no tempo que disparou a saudade adormecida...
Outro espasmo e um novo olhar. Ela também é sobrevivente daquele tempo.


Foto Denise

Agora eu sei que, aqui, o sol não se põe, é seu Portal e abrigo - o refúgio perfeito para colher o ouro de seus raios que incendeiam o céu púrpura no rincão do tempo!


8 de out de 2010






Deixo um beijo pra você que chegou, e não me encontrou.
Até já!

7 de out de 2010

A delícia de ser babá - babona!


Mamãe e papai precisam ser casal - sair namorar, esquecer o relógio por umas horas, falar de coisas que não tenham a ver com filhos, distraírem-se na companhia de amigos. A sorte de nós três é que existe um quarto elemento nessa história, que atende pelo nome de : esta, que cuida de mim para os dois cuidarem um pouquinho de si - e do outro.

A retrospectiva mostra uma disposição invejável que só os 20, 30 anos, nos oferece - tanto que esta é a idade ideal pra sermos mães. Certo. Eu costumava pensar: como estará minha coluna quando tiver que embalar um neto pra dormir? e se ele chorar na ausência dos pais, terei a paciência necessária para acalmá-lo? saberei distraí-lo o suficiente até que retornem? a responsabilidade cheirava à naftalina que mantinha o receio vivo em mim. Pois chegou o tempo de ser avó, e estou vivenciando um período mágico da vida, descobrindo que tenho flexibilidade para juntar o brinquedo arremessado no chão mil vezes, aconchegar no meu o corpo sonolento depois de dar banho - e ficar maravilhada com o sorriso festeiro do menino que alaga o piso enquanto derrama amor no meu peito...
Distrair um neto é sentar-se no chão e brincar com as novidades que não conhecia - quem sofre enquanto se diverte?? Acalmar seu choro é sentir o pranto ceder e a respiração acalmar, enquanto o corpo se entrega no conforto do colo da vó, que ensaia canções e sussurra carinho. Isso tudo é muito distante dos medos que tive, e a experiência de dar tchau para os pais, incentivando-os à divertirem-se, prometendo ligar se a situação escapar do controle, é esconder o sorriso feliz da alegria que é curtir esse momento só meu e dele, quando posso olhar com demorada atenção cada traço adorado de seu rosto adormecido, viajando no tempo para matar a saudade de um bebê tão parecido. O milagre da vida respira no menino que dorme em meus braços, enquanto ondas de ternura embalam meus pensamentos.
Ser avó é uma delícia que estou descobrindo há mais de sete meses, e adorando as surpresas que essa condição me trás. Supera tudo que imaginei, é um presente desta vida que adoro contar que ganhei.
Ele dorme neste instante, enquanto seu ressonar está aqui colado em meus ouvidos - a babá eletrônica é um instrumentos precioso que me acompanha desde os primeiros dias de sua vida. E por isso posso (d)escrever sobre esta minha noite de avó, depois de um dia que começou cedo e foi corrido até poucas horas atrás. Um corpo que não tem a vitalidade de uma mãe, mas que se rende ao prazer absoluto que é o de estar cuidando desse serzinho que logo estará pedindo as coisas, recheando de encantos nossas horas de vovó-que-o-ama, e que nesta noite aproveita a delícia de ser babá - babona!...rs

*Na última frase ouço a chave girando e a porta sendo aberta. Chegou o casal. Ele ressona, como que para confirmar que podemos muitas noites e dias, neto e avó ficar. Agora somos quatro novamente - mas minha noite é unica na memória de avó que vou somar...


“Não temas arriscar-te - quando um barco avança,

ele equilibra-se”

Refrão chinês

Diamantes


"Podemos tornar o mundo pedra ou diamante.
A escolha é de cada um."
Brahma Kumaris


Aproveitando essa belíssima reflexão, vou um pouco adiante, lembrando das pedras que lapidamos, tornando diamantes. Corrigindo: há diamantes dentro de nós, disfarçados de pedras - é preciso vê-los, reconhecê-los e dar-lhes vida. Nossa essência brilha, aguardando que a luz atravesse o compacto de nossas ideias pré-concebidas, alcance a pedra bruta, lapide, dê polimento.
A escolha...é de cada um.

3 de out de 2010

Boa semana!!!



Começa outra semana, estamos em outro mês, mas a vida, uma só, pede passagem...
Walt Disney me seduziu...rs
E aí, vem conosco?
Um beijo com carinho!

2 de out de 2010

A dúvida...





Assista o vídeo.
Não perca esta beleza!

Um maravilhoso domingo pra você!