“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


31 de out de 2010

Partidas e chegadas.





Recebi da Ivana, do Fotos, Poesias e Emoções a incumbência de contar o que me faz feliz, entre partidas e chegadas.

As regras desse SELO, são:

1- Copie e cole o selinho na sua postagem.
2-Conte-nos o que lhe faz feliz, entre partidas e chegadas, simples assim!
3-Conte quem lhe presentou, se possível adicionando o link para o blog.
4-Indique ao menos 5 blogs para receberem o carinho e avise-os, para que eles possam continuar a brincadeira. Podem ser mais, claro, o importante é provocar a idéia naqueles que lhe visitam!
5-Volte e avise se já está participando, nesse mesmo post.


Imagino que pra quem está sempre por aqui, o que vou contar não seja novidade, mas, o que de verdade me deixa feliz, hoje, é escolher a data que posso dar uma fugidinha até a casa do meu filho. corujar a ele, meu neto e nora.
Sempre fico poucos dias, então rapidinho faço a mala e pego a estrada. A partida é sempre em clima de muita alegria - a felicidade é na chegada, quando de longe já vejo alguém vindo ao meu encontro, com ele nos braços, se estiver acordado. Minha nora é muito especial, se for preciso, até atrasa um pouquinho o horário do banho, porque sabe o quanto adoro dar banho nele. Cansaço da viagem? nenhum! chego tão feliz, tão cheia de carinho pra dar (e receber) que tudo que sinto está no peito, não no corpo físico.


Esse tempo que permaneço com eles é uma delícia, e procuro viver cada dia com renovada alegria e intensidade, tirando centenas de fotos, agora dando papinha, fazendo dormir e brincando muito, porque com oito meses ele tá uma loucurinha...rs
A viagem tem a outra fase, a do retorno, e não tem vez que eu não retarde a entrada no carro - volto pra mais um beijo, pra outro beijo, e mais um...rs
Essa partida não tem o mesmo sabor da anterior, mas aprendi ao longo dos meses, a trazer a alegria dos dias que estive lá, comigo. Ganho a estrada e canto alto, dasafinada, mas feliz...rs.


Na volta agradeço pelos dias que tivemos, peço proteção na estrada, e, muitas vezes já programo a volta. Entre partidas e chegadas, a vida segue seu ritmo, eu curto minha família e aprendo que ser feliz só depende mesmo de como decidimos viver.
___________________________________________________
___________________________________________________

Devo indicar blogs para dar continuidade à brincadeira. Penso que aqueles que passarem por aqui e lembrarem de histórias interessantes, divertidas, engraçadas e felizes - podem nos brindar com suas chegadas e partidas. Então quebro essa parte da regra, convidando quem deseje participar, deixando em aberto para que aceitem ou não a brincadeira - boas histórias todos temos pra contar!


4 comentários:

Marilu disse...

Querida amiga, linda postagem. Beijocas

Ivana disse...

Você caprichou, sim! Obrigada pela participação, uma ótima semana!

Denise disse...

Bom dia, Marilu!
Obrigada, falar desse amor é bom, e fácil!
Bjos

Denise disse...

Oi Ivana, obrigada pela oportunidade de falar sobre esse tema, que podia ter até outra conotação, mas vi a tua e achei tão legal que segui na mesma direção.
Bjos, pra vc tb, uma semana 10!