“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


14 de mai de 2013

A preferência deles é...

Ao texto escolhido por meu querido Rodolfo, do Sete Ramos de Oliveira, recebo com reverência sua crônica que tendeu algumas contusões, um corte no lábio e uma cicatriz na alma!
Obrigada pela tua sempre pronta participação, Rodolfo, tua generosidade ultrapassa tudo que conheço de entrega a uma amizade do coração!



Clique


A agridoce alagoana de Arapiraca, Milene, do Inquietude, grande escritora e amiga querida, me brindou com esta escolha que chama de tema recorrente, onde o amor é o vilão e ela, a vítima. Huummmm... será?
Nessa época ainda não tinha tido a alegria de acompanhar sua escrita peculiar, de uma identidade fascinante! Recomendo verdadeiramente!


Clique


A Marilene, do Momentos Fragmentados, que transporta seus sentires e pensares nas asas das palavras, escolheu a conversa protetora com um anjo de guarda. A delicadeza das palavras expressam sua alma!




Clique

5 comentários:

MARILENE disse...

Ler as publicações de amigos queridos, evidenciadas pelos próprios, é um grande prazer. Para quem ainda não as conhecia, um chamado que constitui oportunidade única para aplaudir o que, em certo momento, inspiraram suas palavras. Bjs.

Milene Lima disse...

Nossa preferência rendeu uma postagem porreta. Você é pura generosidade e graça, moça.

Beijo!
Obrigada por dizer aqui, de mim.

Denise disse...

Foi esta a intenção, Marilene. Toda tentativa é válida, obrigada por ter "comprado minha ideia".... rs

Tua inspiração é sempre muito bonita e gostosa de ler.
Beijos

Denise disse...

Teus textos sempre são deliciosos, MI.
Obrigada por ter aceito a ideia e escolhido um texto bacaninha pra partilhar conosco. Esse eu ainda não tinha lido, e, pra variar... adivinha...doreeeiiii!!!

Bjoca!

R. R. Barcellos disse...

Valeu, Denise... merece repeteco. Quem sabe você não aperfeiçoa aqui uma técnica de terapia em grupo? Todos nós gostamos de falar sobre o que gostamos de escrever.
Beijos.