“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


11 de set de 2012

Um toque de leveza...





A vida é muito, muito mais do que uma batalha, do que obstáculos a serem vencidos, do que tristezas a serem superadas - ou problemas solucionados.

A vida é a manifestação Divina que há em cada um de nós, e isso representa um toque de leveza nas relações, um encanto diante do inusitado, um sonho esperando ser realizado, um abraço que mesmo à distância é trocado, um sorriso depois de chorar, um aperto de mãos selando o bom convívio, a esperança que desperta, o dia que acende as emoções renovadoras, a paz que existe na melhor parte de nós mesmos.

Uma abençoada terça-feira, que haja música tocando os corações e atitudes amenas tratando com amor as almas irmãs!

*O tempo tem sido curto demais, mas o desejo de estar com vocês ocupa este minuto "emprestado"de uma agenda que nem sempre é programada por mim...

10 comentários:

Toninhobira disse...

Uma bela leveza sempre amiga,para deixar cada dia mais energizado e renovador.
Paz e luz em seus dias.
Carinhoso abraço.

Regina Rozenbaum disse...

É irmiga...a vida é muiiiito mais! O problema, penso eu, é quando só se contabilizam menos crendo que o resultado final será um MAIS grandão... Quer um bocado de minhas horas vagas? Tô doando rsrsrs e procê então, faço sua agenda ficar levinha messs rsrsrs. Aqui, adorei a casa nova...suave!
Beijuuss, doces/ocultos e revelados, n.a.

R. R. Barcellos disse...

O Tecendo, em roupa nova,
Traz-nos a sabedoria
Num texto que, posto à prova,
Tem sabor de poesia
E mostra a sensualidade
Do corpo nu da verdade
Sob o véu da fantasia.


Que belo manto teceste para o Tecendo, Poesia tecelã! Ali, onde és a trama, eu serei a urdidura de tuas ideias!

Beijos!

Milene Lima disse...

Mudou o banner... Deu "um toque de leveza" no blog, deu sim.

A terça-feira já acena adeus, mas eu torço pra que esses seus desejos se repitam a seu favor amanhã, depois e depois de amanhã...

Beijo, galêga.

Leonel disse...

Só hoje volto à máquina para ler este belo pensamento!
Abraços, Denise!

Denise disse...

Obrigada, Toninho, somos aquilo que sentimos, que pensamos, que atraímos...então, que sejamos leves...né?...rs

Um abraço e meu desejo carinhoso de que tenha um lindo fds!

Denise disse...

Rê_zinha, a gente sabe que espelha o interior, né? que só pode ser o que existe e que só dá o que tem e recebe o que permite...então, tô ofertando pra mim mesma as sementes de mudanças que escolhi colher...quero um mais grandão, mas semeando mais, crendo mais, fazendo mais...rsrs

Aff, que tua oferta iria desfazer meus nós de agenda, vem pra cá, veemmm!!!...rsrs

Bjãozão, amada minha!

Denise disse...

Vc sempre encontra versos que enfeitem meu tecer, e eu, mal acostumada, saboreio cada gota desse carinho ímpar, aguardando o próximo instante que a doçura de teu coração vai derramar por aqui...obrigada, por ser tão especial!!

Bjos, com afeto e açúcar - que bom que vc não é diabético!!

Denise disse...

Mi_zinha...de fato estava na hora disso, e eu estou gostando é muito desse toque de recolher as armas, pra que lutar se tudo pode ser mais ameno?...ai ai ai...vamo nessa com a galêga??

Bjossss

Denise disse...

Pois é Leonel, a vida pede passagem, e ou a gente aprende a ver os sinais, ou se choca em algum lugar...a maturidade tem que servir par alguma coisa, ne?...rsrs

Um abraço, e um abençoado fds pra ti!