“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


2 de jul de 2012

A noite está linda, a lua está cheia...





Pra ver, depende de onde a gente olha - e de como olha.
Trânsito pesado, abre e fecha sinal e o carro avança alguns metros...a música distrai, mas faz parte desse ritual automático que é tocar no botão de ligar, enquanto eu desligo um pouco desse mundo louco que parece querer me engolir...
Cansada, inclino a cabeça, entregue pra melodia que enche o carro de uma saudade distante, é quando o entreabrir dos olhos sonhadores a vê, definida, redonda, gulosa no céu que foi azul num dia gostoso de inverno ensolarado: a majestosa lua, atrativa e sedutora...
O percurso não é longo, e a persigo a cada parada, espreitando seus desenhos em contraste com a música ligeira...acelero o CD e ela toma conta do espaço, explodindo feito a lua cheia lá no céu - casamento perfeito, pensei, enquanto um olho pra frente, outro nela, seguia o caminho, a canção...
Isso não sei, mas pensativa que ando, perguntei-me...por que a gente olha tanto pro céu só pra rogar, e tão pouco pra apreciar? E a que ponto essa vida chegou, que nos emudece e cega para estes pedaços de mundo perfeitos, que procuramos a esmo, a torto e a direito? Para onde caminha esta humanidade, Jesus??
Eu gosto da lua namorar, e me prometi chegar e abrir a janela da sacada, sem valorizar o frio do entardecer, para com ela esta conversa continuar.
A conversa íntima e silenciosa, que prosseguiu na soleira da janela do quarto de casal, recebeu a noite, esta que proclama um semestre novo, uma virada, um passo menos apertado, uma vida mais serena - uma felicidade merecida.
Além de bem enfeitiçar, a lua é ótima conselheira!




20 comentários:

Milene Lima disse...

Eu adoro quando você se joga assim, às letras, às suas letras... Então a gente te acompanha e fica numa paz, sabe? Por que você tem esse dom, de destilar tranquilidade.

Sou enamorada da lua, sempre.

Beijos, lôra.

Denise disse...

De coisas pesadas e tristes, os dias já estão cheios, não é MI?
A tranqüilidade não poderia ser meu sobrenome....rsrrss...mas caminho a passos largos para o reino dos bem humorados....isso sim defendo como essencial na vida, pra bem vive-la...de ácido, basta o úrico...kkkkkkk

Beijo, moça enamorada!

jose claudio disse...

Oi, Denise. Que leitura maravilhosa em duplo sentido: a sua do mundo e a minha de seu texto lírico, poético e prosaico ao mesmo tempo sobre o que fazemos aqui nesse mundo além do básico (entortado) pelo processo civilizatório nos levando a distanciar cada vez mais de uma essência contemplativa, de beleza, de simplicidade, de ternura, tudo isso que desemboca nesse olhar tão sedutor que você taduziu e transmitiu aqui.

Encantdao, minha querida amiga.
Meu abraço. Paz e bem.

Denise disse...

Bom dia, Cacá!

Pois é...eu me pegp muitas vezes pensando em como a gente ensaia um projeto feliz de vida na imaginação, sonha com coisas grandiosas acontecendo, reclama faltas e se afasta da essência - que é tudo isso que vc descreve lindamente na tua leitura - encantada fico eu!!!

Nosso olhar para o mundo o faz, nossos olhos artesãos da felicidade ensaiada precisam voltar-se pra dentro, que é o lugar onde ela mora, onde tudo há - onde somos!

Né mesmo, queridão?
Outro abraço, e que bem vc me trás!

R. R. Barcellos disse...

"A lua é ótima conselheira"...
É por isso só os sábios, os namorados e os poetas a escutam.
Beijos.

Leonel disse...

Denise, você fez um ótimo uso deste luar que tem nos brindado nestes dias!
As fotos ficaram lindas e o teu texto, idem!
Abraços!

Denise disse...

Onde será que em encaixo, meu Deus?....rsrs

Daqui de onde estou, tenho hoje uma visão privilegiada - a mesma janela se abriu pra um céu diferente - e isso, caríssimo Mago meu, me afasta de algumas coisas, mas me aproxima do que preciso...é assim que sinto.

Um beijo pra vc tb!

Denise disse...

Os ciclos da vida, Leonel, escrevem nossa trajetória - ou nós a desenhamos pelo caminho...que tende a ganhar beleza porque olhada de maneira diferente passa a ser.
Ter olhos de ver, é a grande diferença!

Abraço forte!

Regina Rozenbaum disse...

Página virada? Messssmo? Hummm... a brancura da próxima aguarda, calma e silenciosamente, sua escrita nova. "Outro tempo começou agora" e que assim seja! Da lua o que dizer? Já vi coelhos, gatos e agora somente ela a iluminar os novos caminhos.
Beijuuss, lindona, n.a.

Cristina disse...

É minha amiga, nesse mundo tão conturbado a gente esquece de olhar para as pequenas coisas, para a natureza, parece que ficamos esperando por algo maior, magnífico. E ali no céu temos algo tão lindo, essa lua que encanta a todos, obra do criador. Belas palavras as suas. Um grande abraço!

Denise disse...

Meeeessssssmo, Rê...era passada da hora, acha naum???...rsrsrs

Escrita nova carece do tempo pra ser gestada, parida, é só a gente acalmar e....esperar...né?

Bjãozão, queridona!

Denise disse...

As pequenas coisas têm feito a MAIOR diferença na minha vida, Cris...esse olhar cuidadoso me mostra coisas que preciso ver...isso não tem preço!

Um abraço apertado procê!

pensandoemfamilia disse...

Eu tenho o hábito de olhar o c~eu. Persigo a lua, rs,rs, Muito bonita a forma com vbai descrevendo este seu caminhar para a paz.
bjs

Denise disse...

"A paz é o caminho"...segundo Gandhi...e essa é uma das metas importantes que temos, não é Norma?

O compasso dessa dança já sei de cor, mas novos passos são criados e precisam ser aprendidos para o espetáculo ficar pronto...coisa mais comprida essa aula...rsrrsrs
Bjos

MA FERREIRA disse...

Oi Denise..

Amei o seu texto....
Eu tambem tenho observafo a lua...
De manhazinha eu acordo, super cedo pra levar a Bruna para tomar onibus para o Cursinho..e muitas vezes a vejo...ali....a enfeitar o ceu..e a inspirar belos textos como o teu!!

Amei te ler..como sempre...

Um beijo..saudades Borboleta!!

( ja esta embalada a encomenda rsrs )

Ivana disse...

Uma felicidade mais que merecida, tudo lindo!
Gostei demais das suas palavras, obrigada por entender e traduzir tão bem meu momento, também lhe desejo sorte e felicidades para sua casa nova, as mudanças externas ajudam muito nas internas, é bem verdade, que sejamos todos felizes. Um abraço, um ótimo fds

Denise disse...

Ai, que bom, Msa...tô curiosa...rs

Então...é bom compartilhar nossas emoções com quem as pode compreender - e conosco viajar...

A lua sempre me encantou, o céu sempre me atraiu, o fogo sempre me prendeu, o mar sempre me seduziu...acho que estes elementos são um pouco o que somos...será?...rsrs

Um super beijo da borboleta pronta pra voar!

Denise disse...

Olha só, Ivana, a visita que te fiz rendeu o post mais recente...estava pra escrever sobre isso...saiu...rsrrss

Minah casa nova, material, vai demorar mais um pouquinho pra ficar pronta, já a outra...huuuummm...levantei rápido as paredes e está [quase] pronta!!

Um ótimo fds, e um abraço pra vc.

Toninhobira disse...

É lindo,quando nos deixamos viajar pelas belezas dos olhos que sabem ver alem da janela.Lançar o olhar nesta imensidão e deixar o coração em festa.
Lindo demais Denise esta inspiração.
Gostei e estou a aplaudir.
Meu terno abraço amiga.

Denise disse...

o momento pessoal foi muito forte Toninho...a inspiração vem direto do meu íntimo, o mais secreto de mim...esse olhar é o que precisamos ter para enxergar tudo que não conseguimos ver...

Retribuo o terno abraço!!