“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


20 de set de 2011

Tecendo 13



Da "Série Amar é" no Tecendo Ideias



14 comentários:

Milene Lima disse...

Que bacaninha... O amor pairando no ar, aqui, no Sete Ramos.

Amar é incrível mesmo... E quando equilibramos os bons e os maus momentos, tudo fica bem mais suportável.

Beijo cheios de gratidão por tanto carinho, Denise.

Toninhobira disse...

E deveria ser sempre assim,para o amor reinar pleno.
Um terno abraço Denise.

pensandoemfamilia disse...

Oi Denise
Agradeço sua atenção e carinho.
bjs

Mafia Sonora disse...

Nossa anos 80 total essas figurinhas, beijão Denise :-)

Regina Rozenbaum disse...

Vim passar reclamação. Os maus momentos (de tempos sem nos falarmos no msn)estão superando em muiiiito os bons e as boas risadas...aff
Beijuuss, sôdades, n.a.

Bloguinho da Zizi disse...

Amar é ter a sensibilidade de saber quais são esses momentos. E vc sabe com certeza.
Saudade De

Cacá - José Cláudio disse...

Para quem ama de verdade, maus momentos são apenas instantes irrelevantes. Que saudade dassas figurinhas, Denise! Abraços. Paz e bem.

Denise disse...

Oi Mi, o amor tem essa fluidez, né querida? Acho tão bonito quando se expande e envolve tanta gente...

Os maus momentos, hj os vejo diferente, são grandes lições para aprendermos a lidar com as adversidades. Cada vez mais entendo a máxima: se eu soubesse o que sei hj, há anos atrás...

Beijos recebidos e retribuídos - com muito carinho!

Denise disse...

Deveria, meu amigo...vivenciar o amor com essa plenitude é o sonho da gente, né não?

Outro abraço, igualzinho!!

Denise disse...

Oi Norma, vc os faz merecer, querida!
Bjos

Denise disse...

Eu adorava Clayton, as trago tb pra matar essa saudade!
Bjão!

Denise disse...

Reclamação registrada, de pleno acordo, irmiga!
Simbora mudar isso...rs
Bjãozão com sôdades e muito afeto!!

Denise disse...

A gente aprende a identificá-los, de tanto senti-los, né Zizi??
Meu carinho, amada!
Bjo GRANDE, com saudade tb!!

Denise disse...

Oi Cacá, quando a gente está no olho do furacão, nem sempre percebe as saídas...talvez a bússola para orientar a navegação, esteja sendo um instrumento manuseado sem perícia suficiente...visto depois, o momento se torna quase irreal...e assim a gente vai crescendo e aprendendo a suportar as marés com mais amor...

Essas imagens são símbolo de uma geração que brigou pela paz & amor...adoro!
Bjo, bom fds!