“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


1 de jun de 2011

O silêncio é uma potente ferramenta!




"Os maiores êxitos não são os que fazem mais ruído
e sim nossas horas mais silenciosas."

Nietzsche

Que tal usarmos esse lema para termos um mês produtivo e harmonioso, que começa hoje?
Lembrando que até o silêncio pode ser partilhado, então, não se trata de silenciar, mas de aproveitar a fundo esses momentos para a criação, para construir metas e pensar nos meios pelos quais fica mais possível atingi-las.
Eu vou nessa...mas estarei sempre por aqui, claro.

Um excelente mês de junho para todos nós!!




12 comentários:

Mafia Sonora disse...

Nem sempre o silêncio não é dizer nada, muitas vezes é bom pra gente colocar tudo que está errado nos eixos, pensar e refletir sobre nossa vida com certeza, beijão Denise :-)

Wanderley Elian Lima disse...

É no silêncio que surgem as melhores idéias, e nos conhecemos melhor.
Bjux

manuel marques disse...

A palavra é prata, o silêncio é ouro.


Beijo.

R. R. Barcellos disse...

- Há silêncios que condenam.
- Há silêncios que constroem.
- Há aqueles que acrescentam.
- Há também os que nos doem.

- Há alguns que são covardes;
- Há-os heróicos também.
- Há os que geram verdades,
- Há os que lembram alguém.

- Sejam produtivos teus silêncios, moça... Beijos.

Valéria disse...

Oi Denise!
Um silencio de pura introspecção, voltar-se para o íntimo para fazer uma avaliação em busca de se conhecer melhor e se tornar melhor. Estou tentando isso há algum tempo e não estou achando fácil.rsrs

Bjos e muita luz!

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Denise Querida, seu blog é um primor em conteúdo, imagens e decorações. Agradeço suas palavras sempre tão atenciosas, em meu novo blog. Ainda estou tentando configurar algumas partes dele. Por isso não consegui ainda escrever minha resposta aos comentários no mesmo. Beijos.Meu afeto.

Denise disse...

De total acordo, Clayton! Muito se diz no silêncio - para o outro e pra gente mesmo, pq no diálogo interno as dúvidas surgem e os caminhos, também.
Beijos

Denise disse...

O silêncio produz, não é Wanderley? A gente cria e cresce.
Bjos

Denise disse...

Cresci ouvindo isso Manuel - em alguns casos, acho que sim, em outros...sei não...rsrs
Beijo pra vc!

Denise disse...

Rodolfo, com tua licença, vou transportar esse comentário pra um lugar onde mais pessoas compartilhem - da beleza que a simplicidade das palavras têm, e da sensibilidade da tua alma, amigo poeta, querido!

Beijo GRANDE!

Denise disse...

Alguém disse que seria, Valéria?...rs

Além de não fácil, é além da superfície - e isso dói...

Beijos querida, bom passei através de ti mesma!

Denise disse...

Tua presença sempre tão carinhosa, minha amiga querida...obrigada pelas observações tão gentis, e estar com vc no espaço novo é uma delícia que vc proporciona.
Beijo grande Adelia, e meu afeto tb!