“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


18 de fev de 2011


"Quando chega a morte, não é da nossa ternura
que nos arrependemos: é da nossa severidade."
George Eliot


Acho que esta foi uma das tantas coisas que compreendi, por isso, suavizei-me.


14 comentários:

Zezinha Sousa disse...

Eu estava precisando ler algo assim, obrigada amiga, ás vezes ficamos em dúvida se o nosso modo carinhoso de ver o mundo e as pessoas não está nos prejudicando, mas encontrei uma resposta aqui.
Beijos, minha amiga querida!

Denise disse...

Oi Zezinha, engraçado vc trazer essa questão. Hj voltei do blog de uma amiga com um pensamento sobre isso - ela falou sobre nosso "outro lado", aquele que todos temos, que não é tão "bonito", por exemplo, da intolerância e da exigência pela qualidade em tudo, como ela diz.
Eu comentei com ela, imagine eu (e todos que se comunicam na blogosfera) despejando minhas indignações e momentos ruins sobre as pessoas que freqüentam o blog...acho que a delicadeza, o carinho, são ferramentas mais apropriadas, o que não significa que tenhamos sim, aspectos que não admiramos em nós mesmos. Estes, estou procurando melhorar, assim como características que não gosto e procuro mudar, enfim, como disse pra Flávia, somos um conjunto de elementos que não compõem a perfeição - e TODOS somos assim, mas acho que é uma virtude ver o mundo e as pessoas de forma carinhosa.

Com o tempo, a gente troca aspectos indesejáveis em nós mesmos, por outros que sejam melhores. Ficamos mais condescendestes, diminuímos as cobranças.

Enfim minha amiga, acho que te entendo, mas suavizar-me, foi BOM DEMAIS!!

Um bjo e um ótimo fds!

RESILIÊNCIA disse...

Denise

Quando aqui passo( e todos os dias)
esta sua sensibilidade me toca, e transforma-se em beleza.

um grande abraço

Denise disse...

Boa noite, Ari!

Desse jeito vc me estraga, meu amigo. Sempre me mimando, OBRIGADA por esse carinho!!

Um abraço pra vc tb.
Um ótimo fds!

Regina Rozenbaum disse...

Você bem sabe como ando rsrs então vamos lá...:a compreensão da minha história foi, é construída pela noção de hierarquia cronológica...o que é mais antigo se reveste de autenticidade e o mais novo assume um aspecto apócrifo. O interessante é que mesmo tentando ser "liberal", meus fundamentos - muiiiitas vezes - se assemelham ao conservador no que diz respeito ao outro. Não penso que é uma incongruência ou uma hipocrisia, mas um fenômeno HUMANO que valoriza linearidades e está sempre em busca de padrões...a estética do que é linear e o alívio de ter a informação que interessa(?) é conforto para a mais treinada mente e a mais refinada sensibilidade. Tendências, irmigamada, de Madame SurtÔ...só tentativas...
Beijuuss n.c.
P.S. tem mimo procê lá

Xipan Zéca disse...

Denise...
Quando ela chega... Eu dou um SAI PRA LÁ NELA...

Mando vortá otrô dia e PRONTO!

Avacagá severamente essa George Eliot... rsrsrs

Deussssskiajude
bejo do Tatto

manuel marques disse...

O pensamento da morte engana-nos, pois faz-nos esquecer de viver ...

Beijo.

Cantinho She disse...

Uau! Que profundo...
Bjo, bjo queridona!

PS: No máximo semana que vem estarei mandando os livros pro seu amigo... Depois falo melhor contigo sobre isso por e-mail... bjks! ;)

O PRAZER DE SER PROFISSIONAL DE SAÚDE disse...

Parabéns!
Sábado a noite cheio de emoção ao ler estes textos
Bjs

Denise disse...

O inconsciente (implacável!!) se pronuncia, né Rê - não vou ensinar ao vigário o padre nosso...rs
A linearidade mantém um pouco a homeostase, sem dúvida, mas rouba um pouco da cor da vida, que a desarrumação do conforto sacode e areja...se bem que Clarice já disse que “até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso - nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro.”

Eita que nós duas andamos navegando em mares profundos, né não irmiga???...rs
Bjãozão, feliz por te ver aqui!!

Denise disse...

rsrsrs..Tatto, dianta não bater a porta na cara dela...mas resolve mandar esse Avacagá e volte beeemmmm depois...rsrs

Bom fds procê, a-micão!
Bjos

Denise disse...

Pensando nela ou não, ela chega, né Manuel...enquanto não vem, vivemos, mas podemos viver diferente, melhores.
Concorda?

Um ótimo fds, querido.
bjo

Denise disse...

Obaaaaa, She!!
Manda um autografado, o abraço damos logo!!!
Vou divulgar!
Bjo, querida!

Denise disse...

Olá Stella, é uma alegria receber um carinho assim - teu comentário deixou ainda melhor minha noite!
Obrigada, venha sempre que desejar!
Um bjo e ótimo fds pra vc!