“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


10 de jun de 2010

Para sempre...




A Avó segura as nossas mãozinhas por um instante, mas os nossos corações, para sempre .

Desconhecida autoria


15 comentários:

Paula Betzold disse...

Lindo!!!!!!!!!! tem coisa melhor que a vovó??? lindo demais!!!

Denise disse...

Tem sim Paula...netoooo!!!!!!!!!!...rsrsrsrs

ValériaC disse...

Que linda e verdadeira esta frase... um dia... quando eu for avó...vou saber direitinho...

Doce tarde pra ti amiga!!!
Beijinhos...
Valéria

Denise disse...

Vai sim, Valéria. Eu me apaixonei pelo meu neto antes mesmo que nascesse, mas olha...meu coração quase explodiu quando meus olhos encontraram aquele bebê deitadinho, esperando o banho, nascido há poucos momentos...e o corpo todo tremeu quando o segurei nos braços pela primeira vez...foi uma mistura tão grande de sentimentos que jamais vou esquecer quando eu disse pela primeira vez, com o coração aos saltos: venha com a vovó, meu amor...todo e qq gelo que pudesse haver em algum lugar de minha alma, derreteu naquele instante...embalei esse amor por muitos anos, estava pronta para amar, outra vez sem medida!
Ser avó é um sopro de vida que nos empurra ao paraíso, sem escala...rs

Bjos pra vc tb, querida!

A.S. disse...

Denise...

Ser avó é ser mãe duas vezes!...

Obrigado pelas palavras tão amáveis que me deixaste.

Beijo!
AL

Jeanne disse...

Minha vozinha figura entre as pessoas mais importantes e amadas na minha vida mesmo após o desencarne.
fiquei emocionada com esta frase, lembrei da mulher forte e dedicada aos outros que ela foi e que certamente irei reencontrar por muitas vidas.
Sou vovó também, e bem coruja assim como tu és,rsrsrs
Beijos

Cida disse...

Nem é preciso dizer que AMEI, não é?...:)

Concordo plenamente com tudo o que você disse para a Valéria.

Ser avó é TÃO BOM, que até hoje (passados já quase 2 anos e meio), às vezes me parece que a ficha ainda não caiu...rs

Beijão e tudo de bom prá você.

Cid@

Ivana Marisa Altafin disse...

Olá Denise,

O amor pelo seu neto, é algo muito forte, percebemos claramente, é lindo, viu? É possível sentir sua alegria transbordar cada vez que você fala dele. Que ele continue alegrar sua vida para sempre!

Um abraço!

Denise disse...

Dizem isso, AL, mas não sinto assim, sabe? Meu sentimento de mãe está profundamente ligado ao gestar aquele "serzinho"...como avó, é um sentimento novo - diferente, nem maior nem menor, tão pouco igual.

Beijo pra vc tb!

Denise disse...

Eu sou assumida, Jeanne...rs
Tb tenho referência forte da minha avó - criou-me!

Mas é uma delícia ser avó - ouvia isso e não imagina pq falavam assim, hj sei, mas não sei explicar bem o pq...rs

Beijos, querida!

Denise disse...

Ah, Ivana...eu vivo isso tão intensamente...

Sabe, é um amor saciado, destituído de ansiedade, de expectativas, nem preciso sonhar como será o futuro - parece um amor tão absoluto, que já é, e faz eco no coraçãozinho daquele bebê que me olha e se entrega com a mesma disponibilidade...não sei explicar, mesmo...rsrs (mas sei aproveitar esse amor!!)

Ele e todos os outros que vierem, farão de mim o que quiser...rsrsrs
Bjos

*Teresa Cristina* disse...

É verdade por mais q o tempo passe elas estão sempre presente agora em minhas lembranças e meu ♥....Vcs q são avós são super especiais q sabem fazer a diferença na vida dos netos.
bjss ♥ paz!!!

Tati Pastorello disse...

Eita avó apaixonada!!! hehehe
Lindo!
Beijos.

Denise disse...

Quero deixar para os meus, Teresa, a imagem de uma mulher serena, feliz, uma vó que sentava no chão pra brincar, jogava no pc (e sempre perdia...rs), fazia comidinhas gostosas, contava histórias com mil vozes, caras e bocas...e tantas outras coisitas mais...ai, que caibam todas elas nos coraçõeszinhos deles...amém!!!...rs

Bjossss

Denise disse...

Ah, Tati...eu sou!! e olha, o rebuliço que esse rapazinho faz no meu peito é uma coisa de louco, e se ele desconfiar, tô perdida...rsssss

Bjão pra vc!