“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


17 de mai de 2010

Pensando...


Tem quem diz não ter tempo pra nada, porque ser feliz lhe consome muito. Isso me fez pensar no óbvio...se consumimos nosso tempo cuidando de problemas ou pessoas, privamos a nós de nossa atenção, de cuidados com nossa existência. Ora, se desistimos de nós, como podemos exigir que cuidem da gente, dando-nos atenção, dedicando-nos tempo? E mais, como poderemos olhar e zelar pelos nossos sonhos, nossos propósitos de vida, tantos projetos, se estivermos ocupados do outro?
Podemos - e devemos - compartilhar. O que precisamos lembrar, é que, enquanto nossos olhos desviam a atenção para fora de nossas vidas, esta fica à mercê da nossa volta. Não precisamos sair tão longe, para não corrermos o risco de não lembrar o caminho de volta pra casa...

6 comentários:

manuel marques disse...

óptima reflexão.Pensar faz parte da nossa grandeza.

Beijo.

Julio Cesar disse...

Oii Deniiise... Me vi 'obrigado' a passar antes de ler o post, sim, pois, com uma imagem dessas, linda...(Uma provocação...).
(...)
Também queria agradecer pelo carinho dado pela sua atenção em cada comentário (e o meu ja juntavam-se os montes...rs). Teu final de semana deve ter sido ótimo!...rs...
...é sempre explendido passar por aqui, degustar do melhor suco... suas considerações são sempre um primor invejável...obrigado Denise.
Você é a vida desse espaço revigorante, e só tenho a agradecer por estar conosco.
bom...vou ler e volto.
Beijão.
PS:gosto do seu humor nas pontuações...rs...também rio muito por aqui.

Denise disse...

Olá, Manuel. Sim pensar, cuidando apenas para não racionalizar tanto...nem a tudo.

Beijos

Denise disse...

Julio, não existe nada a agradecer-me. Tua presença é um presente - ganho eu! - e as afinidades unem as pessoas, não é assim, meu querido?

A 'taverna' ganhou contornos que só vc deu, impressos pelas tuas delicadas andanças pelos corredores ...uma alma irradiando sua beleza na simplicidade e profundidade das palavras sempre tão carinhosas. Essa é uma construção em conjunto, onde "pareamos" nossas emoções e risos dezenas de vezes...se tem alguém a agradecer, então sou eu! estou no aguardo da próxima centelha de luz que vai pousar nos teus passos por aqui...voe livre por este espaço que tb é seu...

Beijos carinhosos e ...mmmmmmmm...bem grandão!!

Ivana Marisa Altafin disse...

Às vezes olhamos mais para fora, para olhar menos para dentro, por medo do que vamos encontrar. Vale a vale olhar para dentro e nos conhecer. Eu estou fazendo isso e estou me conhecendo, me valorizando, me amando e descobrindo quantas coisas boas eu tenho. Somente assim, poderemos ser feliz e passarmos alegria para os outros também. Acho que eu escrevi demais, não é? Mas gostei do tema e das palavras.Um beijão!

Denise disse...

Boa tarde, Ivana! Alegre por te ter aqui, quero dizer que, absolutamente escreveu demais!!! este espaço é democrático, livre e acolhedor. Não existe limite para a expressão dos amigos, nunca! Sinta-se sempre à vontade, contribuindo - como fez agora - na reflexão de um tema pertinente a todos nós. Concordo com vc em tudo que disse. Bem sei a dificuldade que é deparar-se muitas vezes com aspectos não muito positivos em nós, mas essa consciência provoca a mudança. E isso é crescer. Toda evolução requer comprometimento, e ele só existe sem medo!!

Volte sempre, estenda-se, é muito bom compartilhar!!
Beijos