“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


9 de mai de 2010

Mário Quintana




“Mãe...

São três letras apenas

As desse nome bendito

Também o céu tem três letras

E nelas cabe o infinito.”

6 comentários:

Mariazita disse...

Desculpe ter entrado assim, sem avisar :)
Tenho visto comentários seus por aí... e senti curiosidade em conhecer seu espaço.
Gostei imenso, apesar de ter visto um pouquito à pressa...
Mas vou voltar para conhecer melhor.

Que seu final de Dia das Mães seja muito feliz.

Beijinhos

PS - Vou me fazer sua seguidora para não perder seu rumo...

Marília disse...

Sábio Quintana! E como são ricas as três letrinhas "mãe". Nelas cabe a vida da gente!!! Beijos querida!!

Rejane-Enajer disse...

Minha amiga, que poema lindo!!!
uma noite linda para vc viu?
um bjãoooooooo

Denise disse...

Que bom, então temos amigos em comum, Mariazita! Desde já sinta-se acolhida com carinho, seja muito bem-vinda neste cantinho que é um pouco extensão de mim mesma.

Venha com tempo, sinta-se em casa e à vontade. É uma alegria a chegada de novos amigos.

O domingo foi maravilhoso, obrigada. Espero que tb o seu tenha sido perfeito!
Um bjo pra vc!

Denise disse...

Foi exatamente o que pensei, Marília!!...rs

Que teu domingo tenha te dado muitas alegrias, querida!
Um bjo grande, boa semana!!

Denise disse...

Me chegou pelas mãos de uma sobrinha, Rê. Achei tão lindo que postei!!

Bjão procê tb, queridona!