“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


6 de dez de 2009

Repetição, um claro sinal...


Deveríamos estar mais atentos ao chamado de despertar, sair dos labirintos intransitáveis, e ver que os acontecimentos em nossa vida estão tentando fazer-nos enxergar um padrão tão antigo quanto à jornada da nossa própria alma...

Nenhum comentário: