“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


8 de mar de 2013

Mulheres!





Em mais um dia das mulheres, este reservado como internacional, revejo e reforço a cumplicidade das amizades especiais, sou grata por te-las por perto, do lado de dentro, o do coração! 

Recordo os sorrisos cheios de vida, os rostos impenetráveis na sua emoção escondida, revivo os abraços demorados, gentis, acolhedores.
Observo os passos hesitantes, ouço a rouquidão da voz cansada pela repetição, e não me escapa o olhar desesperado em disfarçar o indisfarçável.
Lamento as perdas que sofremos juntas, me dói a falta das que perdi, me consolo sabendo que seus caminhos floriram.
Penso nas que vencem e nas que desistem, naquelas que amam sobre todas as coisas e nas que vacilam diante do amor. Penso mais nas que adoecem e lutam, nas que transformam perdas em ensinamentos, nas que são mães e nas que carregam esse sonho. E tem as ousadas e as cansadas, as que reinventam a vida e as que dela fazem piada.
Penso no ânimo que as palavras de mulheres otimistas me traz, na alegria compartilhada e nas tristezas vencidas...penso na força dessas mulheres, na fragilidade oculta, no viço de seus sonhos, e só posso admira-las com a mesma indistinção!

Neste nosso dia especial, com respeito e carinho abraço as amigas queridas, em forma de mãe, filha, irmãs, sobrinhas, primas, cunhadas, blogueiras e colegas queridas - e agradeço suas presenças em minha vida!!!

video


Recomendo esta pequena mostra do que estamos falando quando dizemos que amigo é aquele que respeita o tempo da gente!

14 comentários:

R. R. Barcellos disse...

És mulher! És todo um mundo!
És a árvore da vida
Enraizada em chão fecundo
Tua fronde florescida
Já buscando o céu profundo
Já de um poeta vagabundo
Em versos enaltecida!


Hoje é na base da tesoura e cola.
Beijos!
PS: Lindo!

Denise disse...

Os versos deste Poeta sempre enaltecem a alma feminina, obrigada queridão pelo teu carinho profundo!

Beijos!

Regina Rozenbaum disse...

Ô trem mais lindim que cê arrumou pra ilustrar essa postagem linda! Aguardar o tempo do outro é "prova" de amorosidade, né irmiga?!
Beijuuss de dia(s)feliz(es)MULHER!

Milene Lima disse...

Isabella, no dia oito, disse: "Mãinha, feliz dia da mulher". "Daí olhou pro pai e falou: agora não tem nenhum dia do homem, porque vocês são muito chatos".

Guria feministazinha e arengueira, aos 5 anos de idade.

beijo, galêga!

Xipan Zéca disse...

Denny...

"Mulé é mulé, num tem piquena, nem grande, nem bunita nem feia...
Num tem gorda ou magra, braba ou mansa...
Mulé é mulé e é do jeito que nóis homi alcança...
Nóis só qué perdo da gente, e ocêis só vem se for de aliança."


Hehehe... poetinhêi feito o Barcellos só que eu na paiaçada e ele feito sério.... kkkkkk

BeijOO muiérada.. êêê
DeussssssssssssssssssssKiajude

MARILENE disse...

Denise, entre as várias postagens que li, homenageando as mulheres, a sua foi a que mais me sensibilizou. Podemos laurear as grandes mulheres de nossa história, mas aquelas que mencionou são as que fazem parte de nossas vidas, da sociedade, do mundo, sem buscar troféu outro que não o do bem estar pessoal e familiar. E vejo-a entre elas, cheia de ternura, com sorriso aberto e disposição para o amor. Grande beijo!

pensandoemfamilia disse...

Oi querida
Ser mulher é vivenciar a vida com os olhos internos que transbordam nas ações as emoções.
bjs, Grata pela atenção.

Lu Nogfer disse...

Querida!

Muito lindas as suas palavras em homenagem a mulher. Parabéns a você e a todas nos todos os dias!

E por falar em respeitar o tempo, quero agradecer a sua presença em minha postagem sobre o tempo que estou tirando da blogosfera. É uma pena para quem gosta de blogar mas a necessidade nos lembra todos dias que precisamos deste tempo ausente, não é mesmo?
Mas apareço sim, sempre que e for possível. E você também apareça sempre que quiser e bem-vinda. Muito obrigada pela visita e pelas palavras!

Beijos!

Denise disse...

Eu considero que sim, Rê, pq nada daquilo que se cobra ou se exige tem real valor, e nos "custa" esperar ... já o fato de deixar livre, entender que o tempo é o de cada um (e na verdade é dÉle!) mostra o respeito, o sentimento fiel da amizade, o entendimento de que tudo tem uma razão de ser, enfim...um ato de amor sim, pelo outro. (quem ama, sabe)

Bjãozão, minha irmiga do coração!

Denise disse...

O que Isabella ainda não atinou, MI, é que são esses chatos que tornam mais bonitas nossas vidas...rsrs

Bjos, moça querida!

Denise disse...

Ai, Tatto, que falta de tato esse teu exposionamento...kkkkkkkk

Poeminha danado de machista, vamo falá a verdadi...mas eu achei bunitin...

Bjos, a-mico!

Denise disse...

Acho que vc resumiu muito bem, Marilene, eu realmente aprendi a me por a serviço deste amor...e a vida ficou muito mais interessante, eu, muito melhor!

Beijos, mulher sensível, que tem o olhar de quem pára pra ver...por onde passo observo teus comentários e a tenho notado!

Denise disse...

Verdade Norma, pq depois que a gente enxerga, não dá pra retroceder, né?

Beijos!

Denise disse...

É bem verdade Lu, a gente, mesmo tendo aprendido a gostar deste mundo cibernético, tem a vida pra ser vivida, cheia de gente e demandas diárias que pedem nossa presença e energia. Tenho alternado as andanças por aqui com estas urgências em ser feliz... ;)

Beijos, vá e venha sempre!