“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


22 de fev de 2013

An_danças...




As coisas da vida me têm dito que a vida vale a pena ser vivida, e que todos os obstáculos que parecem impedir nossos passos podem ser degraus e pontes no chão necessário da caminhada.
Os momentos que chamo preciosos, nada mais são do que fontes de alegria e prazer encontrados na jornada, então, que despertemos do sono profundo da insatisfação e saibamos receber estas bençãos, vislumbrando as riquezas que as travessias dessa viagem produzem em nós - e as compartilhemos com gratidão, amor e em paz, porque não somos ilhas, não seguimos sós!!!


18 comentários:

R. R. Barcellos disse...

Uma dose pequenina
De alguma insatisfação
Pode ser boa, menina,
Se não trouxer frustração;
É ela que nos anima
A subir escada acima
Em busca da perfeição!


A perfeição é inalcançável, mas "não ficarei parado, definhando à beira da estrada. Sei que jamais alcançarei o horizonte; mas sei também que nessa quixotesca tentativa de alcançá-lo encontrarei tesouros insuspeitados em meu caminho."

Beijos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há dentro
e fora de nós,
multidões
de Eus
e de Outros
a nos acompanhar...

Desejo que o amor,
faça morada em seu coração.

Milene Lima disse...

É, né? Não seguimos sós... Quero mesmo acreditar nisso. Viver é bacaninha, eu gosto. Só acho que de vez em quando ela poderia ser mais bobona e deixar a gente mais à vontade, sabe? Tipo ser feliz assim, sem ter nem pra quê.

Beijo, galêga que eu adoro!

Regina Rozenbaum disse...

Que lindo Dê! Sim, não seguimos sós...e em todos os momentos há alguém (além DELE)nos dando a mão e nos mostrando que vale a pena prosseguir.
Beijuuss lindona_maaada

Xipan Zéca disse...

Denny...

No máximo seríamos um "arquipélago".. ilhas jamais... rs

Beijo e
DeusssssssssssssssssKiajude

Vera Lúcia disse...


Olá Denise,

Sua filha é realmente linda e se parece com você. Parabéns!

Você disse uma verdade incontestável e nem sempre de fácil entendimento por aqueles que enfrentam tempestades. Crescemos e evoluímos com as dificuldades. É preciso aceitá-las sem murmurar, confiantes na proteção divina. Deus nos presenteou com muita coisa linda para aliviar os nossos passos. Precisamos aprender a ser gratos e valorizar os momentos de alegria e prazer, que recarregam as nossas energias.

Obrigada pelos cumprimentos e carinho das palavras.

Beijo.

Denise disse...

Um Poeta sabe bem destas coisas, não é mesmo Rodolfo?
Lindos versos (me repito, fazer o que se são!), além de provocarem uma boa reflexão...

Beijos, querido Mestre das rimas!

Denise disse...

Verdade Aluisio, somos seres individuais que assinam no plural!

O amor é inquilino permanente...rs
Sempre muito bom te encontrar aqui!

Bjo

Denise disse...

Ah, Milene querida, acho que teu pedido pode ser atendido, fique de olho!!!...(e portas abertas!!) rsrs

Bjo descontraído, bom demais relaxar diante da vida, né Mi???

Denise disse...

E como é bom e torna a caminhada melhor, né Rê??

A vida pode ser diferente do idealizado, e, não raro, melhor do que o sonhado...preste atenção pra ver!!

Bjãozão, amada minha!

Denise disse...

Tatoooooooo...num cReio quitutaqui!

Bem que senti uma brisa balançando as folhas das árvores todas do arquipélago...rsrs

Bjão!


Denise disse...

Vera Lúcia, dá pra reproduzir tuas palavras e assinar embaixo!!

Obrigada pela carinhosa maneira de falar de minha filhota...sou suspeita, mas acho linda mesmo...rs...embora tenha mais meu jeito e os traços do pai.

Beijos, boa semana!!

Tulipa Vermelha disse...

não estamos sós e não sobrevivemos sós. esta interdependência por vezes complicada é o que faz a evolução espiritual e o lapidar do caráter.

bjs

http://eubipolarbuscandoapaz.blogspot.com.br/

MARIA JOSE Rezende disse...

Amiga. Um feliz dia internacional das mulheres para você e todas nós, que sabemos encontrar o sol nos dias de chuva. Beijos.

Denise disse...

Penso como vc Jeanne, e fico feliz por nossas vidas haverem se cruzado na caminhada!

Bjos

Denise disse...

Agradeço o carinho, Maria José, e retribuo pois é uma mulher que tem minha mais profunda admiração!!!

Beijos!

MARILENE disse...

Quando estamos na tempestade pensamos que o mundo vai desabar. Mas ela passa e retornamos à tranquilidade que julgávamos perdida. O bem estar nos faz ver tudo de forma diferente e percebemos que algo mudou dentro de nós, para melhor. São pequenos os momentos que chamamos de felizes. Compensam, entretanto, os de espera e de desacertos.
Eu me esqueci de dizer, na outra postagem, que o vídeo é uma fofura.
Grande beijo!

Denise disse...

Eu penso, Marilene, que para acomodar tudo na vida, antes desalojamos algumas coisas já desnecessárias, sem sentido, obsoletas...sugerindo um desarranjo que tira a gente de uma zona de conforto tão boa...e isso gera ansiedade pela vinda do desconhecido...mas, no final das contas, passada a tempestade, tudo vai tomando seu [novo] lugar, e se encaixando melhor...a gente só percebe depois que o bem está ali, em seu lugar...

Obrigada pela tua presença tão amável!
Bjos