“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


25 de jun de 2012

Desconfie...




Sempre desconfiei dos amores que aprisionam...podem ser pequenos demais para a imensa alegria que é amar livremente, sem qualquer condição.

Este é o amor mais bonito, completo e maduro - não dá lugar a nada que o diminua!

20 comentários:

manuel marques disse...

Tal qual passarinho na gaiola...

Beijinho meu

Denise disse...

...alimentado e cativo do outro...amor não sobrevive assim...

Beijos, amigo querido!

pensandoemfamilia disse...

Sim, mas normamlmente faz- se a posse o sinonimo de amor.
bjs

Regina Rozenbaum disse...

Quem foi mesmo que imortalizou em selinho "AMOR não sobrevive em cativeiro"?
Beijuuss, amaaada, n.a.

Denise disse...

...e isto, Norma, engessa o relacionamento, tira dele a espontaneidade...e, não raro, geram indisfarçáveis relações infelizes.

Bjos

Denise disse...

Pois e não foi, Rê????...rsrs

Algemas invisíveis fazem o mesmo efeito das outras, ou não?
Bjos, sem prisão!....rs

Milene Lima disse...

Sabe que eu já fui de fazer muito isso, trancar amores como se fossem só meus. Péssima ideia!

Melhorei, eu acho. Mas a fase de aprendizado é inacabável.

Beijo, Dê!

Denise disse...

A gente passa a entender, eu acho que diante das experiências que naufragam por conta disso, que a posse é veneno...que prender é um engano, que amar é escolha e nada nem ninguém muda isso...mas é aprendizado que não acaba mais, né???

Beijos, Mi!

Luma Rosa disse...

Caríssima... deu até para sentir falta de ar!! Tenho verdadeiro pavor de gente querendo me controlar! (rs*) Amor, então...
Boa semana!! Beijus,

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
O amor é tão leve que nunca morre dentro do nosso ser...
Seja abençoada e feliz!!!
Bjs de paz

Denise disse...

E não é, Luma??...rs

O amor precisa de espaço pra existir, crescer e se manter!

Bjos pra vc tb!

Denise disse...

Olá Rosélia, que alegria encontra-la...concordo com vc, não morre não, embalado fica pela alma tb imortal.

Grata pelo carinho.
Um grande e afetuoso abraço!

ZilMar disse...

o amor não pode ter cativeiro...

adorei sua frase!

bjo!



Zil

Regina Coeli disse...

Olá minha Menina Querida,
Agradeço suas mensagens recheadas de carinho lá no FAZ DE CONTA.
Tenho que concordar com com você:
"Eu não sabia quanto amor cabia no meu coração até que alguém me chamou de VOVÓ!!"
Abraço carinhoso,
Regina Coeli

OceanoAzul.Sonhos disse...

Quem ama precisa confiar.
Só assim será uma relaçao saudável.

Beijinhos Denise
cvb

MA FERREIRA disse...

Ola Amiga Borboleta!!!

Amar e caminhar lado a lado...cada um com sua inividualidade..um respeitando o outro.
Amar e exercitar o desapego no sentido que ningem e de ninguem....
Qualquer coisa diferente disso nao e amor...

Um beijinho..saudades..

Denise disse...

Pois eu penso assim tb, Zil, o amor precisa respirar, ter espaço pra se esparramar, pra existir na sua extensão máxima...que é infinita...

Bjos!!!

Denise disse...

Fico sempre feliz com tua presença amorosa aqui no Tecendo, Regina...é uma alegria imensa teu compartilhar!

Um fds ótimo pra vcs, beijos com imenso carinho!!!

Denise disse...

O amor é um sentimento tão sublime, tão poderoso, forte e imbatível...não deveria causar nada que não fosse bom demais, né Cecília?

Um grande abraço, e um lindo fds pra ti, querida!

*Tua passagem sempre sutil e mansa deixa um rastro de perfume delicado por aqui!

Denise disse...

Verdade Ma...a gente aprende a amar, amando..esse desapego é lição delicada, remexe com a gente, e parece que não tem fim...

Mas amar é sempre bom....sempre!

Beijos, Ma, um lindo fds pra vc querida...as asas da borboleta precisam a penas de mais Sol pra ela poder voar...sabe?.;)