“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


5 de set de 2012






“Mas não tenho mais tanta pressa.
Comecei a aprender a ser mais gentil com o meu passo.
Afinal, não há lugar algum para chegar além de mim.
Eu sou a viajante e a viagem."

Ana Jácomo


2 comentários:

Toninhobira disse...

LIndo pensar. Quando se precebe já não há para onde correr e porque correr.Gostei da Ana.
Estava em falta por aqui.
Bom lhe ver nesta alegria.
Abraços amiga.

Denise disse...

É preciso renovar o ânimo, certo?...rs

A Ana tem reflexões profundas e textos fantásticos, a-do-ro!

Outro abraço!