“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


22 de mar de 2012

Formas de Amar




Pensando em Família


Antes de trazer para o Tecendo Ideias esta minha participação, deixo o convite para que visite este cantinho - onde Norma lança séries muito interessantes - e nos abre espaço para uma troca infinitamente proveitosa, agradável e rica, tanto entre as pessoas que participam (e que se tornam amigas) ou com quem passa por ali, prestigiando esta amiga terapeuta, sensível e experiente acerca das relações humanas.

Fica meu agradecimento por mais esta oportunidade, Norma.

Aqui, já abordei este tema antes, falei em mostrar amor, assim.

Lá eu sugeri esta música, ouve só, que linda...




14 comentários:

R. R. Barcellos disse...

"E quando o amor se manifesta, já entendi, nada detém o fluxo da vida que nos leva. Por isso amar e ser amado é essencial."
Essa vai para meu acervo de citações.
Beijos.

Milene Lima disse...

Lindeza de jeito de se sentir amada, Denise. Querer ser amado não é se colocar sempre na situação de receptor do amor alheio, é compartilhar, perceber, doar, como vc bem o falou no texto.

Muito lindo!
E a música, garimpou direitinho, heim?

Beijo, lôra!

Regina Rozenbaum disse...

Formas, conteúdos e otras cositas mas. A minha em relação a ti é assim: gi-gan-tes-ca, atemporal e sem espaço que a detenha. AMOTE irmiga!
Beijuuss n.a.
P.S: se fosse vc, saia coletando seus comentários (tooooodos) e escrevia um livro! Estão, ultimamente mais, apuradíssimos e de uma beleza que é o simples reflexo de sua alma.
Beijuuss nela

MA FERREIRA disse...

Oi Denise!!!

Li se comentário no meu blog e vim correndo ´"prosear".

Primeiro.....Eu quem fiquei imensamente feliz com seu comentário.
As vezes criamos uma idéia da pessoa diferente do que ela é.
Mas eu sempre te admirei pela sua classe nos comentários, como já te disse.
Confesso que ficava meio timida em te visitar.....sabe aquela pessoa que vc admira mas fica olhando de longe.

Talvez o texto que voce tão bem escreveu no blog da Norma ( abai de vir de lá ), tenha a ver um pouco com isso.

As vezes por algum bloquei ou receio acabamos por não passar o amor.

E só dá amor, quem o tem dentro de si,

Por isso a importancia de nos amar-mos.

Se eu me amo, eu tenho amor pra distribuir.

E se amar é se cuidar, se trar quando necessário.

Fico muito feliz com a nossa aproximação.

Ah..amei a musica do video...não conhecia...

beijinho Minha Amiga!!

Ivana disse...

Já fui conferir seu texto na íntegra no Blog Pensando em Família. Gostei das Formas de Amar que você descreveu, do amor genuíno, do amor maternal, enfim ser amada, ser feliz!
A música muito bem escolhida, não poderia ser outra. Um abraço!

RUTE disse...

Oi Denise,
muito bonito o que você escreveu nos comentários do fechamento do Formas de Amar. Me identifico com a sua perspectiva. É bom pararmos este mundo louco de individualismo e nos dedicarmos a coletivas de crescimento humano.
Grata pela companhia durante o desafio.
Beijinhos.
Rute

R. R. Barcellos disse...

Fui lá. Gostei. Mas Twitter?
Tofora.
Beijos, querida.

Denise disse...

O que é uma honra pra mim, Rodolfo, garimpeiro poeta!

Um beijo com especial carinho!

Denise disse...

Pois é Rê...essa mimagem toda faz um bem danado pro coração da gente, irmiga...mas livro, esse está sendo escrito com capricho...aguarde....rsrs

O amor se revela, em Si...em Re...em Mi...rsrrs
Um super abraço com todo meu carinho por Ti!

Denise disse...

Eu penso assim Ma...o amor que vai, volta...e a gente nem precisa esperar retorno, ele é conseqüência.

Este texto - e outros - que escrevi sobre ser amada, amar e sobre o amor (o que é tudo a mesma coisa, no final), é reflexo do que sei, pq vivi, pq experimentei, pq observo e pq trabalho com gente...e é um aprendizado interessante, pq a gente tende a analisar, a querer entender, querer explicar o amor, quando basta senti-lo...

Vc tocou num ponto importante...amar-se, cuidar-se...redunda em auto-estima elevada, o que facilita muito as relações, a começar por aquela consigo mesmo, em que a gente não fica dependente do outro pra existir, para ser reconhecido...etc

Eu tb tô feliz, Ma...tem tanta coisa ruim pra gente viver e superar, que tudo aquilo que é bom, fica ainda melhor!!!

Bjos, minha amiga, um ótimo fds procê!

Denise disse...

Eu penso Ivana, que o amor próprio é a chave de tudo...quando a gente se ama, as relações que travamos são felizes, e aí, demonstrar afeto fica fácil.
O amor é incondicional, a gente é impõe condições para gostar do outro. Mas com o tempo a gente aprende...e aí, gosta de graça...

Fique bem, um ótimo fds!

Denise disse...

Rute, a gratidão é minha, a gente aprende na partilha, e essa troca só nos aproxima e agrega valores.

Eu acho importante a gente parar pra perder o olhar viciado sobre as coisas, e ver se estamos contaminados por bons sentimentos e cercados de gente que queremos bem. Isso orienta e trás harmonia.

Seja muito bem-vinda sempre que desejar, sinta-se recebida com alegria - e até uma próxima série...rs

Um abraço, lindo fds pra vc!

Denise disse...

Já falamos disso..obrigada pela força, querido!

Bjos, meu Mago querido!

Denise disse...

Mi, a música foi perfeita, mas o start vc que deu....obrigada, nêga!

Então...vc disse tudo, ficar esperando o amor chegar - e quem sabe, pra retribuir - ou desejar que nosso "nada" floresça no coração dos outros...fica difícil.
Amar é bom, é fácil e é a maior lei de retorno o universo!

Beijos, Mi_nina querida!