“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


19 de nov de 2011

José Saramago




“Escrever é traduzir. Mesmo quando estivermos a utilizar a nossa própria língua. Transportamos o que vemos e o que sentimos para um código convencional de signos, a escrita, e deixamos às circunstâncias e aos acasos da comunicação a responsabilidade de fazer chegar à inteligência do leitor, não tanto a integridade da experiência que nos propusemos transmitir, mas uma sombra, ao menos, do que no fundo do nosso espírito sabemos bem ser intraduzível, por exemplo, a emoção pura de um encontro, o deslumbramento de uma descoberta, esse instante fugaz de silêncio anterior à palavra que vai ficar na memória como o rasto de um sonho que o tempo não apagará por completo.”


Do comentário do amigo Manuel,
criei esta segunda ilustração.



18 comentários:

manuel marques disse...

Escrever é amar a palavra, usa-se a escrita, para despertar as coisas do silêncio em que foram criadas.

Beijo meu.

Denise disse...

A esta maravilha de comentário, só posso responder, eternizando...

LINDO DEMAIS!!!!!
Bjo pra ti, querido!

manuel marques disse...

Só tu minha querida para me fazeres chorar, não de tristeza, mas sim de alegria por fazeres parte do meu dia a dia.

Beijo para ti querida.

Milene Lima disse...

Lindamente eternizado, diga-se de passagem. Muito feliz mesmo a frase do Manuel.

Beijos, minha linda.

Cores da Vida... disse...

Eu diria que porque o amor melhor se ouve no silêncio e, por sua vez, é preciso extravasá-lo, para que não aperte tanto o coração.
Beijos,

R. R. Barcellos disse...

Concordo plenamente com o Manuel. Já tive oportunidade de testemunhar este fato num comentário à nossa amiga Graça: "...quando dou por terminado um conto, uma crônica, um poema, eu não me reconheço mais. A sensação é de que o texto me escreveu, ou pelo menos me revisou. E eu renasço numa edição ampliada e atualizada de mim mesmo."
Beijos, menina-poeta!

Denise disse...

Tua sensibilidade é a responsável por essas emoções, meu querido, mas já sabemos que chorar nem sempre é ruim, certo?...rs

Um beijo domingueiro procê!

Denise disse...

E não foi, Mi?
Merecia ficar registrada...

Bjos, moça querida, bom domingo!

Denise disse...

É fato Ana Lúcia, embora eu pense que as palavras tentem, mas nunca sejam suficientes...

Bom te ver...bjos!

Denise disse...

Teus comentários são assim ...(não encontrei a palavra)...nós já acostumamos ao privilégio da tua espantosa sensibilidade e notória habilidade...este que fez lá na Graça mostra bem que não é exagero ou adulação minha...

Bjos, Mago querido!

Maria disse...

Escrever é dar corpo e alma à palavra que se esconde tantas vezes no nosso coração.
Amiga deixei no meu cantinho um obrigado aos Amigos. É um miminho bem simples para agradecer a todos os Amigos que me acompanham pela estrada da vida e para lhes dizer como aprecio e admiro os seus blogs que são tão Especiais.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Regina Rozenbaum disse...

Manu anda inspiradíssimo e vc artista de primeira, sensível escuta. eternizando!
Beijuuss n.a.

Denise disse...

Oi Maria, adorei a visita, que além de vc, trouxe um presente, que querida vc...vou passar lá, obrigada!!!
Bjos, ótima semana pra vc!

Denise disse...

Verdade Rê, inspiração sempre com alta sensibilidade, eu não posso não ouvir, né amada??

Bjãozão, óóóóótima semana procê!

Ivana disse...

Uma leitura agradável, que nos emociona é aquela que encontramos na escrita o coração do escritor. Desejo uma semana maravilhosa pra você, um abraço!

laurinhando por ai disse...

Bom dia Denise
Vim te conhecer e adorei teu blog!!!
Em especial adorei o texto Findou-se.
Posso publicá-lo em meu blog e divulgá-lo no face???
De uma ternura e verdade imensa...
bjos
Laurinha

Denise disse...

Verdade Ivana, parece que o coração pula para a ponta dos dedos de quem escreveu - é mais do que junção de palavras quando sentimos assim...

Que a semana seja ótima para todos nós, abraço pra vc tb, com carinho.

Denise disse...

Oi Laurinha, tb me encantei com teu espaço tão lindo e delicado. Parece que temos em comum algumas coisinhas...rs...mas o mais importante é a Zizi!!!

Fique à vontade para compartilhar o que tocou teu coração. Um beijo de boas vindas, sinta-se acolhida com carinho aqui no meu tecer.