“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


8 de nov de 2011

Esqueci meu livro!



Dê o Passo
A ponte estará lá
Grace Cirocco



Encontrei esta resenha que expressa o motivo pelo qual ele foi minha escolha. Dentre os muitos que pensei em "esquecer", optei por este por algumas razões, como entender que seria lido por ter aspecto de auto-ajuda (as pessoas nunca buscaram tanto como agora!), e porque, de fato, propicia a descoberta do potencial que cada um tem e muitas vezes desconhece. A autora incita o leitor para algumas reflexões substanciais, transformadoras, como identificar quais são os fatos e valores que nos movem. Para a autora, algumas pessoas têm uma visão equivocada da felicidade, acreditam que para ser verdadeira, deve ser constante e contínua, quando sabemos, a uniformidade é impossível, por isso a impermanência das coisas..
Muitas vezes nos encontramos em um ponto da vida em que achamos que perdeu o sentido, por isso precisamos encontrar algo que nos traga de volta a vontade de viver. Neste livro o leitor pode ser inspirado a iniciar um processo bonito de busca pelo autoconhecimento, em direção ao (re)encontro do significado da vida.

"Cada página nos oferece um alimento para a alma. Fiquei emocionado com a paixão pela vida e sinceridade de Grace."
Dr. Wayne W. Dyer


"Um livro maravilhoso e comovente, cheio de idéias e inspirações que vão levá-lo a novos patamares de autoconhecimento e autoconsciência."
Brian Tracy


Desta vez tive dificuldade para decidir onde esqueceria o livro. Resolvi colocá-lo na bolsa, até a noite encontraria o lugar onde, distraidamente, o esquecer em cima de algum lugar suficientemente visível. Como não acredito em acasos, precisei dar uma rápida passada num cartório - não sabia que teria brecha para isso - e lembrei do livro no instante em que abri a bolsa. Quase desisti porque não poderia fotografar - pensei no celular, mas sua câmera me trairia, tamanho o barulho que faz! Tudo certo, pensei, você não terá outra oportunidade hoje!
E assim fiz, não sem antes escolher um assento discreto, mais ao canto, onde ninguém me chamaria quando levantasse: "a senhora esqueceu o livro..."

Enquanto estava no balcão ainda suspendi a respiração quando uma moça me olhou, e até intuo que ela possa tê-lo visto depois. Como a capa é escura e o assento era preto, acho que não chamou atenção.
Desejo que quem o encontrou faça boa leitura. Antes de despedir-me dele, abri aleatoriamente. Transcrevo uma citação após o subtítulo de uma parte do capítulo da coragem. Confesso a surpresa que tive ao ver a autoria da citação, sou leitora dele nos últimos anos.

AJA COMO SE SOUBESSE

Aja como se fosse algo e você o atrairá para si.O modo pelo qual você age como se fosse é o que você se torna
Neale Donald Walsh

24 comentários:

Valéria disse...

Oi Denise!
Amanhã farei minha postagem. Realizar este desapego é gratificante. Acredito que quem o encontrou vai apreciar estas máximas enriquecedoras.
Beijinhos e tudo de bom!

Milene Lima disse...

Essa ideia é genial e a maneira como você fez, que coisa mais lindinha, poética. Tomara que quem tenha encontrado o livro esquecido generosamente, deguste-o com prazer.

Beijos, moça loira. Manda um beijo pra Denise.

R. R. Barcellos disse...

E segues aspergindo tuas sementes de luz sem cuidados...
Beijos.

Leonel disse...

A MENINA QUE PERDIA LIVROS - um bom título para a suas histórias, hein?
A felicidade nunca pode ser vista como uma continuidade plana, pois só as variações se destacam.
Quem pensa assim, confunde felicidde com chatice!
Momentos felizes são justamente aqueles que se destacam do todo, e quanto mais raros ou intensos, mais únicos e especiais...
Se bebemos champanhe a todo momento, ela vira Q-suco!
Abraços, Denise!

João Esteves disse...

Gostei da ideia de esquecer um livro por aí como forma criativa de ampliar seu leitorado.
Tenho vários 'esquecíveis', inclusive.
E que blog bonito encontrei aqui, partindo de um clic lá no Quiosque. Certamente retornarei para mais ler e conhecer.

Suzana Martins disse...

Que deliciosa essa aventura de "esquecer"!!

Parabéns!!

Beijos

Denise disse...

Oi Valéria, torço para que sim, e que compartilhe depois, emprestando ou passando adiante...
Beijos pra vc tb!

Denise disse...

Concordo mI, quando vi fui logo comprando a ideia, acho que é uma quebra do apego pelo livro, ao mesmo tempo que constrói um novo hábito. Que vingue a ideia!

Ela agradece o beijo, te manda outro...rsrsrs

Denise disse...

Esses teus versos me encantaram, profundamente - lembrar deles me alegrou...
Um beijo, Mago querido!

Denise disse...

Gostei Leonel, da sugestão do título...combina, principalmente com o menina....rs.

Pois é, um gesto fora da rotina, e que altera a rotina de outrem....bacana quebrar a inércia e sair da mesmice, não é mesmo?

Um abraço forte, Leonel!

Denise disse...

Que bacana João, aproveite a ideia e vá esquecendo-os, partilhando e aumentando a oportunidade de quem, muitas vezes , só precisa de um presente desses para adquirir o hábito de leitura...

Fico feliz que tenha gostado daqui, volte sempre que desejar, será uma alegria!

Um abraço!

Denise disse...

Pois é Suzana, mais de 50 livros espalhados por aí...que aqueles que os encontraram, possam fazer da oportunidade, uma extensão da campanha....sejamos multiplicadores das boa ideias, não é mesmo?

Bjo pra vc!

Bloguinho da Zizi disse...

De
Não me pergunte porque, mas me emocionei com todo o teu carinho e cuidado pra esquecer o livro. Dá pra sentir que vc faz com a maior das maiores das intenções.
Beijinhos

pensandoemfamilia disse...

Oi Denise
Não conheço a autora, mas certamente com sua escolha deve ser uma boa leitura.
Bom tê-la de novo entre nós, senti sua ausência, inclusive, ontem dediquei um post aos amigos ausentes...
bjs

ValeriaC disse...

Oi querida, que belíssima escolha...que emocionante pensar que alguém o encontrou e poderá fazer uma maravilhosa leitura.
Bom dia amiga...beijinhos...
Valéria

Denise disse...

Zizi, faço mesmo, até se erro na escolha.
Eu fiquei parada diante de meus livros, olhando...alguns eu simplesmente anda não consigo me separar, mas das dezenas de opções, procurei um que pudesse ajudar quem lesse, não era seleção para liberar espaço...eu procurei um que sabia, era inspirador...

Bjos, minha amiga observadora...

Denise disse...

Oi Norma, bom te ver aqui tb.
Então, a Grace Cirocco é uma jornalista tb formada em filosofia, e ministra palestras motivacionais, incluindo temas como espiritualidade, relações humanas, sentido da vida, bem-estar...

Pois é Norma, questões de saúde me obrigaram a ficar afastada temporariamente - o que poderia ser grave foi apenas um susto, mas já estou muito bem, vida normal. Obrigada pelo carinho.

Um abraço forte!

Denise disse...

Assim eu imagino, Valéria, tomara!!

Sempre feliz por te encontrar aqui, tua presença doce é sempre uma alegria.
Beijos, querida!

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
O nome escolhido (título) foi um dos mais lindos que vi por aqui... Deu vontade de lê-lo...
Só passo hoje por estar muitos dias fora da net por motivo de mudança e sem net...
Bjm de paz e e ótimo fim de semana

Denise disse...

Rosélia, de fato o comprei pq o título me encantou - quando o li, fiquei feliz comigo mesma por haver trazido pra casa....vale a leitura...

Um beijo, espero que logo tudo se ajeite aí...

Luma Rosa disse...

Pois é, Denise! Por isso que na postagem eu deixei o ato de fotografar como facultativo. Aliás, tudo no BookCrossing Blogueiro é facultativo e democrático. O blogueiro escolhe como deve libertar o seu livro - o importante é tirá-lo da estante!
Denise, obrigada por sua participação!
Agradeço por ter-me ajudado a espalhar a ideia do BookCrossing Blogueiro e tudo o que vem agregado ao ato de "libertar" um livro. Aproveito para contar que já agendei a 4ª Edição para a segunda quinzena de abril de 2012. A explicação para esse intervalo grande é justamente para os "apegados" se acostumarem com a ideia.
Vamos seguindo doando um pouco do que temos e motivando mais pessoas, praticando o desapego, espalhando cultura e quem sabe, despertando novos leitores?
Beijus,

Malu disse...

Amiga, generosidade só brota de corações como o teu...
Abraços e sempre grata pelo carinho.

Denise disse...

Luma, com certeza na quarta edição tb tô dentro!
Adoro fazer parte desse projeto - por e-mail tb semeei a ideia, e novos adeptos iniciaram a caminhada...

Um beijo grande, um domingo maravilhoso pra vc!

Denise disse...

Malu, fui espelho daquilo que és...é teu coração quem me vê com olhos amigos.

Um beijo, querida!