“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


30 de set de 2011



Foto Denise Araujo

Já percebeu como a vida faz a gente prestar atenção em tantas coisas pequenas depois que a gente fica grande?


12 comentários:

Milene Lima disse...

Eu já, um tantão, embora eu nunca tenha achado muita graça em ser grande... Rrsrs.

As minúcias ficam gigantes, né?

A vida e suas particularidades bacaninhas.

Beijo, Denise...

Denise disse...

Mi, não tem jeito de não evoluir, então, todos ficamos grandes...quando crescemos!

As minúcias se agigantam...pq agora cabem dentro da gente???

Bjos, moça querida!!

Bloguinho da Zizi disse...

De
Para mim, quando damos atenção ao que é pequeno indica a humildade que atingimos como Ser, pois para ver os detalhes que a vida nos mostra é preciso um certo silêncio, uma certa atenção, uma sintonia e isso, só com a experiência é que atingimos.

Beijinhos e bom fim de semana.

Mafia Sonora disse...

A medida que amadurecemos damos mais valor as pequenas coisas, epquenos gestos também, beijão Denise :-)

Denise disse...

Zi, pra mim, essa humildade fica visível pelos gestos, comportamentos e sentimentos expressos - quando estamos grandes, grandes descobridores e aprendizes...estamos falando a mesma coisa, querida!

Beijo grande, ótimo fds procê, amada minha!

Denise disse...

Verdade Clayton, é preciso silenciar para ver e apreciar - e essa combinação parece, é mais própria da maturidade, se bem que observo muitos jovens nesse movimento bonito, dizem que são seres especiais...devem ser mesmo, até meu neto para ao som de uma revoada de pássaros, para olhá-los...e se encanta com pepius que vê...

Um lindo fds, bjão!

Cores da Vida... disse...

Oi Denise,
Gostei muito...
Provavelmente porque a nossa beleza interior encontra-se mais bem cuidada...
Beijos e bom final de semana.
Faça-me uma visita, pode ser que goste (JÁ, EU..., VOU GOSTAR SIM...!!).

R. R. Barcellos disse...

Ah, mas mesmo depois que a gente cresce é preciso ser pequeno às vezes... gosto de pensar que sou grande contra os arrogantes e pequeno entre os humildes e as crianças.
Tá lá a grande araucária e a pequena flor... beijo.

Denise disse...

Ana Lúcia, estou mesmo em dívida com vc - claro que vou gostar tb!
Tenho tido pouco tempo, é verdade, mas vou me atualizar no que for possível, me aguarde!

Bjo e ótimo domingo!

Denise disse...

Rodolfo, vc arrasa, como sempre, nas ponderações mais óbvias...só quem tem olhos de ver observa o contraste que convive, as polaridades presentes na realidade da vida, como vc fez.

Bjo de admiração, com afeto!

She disse...

hahahaha essa foi boa, muito bom! Foto maravilhosa!
Beijo, beijo

Denise disse...

Oi She, esse entardecer estava um show, não podia deixar de compartilhar com vcs.

Bjos, queridona!