“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


1 de abr de 2011

Do lado de dentro!


Quando ficamos cegos aos sinais, a oportunidade precisará de outro momento pra se manifestar, e poder ser, então, percebida. Se estivermos distraídos, ocupados demais em um processo de autocomiseração, certamente ela passará outra vez, imperceptível, solta no desejo que não se compromete com a atenção elevada.

Desapego aos pensamentos limitantes favorece o desenvolvimento da percepção aguda aos mínimos sinais, integra indivíduo e sonho, em sintonia com a presença da positividade, canal aberto para a chegada do desejado. Mas o vício do comportamento de auto-sabotagem ou de “coitadinho de mim” não é fácil de ser vencido, ilusoriamente acreditamos que assim estamos mais visíveis para receber ajuda, ficando condicionados à possibilidade vista do lado de fora, sem conexão com a única real possibilidade, que está dentro é da gente!

Como reagir a esta tendência viciante? Não é tarefa fácil desvincular-se do hábito castrador de nossos sonhos, sucumbindo prontamente à tristeza ou à sensação de desamparo diante dos momentos de conflito interno que parecem intermináveis. Mudar o foco é o princípio, somado ao intenso desejo de mudança – aceitando o desafio de superar o que anda atrapalhando a realização de nossos desejos, compreendendo que somos os responsáveis pelas ações que tanto atrapalham quanto podem favorecem alcançar o que se deseja.

Esse comprometimento consigo mesmo nos aproxima e conduz ao lado de dentro, que é onde as respostas e sentimentos vivem, ficando mais facilmente identificáveis no silêncio dessa conversa íntima. Ali também residem nossos recursos de ação, que podem ser revelados menos sutilmente no momento da meditação, estado interno de absoluta conexão interior – sem mencionar a amplitude da percepção que vamos desenvolvendo, nos devolvendo ainda mais a visão periférica do que focamos no campo do interesse.

Se as tentativas iniciais fracassarem, devemos colocá-las no índice esperado da mudança, não as transformando em componentes desestimulantes, lembrando que os velhos hábitos foram adquiridos pela repetição. Perseverar não significa que o objetivo não atingido se tornou impossível, ao contrário, é a insistência que vai permitir que aconteça. Persistir é manter permanente o desejo, procurar dentro de si!

Sugestão: acesse e reflita...


8 comentários:

Jeanne disse...

a minha distração crônica é seletiva, porque sempre capto os sinais importantes.
Só não dei sorte com os relacionamentos (homens), aí, captei onde não devia, e não prestei atenção onde devia.
Pra variar estou atrasada nos comentários. Falaste em eternizar um texto ou parte, claro que podes, tudo o que fazes fica lindo!
beijos

Denise disse...

Adorei essa seletividade, ainda tenho muito que aprender na captação de sinais...

Oba, obrigada amiga, já, já vou fazer!...rs

Bjos, bom findi!

Regina Coeli disse...

Olá minha Doce Amiga Denise,

Como é gratificante receber seu carinho em forma de comentários...
Sua sensibilidade toca o coração e me enriquece sempe!!
Obrigada pela riqueza de suas PARTILHAS, elas me fazem um bem imenso e agradeço a Deus por nossos caminhos terem se cruzado.
Estou indo hoje "curtir" a netinha YASMIN, lá no Estado de Goiás.
Levo você em meu coração!!
Obrigada por tudo!!
Abraço apertado recheado de ternura,
Regina Coeli

Mary ♥ Mur disse...

♥Love your blog♥

Denise disse...

Bem se vê que enxergamo-nos no outro!

Regina, doce e querida Regina, amigavó fresquinha que deve estar vivendo as delícias e encantamentos que conheci com a chegada de meu neto, curta muuuuuito, ser avó é um presente de Deus!

Fico feliz por saber que existe eco nesse bem querer, e bendita blogosfera que permite essa troca maravilhosa!

Um abraço carregado de carinho retribuído!

Denise disse...

Olá, Mary, que querida vc.
Obrigada, viu!
Bjo

MA FERREIRA disse...

Oi Denise...
Amei ler teu neste nesse inicio de domingo!!
Penso que ter foco! Nao esperar que as coias simplemesnte caim do ceu.
temos sempe ue dar o primeiro passo.... e ficar como vc disse atenta aos sinais.
Eles aparecem.........e maravilhoso isso.
E se cair..levanta!!! testes acontecem a toda hora.
Nao podemos e desistir.
Te amo...amei vir aqui hj..
bjs e bom domingo!

Denise disse...

Oi queridona...que bom que a leitura serviu pra começra um domingo mais dinâmico, relembrando coisas óbvias - que a gente esquece, justamnete por serem tão óbvias...né? ...rsrs

Desejo que neste fds vc descanse bastante, reponha as energias, tenha momnetos criativos, felizes, alegres e serenos...um Kombo da felicidade procê...que acaba de me dsar uma ideia ótima... ;)

Bjos, Ma, o afeto é recíproco, amiga querida!