“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


7 de fev de 2011


Caminhar pisando firme no chão, mas com o coração suave - a intensidade não precisa de gritos, ela sussurra...

6 comentários:

Isadora disse...

Oi Denise, com certeza são palavras sábias. O andar firme e seguro não significa falta de sensibilidade, apenas que temos certeza do caminho a seguir.
Um beijo

Jeanne disse...

sussura ou cala, Denise. A Maluzinha minha poodle está com dor e eu arrasada. Já dei medicação e amanhã ela vai consultar.
Animais não deveriam sofrer, não conhecem o mal...
Beijos

Denise disse...

Bom dia, Isadora!
Isso, firmeza combina com sensibilidade sim - pq pra encontrar o caminho, é imprescindível "senti-lo", não é querida?
Outro bjo pra vc!

Denise disse...

Jeanne, minha amiga querida, lamento pela Maluzinha, desejo que esteja melhor.
Também os bebês adoecem e sofrem, desconhecendo o mundo que vivem...cada parcela de vida envolve o todo, não é assim, amiga?
Um bjo carinhoso!

JOE ANT disse...

Com sussuros ou gritando,
qualquer que seja a intensidade,
o coração sabe o quer
e sabe o que diz.
Sabe obrigar-nos a escolher um caminho, bom ou mau, que devemos saber enfrentar, a passo firme,
pisando de modo a não pisar outro coração, que tenha ouvido esse chamamento, que venha ao nosso encontro.

Denise disse...

Sabe sim, mas o que eu quis dizer, foi que ele (coração) aprende a sussurrar - os gritos deformam os sentimentos, na minha interpretação. A suavidade é resultado de mudanças profundas, e estas sim, gritam para não perderem a forma!