“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


24 de nov de 2010

Natal





Falta um mês!



E então...é Natal!


16 comentários:

Mari disse...

Menina...falta só um mês!
Que loucura, como passou rápido!!!
Aliás...cada dia passa mais depressa!
Agora é esperar o momento de celebrar com nossos entes mais queridos e nascimento do Mestre querido!
Um beijo grande

Denise disse...

Voou, né Mari? me assusta a corrida do tempo, a cada período parece que encurta ainda mais - o bom é que o futuro está no amanhã!
Tantas coisas terei de fazer antes desse dia chegar, aff...
Outro bjo, querida!

Barbie Girl disse...

Mais um ano que chega ao fim e eu sou apaixonada por esta data tão maravilhosa que renova minhas forças, planos e sonhos.

beijos

manuel marques disse...

Direi que este é um post mágico,fico sempre encantado com este periodo.

Beijinho minha querida.

Denise disse...

Sabe Cíntia, este ano o Natal volta a ser uma festa pra nós, pq tem pequenos pra curtir - claro que a simbologia é o que permanece no coração da gente, mas retomar o que sempre foi, será um sonho...
Bjos, bom ver vc aqui!

Denise disse...

O encanto nunca se vai, e que bom que a alegria está presente!
Bjos, meu querido!

Bloguinho da Zizi disse...

Oi Denise
Já já o bom velhinho vai mostrar sua carinha, imagino que pra vc será especial por conta do netinho.
O importante é a união neste momento, onde trocar presentes, sim, é uma forma de abençoar o outro.
Vamos aos preparativos...
E que venha o Natal.
Beijinhos

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Olá Denise!
Antes de qualquer coisa, quero me desculpar pela demora em responder ao comentário que você deixou no meu blog.

Chegando aqui já me encantei pelo seu cantinho virtual. Fiquei super curiosa para saber de quem é a autoria das músicas clássicas que tocam no seu blog? Gostaria muito de adquirir, pois estou precisando relaxar ouvindo músicas assim. Amei!

Bem, quanto à possível confusão que possa ter ocorrido entre as campanhas, obrigada por ter se preocupado em esclarecer algum mal entendido, mas não se preocupe mais, pois vi que vocês duas (vc e a Regina) são pessoas lindas e o que aconteceu não foi nada demais.

Denise, quanto ao Natal, realmente ontem pensei: "nossa, falta um mês para o Natal"... Como o tempo correu depressa!!! É assustador!! rs
Sabe, eu estou há 9 Natais longe do Brasil, da minha família e amigos. Este Natal que se aproxima será meu último aqui no Japão, pois estamos (eu e meu marido) planejando voltar!!! Aiai que ansiedade!!!

Imagina como quero que sejam nossos Natais futuros???
Repletos de festas para compensar tanto tempo longe da família.

Forte abraço querida e parabéns pelo lindo blog!

Denise disse...

E como será, Zizi!!
Os presentes têm uma simbologia bonita, é só não extrapolar ou cair na rede comercial, meramente...os que compro, escolho a dedo e com muito carinho - é a benção que vc se refere, que eu não usava o termo, mas incorporei já e vou passar adiante na reveleção do amigo secreto, obrigada pela luz que sempre trás aqui querida!
Bjo GRANDÃO!

Denise disse...

Flávia, seja muitíssimo bem-vinda ao meu cantinho.

Preciso te dizer que ia lendo e me enchendo de carinho, uma sensação muito forte de proximidade, nem sei explicar, mas vc chega ganhando um pedação do meu coração, menina...coisa forte mesmo (que basta sentir, certo?)

Então, as músicas são estas, algumas trazem autoria, outras consta quem as executa - a autoria das demais o "tio google" sabe melhor que eu...rs

'Sonho' de um homem por Yanni
'Prelude pour piano' de Saint-Preux
'La tendresse' por Richard Clayderman
'Murmures' por Richard Clayderman
'Se' por Kenny G
'Moonlight Sonata' de Bethoven
'Serenata' de Schubert

Se me passar teu e-mail posso enviar outras difíceis de encontrar em separado (tenho uma compilação que ouço pra essa mesma finalidade, e tb as uso em consultório).

Outra coisa, te lendo, lembrei de uma ideia que uma amiga querida compartilhou da sua árvore de natal, e mesmo estando em cima da hora, talvez seja pra vcs uma ótima forma de passar o natal mais pertinho dos seus amores.
Espia aqui
que eu tenho certeza de que a Tati não se importará...

Um super abraço pra te acolher na chegada, e um bjo pra desejar um ótimo fds, querida!

Regina Rozenbaum disse...

Eiii Dê!
Então é natal...e hoje seria o da minha mãe...então já viu como tô, né? Outra coisa: chegando ontem do meu trabalho na Casa do Richard, acredita que sua Lucinha tá com um ca de mama??? Vai ser operada o mais rápido possível...então, como me conheces há muitos natais rs se já estava de um jeito, tô agora pelo avesso. Mas, vaobora garrar na corrente de orações e LUZ que tem muiiiita VIDA POTENTE pela frente.
Beijuusss minha irmiga n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Denise disse...

Tua homenagem pra ela me fez pensar tanto aqui em casa, meu pai...mas a vida tem seguido e todos saímos vivos do outro lado, né Rê...no avesso a gente vê direito as costuras, o corte - pense nisso, irmiga do coração.
Luz e paz - que nos é enviado sempre, basta sentir - te cerquem durante o sono, queridona.
Bjo com afeto!

Isadora disse...

Denise, amo as festas de final de ano.
Para mim é um momento mágico inundado de boas vibrações.
Um beijo

Luzia Medeiros disse...

Como o tempo passa rápido, parece que foi ontém que eu estava arrumando a árvore de natal do ano passado e vejam só já estamos tão próximos desta data tão sublime.Eu particulamente amo o natal,parece que tudo ganha cor, e a cidade se ilumina a espera do menino jesus. Devemos semear o amor neste natal, para que sejamos dignos de receber sua visita que renasce todos os anos com a esperança de renovar os corações atordoados.Desejo que a luz que já brota em nossos coraçôes se multiplique cada vez mais. Um grande abraço.

Denise disse...

Oi Isa, dizem que a magia está dentro de nós - cada vez mais, creio nisso. Que venha o natal e toda sua magia, neste ano, revivendo uma imensa alegria!
Bjos!!!

Denise disse...

A semeadura acontece todos os dias, pra que nesta época haja uma farta colheita e compartilhemos desse amor fraterno e universal, não é Luzia?
Outro abraço!