“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


23 de nov de 2010

Conquistando mais um objetivo...


Não, nem todo caminho é de flores...

Mas podemos cobrir os caminhos como fora um tapete de pétalas, vivendo nossos sonhos, realizando nossos objetivos - ao nos fazermos felizes.


Este fim de semana foi assim, como pisar no veludo de pétalas, ainda que não houvessem rosas por perto - tinha a maciez da realização de um sonho, o cheiro adocicado de flores, inebriando cada canto que guardava os momentos intensos e belos que seriam oferecidos a cada parte do dia. Fantasioso? eu explico, você tem um tempinho?

Aqui já mencionei antes, que existe uma regra de ouro que diz assim: conquiste um objetivo e se faça feliz. A primeira vez que a ouvi, pareceu retirada do mundo da Alice, mas depois compreendi seu significado, e o comprovei, desde então. Isso ocorreu durante um treinamento que fiz, há dez meses, do qual participei este final de semana, só que desta vez, como madrinha dos treinandos, junto com uma amiga muito especial, com quem compartilhei de perto toda a magia, as emoções mais profundas e os sentimentos mais intensos.
Desta vez do lado de cá, observando desde o primeiro ao último momento, todo o processo evolutivo daquelas pessoas que, salvo duas exceções, era a pela primeira vez que se viam, e, juntos, iriam vivenciar emoções fortes, num treinamento transformador, intensamente compartilhado, proporcionando ganhos individuais e de grupo.
Ganhei esse presente fabuloso, e o transformei em uma maravilhosa oportunidade de crescer e vivenciar emoções, sofrendo com cada um que aceitava o desafio e o vencia, superando obstáculos erguidos em uma vida inteira. Emoções misturadas, sentimentos disparados a cada fração de minuto, presenciando os recursos de cada um aflorar e demolir os muros que os separavam da felicidade.
Cada dinâmica era um novo combate interno, travado com as emoções que pipocavam no salão, e a nós era reservada a silenciosa torcida que fazíamos em cada momento decisivo, quando tudo parecia atingir o limite. A intensidade em que cada um mergulhava no aprendizado, traçava o resultado esplêndido que pudemos observar, devolvendo-nos a alegria e o sorriso reaparecendo, finalmente podendo ser compartilhado.
O prêmio aparece no final do longo dia, quando se transforma a arena em salão de festa e luzes coloridas incendeiam a alegria que explode em cada recanto daquelas almas revigoradas e cheias de novos recursos. O segundo dia se encerra num clima de tranqüilidade, criando a energia para o encerramento que acontece na manhã do terceiro dia - abrindo as portas da emoção mais bonita, que embala o renascer.
Para comemorar, na seqüência, a música rompe e o tapete imaginário leva os espíritos de criança de todos nós, para uma viagem fantástica. Nada se vê e tudo se imagina nesse mundo mágico que recepciona as mesmas pessoas do início, que nunca mais serão as mesmas.



Por conta desta incrível vivência, fiz ginástica na agenda que ficou espremida, motivo pelo qual há dias passo aqui feito cometa...rs. Como viram, o motivo era pra lá de especial, mesmo não podendo ser mais específica acho que transmiti parte da enormidade de emoções que vivi. Saí de lá sentindo a suavidade do veludo de pétalas de rosa tocando meu coração, então transformei em tapete e fiz desfilarem os sentimentos que pude descrever e que afloraram em mim e em todos os presentes, impregnados da magia que é permitir que as próprias emoções - nem sempre boas - nos curem. Foi lindo demais, o êxtase que experimentei consumiu o estoque que pudesse ter de maus pensamentos e sentimentos ruins. Saímos todos renovados, porque conquistamos o ouro de nossos desejos profundos, nos fazendo felizes!


12 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Denise

Já é momento de estourar a champagne.
Parabéns por mais essa conquista.

Beijinho

Denise disse...

Obrigada Zizi, estou embriagada ainda pela mistura que fiz das emoções que vivi...rs
Valeu, querida, pelo carinho!
Bjão

Jeanne disse...

Uma vez participei de uma dinâmica de final de semana, realmente, com o clima certo, desligados do resto, vem tudo à tona e o aprendizado fixa mais.
Imagino tuas emoções, aproveita muuuito!
Beijos :)

Cantinho She disse...

Oi Dê, que delícia, sentir-se assim é mesmo renovador e compensador, seja lá o que for, o importante é o que foi conquistado, inclusive a sensação! ;)
Minha Linda, muito obrigada por suas palavras tão carinhosas, gentis e verdadeiras em meu Cantinho no post do meu 2º aniversário, viu?! Adorei! ;)
Bjo, bjo!
She

Denise disse...

Oi Jeanne, neste caso, o treinamento é intenso e extenso - aprendi muito e revi muitas coisas minhas. A caminhada não cessa, tudo se renova!
Bjo GRANDÃO pra ti!

Denise disse...

Oi, She!
Siiimmm, foi mais uma conquista e muito significativa!
Sabe, tuas palavras ficaram me rondando mesmo depois que deixei teu cantinho, muito forte She...
Um bjo, querida!

Cristina disse...

Denise
Deve ter sido uma experiência muito bonita. Tão bom podermos refletir, silenciar, esvaziar-se. Nessas horas conseguimos sentir fortes e revigorados para continuar nessa batalha de viver. Parabéns! Um abraço!

Denise disse...

Foi sim Cristina, mas talvez eu tenha ficado repleta, plena - sem precisar sentir antes, o vazio. Foi sim, o preenchimento - e foi lindo demais!
Bjos, querida!

Regina Rozenbaum disse...

"Conquiste um objetivo e se fala feliz" (já fez um selinho desse? eu queeeero!)
Aqui, não dá prá aceitar euzinha de afilhada nauuuummm? Quero essa madrinha... Só que tem que ser 0800 (tô jogando na mega-sena)rs Sabe Dê, fiquei aqui lendo, saboreando cada linha escrita e por mais que tenhas tentado "explicar" toda essa emoção, sei que não deu... Dessa vez, amada, foi expervivências que a escrita não dá conta! Só sua alma voando sobre esse tapete...
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Denise disse...

Só mesmo vc pra fazer estas observações...é que para preservar a todos precisei ser inespecífica, mas é fato que as palavras foram insuficientes pra refletir minhas emoções - que ainda me deixam embriagada pela misturada que fizeram em meus sentidos, que pegaram carona nessa viagem cheia de magia. Ainda vou te contar sobre isso, é show!!
Ah! boa ideia a do selinho...vou providenciar!
Amadrinhar vc? se até já te adotei amada irmiga!!! sisqueceu foi???...rs
Obrigada por tanto carinho Rê, é muito bom aprender a dar e receber - suaviza a gente, né?

Dil disse...

De.. Não poderia ter me expresso de maneira melhor..


Lindo seu texto e obrigada por ter compartilhado tudo isso comigo..

Denise disse...

Dinda queridoooona...que alegria te ver aqui...tentei, mesmo sabendo que seria impossível transmitir em palavras o que vivenciamos - foi bom D+ ter vc nessa!!!
Bjão!!!