“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


9 de nov de 2010

Meditação



Meditação acalma a mente e alinha os pensamentos desgovernados. Tente e experimente. Se você meditar por meia hora todos os dias, sua mente vai querer ficar em paz durante as outras vinte e três horas e meia. A mente gosta de experimentar paz. Então seja generoso, dê à mente uma oportunidade de paz. Você pode pensar que isto vai interferir no seu trabalho. Ao contrário, a prática diária da meditação aumentará sua eficiência e você será capaz de produzir melhores resultados em menos tempo. Meditar é educar a mente a ter paz.”

16 comentários:

Teresa Cristina disse...

Olá Denise, já fui uma pessoa muito elétrica e agitada...de uns tempos para cá tenho aprendido a fazer visualizações positivas, já que ainda não consigo meditar esvaziando toda a mente. Depois de ler As sete leis espirituais do sucesso vi o quanto esse processo de contato com a gente mesmo é importante. Mas um dia chego lá.

Olha tem um presente para você no meu blog, depois passa por lá.

acolhercomamor.blogspot.com

Denise Portes disse...

Denise,
Obrigada por me lembrar isso, faz tempo que não medito e faz falta.
Beijo
Denise

www.odeliriodabruxa.blogspot.com

Cida disse...

Eu tenho muita vontade de fazer, mas, usando palavras suas, eu tenho a "alma tagarela"...:)

Obrigada pela dica. Um dia eu ainda chego lá!

Jinhos meus

ValeriaC disse...

Ah amiga, como é bom sentirmos paz...aquietar a mente é maravilhoso mesmo...
Beijinhos...
Valéria

Eu, ΞĐU disse...

Olá, Denise...
Navegando pela internet, achei este seu espaço...
Olha, muito bom o seu blog, suas idéias, sensibilidade e seu bom gosto...
Parabéns pelo trabalho! Estou te seguindo.
Saudações,
EDU (http://edurjedu.blogspot.com)

Denise disse...

Oi Teresa Cristina!
Que bacana teu esforço, e determinação em chegar lá...tem muita literatura boa que auxilia nesse entendimento e prática...caso deseje umas dicas, tenho boas sugestões - sou devoradora de livros...rsrs
Obrigada por presentear-me, vou lá sim, toda feliz, buscar!!
Bjossss

manuel marques disse...

Existem atitudes do homem que o leva ao amadurecimento, uma delas é a meditação.

Beijão.

Denise disse...

Oi, Denise.
O meu termômetro me ajuda a identificar quando "relaxo" e deixo de ampliar esse canal fantástico. Rapidinho retomo, e a diferença reforça...rs
Bjo grande, fiquei feliz em te encontrar aqui!

Denise disse...

Amigavó, eu discutia comigo mesmo, era uma interminável conversa, não pens aque foi/é fácil, não...tem dias que rio sozinha, dando bronca na "matraquice" que me atrapalha...rsrs

Vc chega sim, pq o silêncio acontece pela prática - a persistência diária, conquistando um pouquinho a cada dia...

Bjos, querida!

Denise disse...

Não conheço bula mais eficaz, Valeria...rsrs
Difíííícil pra caramba, mas recompensador!
Bjos!

Denise disse...

Olá, Edu, seja muito bem-vindo por aqui, sinta-se acolhido e em casa!
Obrigada pelas observações elogiosas, acho que todos os blogges espelham seus donos, retratam um pouco de cada um de nós, neste grande compartilhar que usufruímos.
Uma ótima noite, e apareça sempre que desejar.
Um abraço!

Denise disse...

Ops, Manuel, vc chegou em meio minhas respostas aos amigos, mas te vi lá no meinho e quero te dizer o quanto concordo com vc!!!
A maturidade não é um bem fácil...
Beijo, amigo querido!

Jeanne disse...

Denise, o pior é que sei de tudo isto e não acho (ou não me empenho) um tempinho para treinar meditação, porque a meditação verdadeira ainda não consegui totalmente.
Beijos :)

Denise disse...

Pois é Jeanne, acho que os orientais levam bem a sério essa prática - aprendemos o que fazer, nos falta a disciplina.
Um bjo!

Lilian Amorim disse...

Parabéns Denise, seu blog é luminoso e nos trás muita paz!!
Voltarei mais vezes !! Namastê Lilian (ventosdepaz.blogspot)

Denise disse...

Oi, Lilian, prazer em te receber no Tecendo, venha quando quiser - e sinta-se acolhida e bem-vinda, sempre!
Obrigada pelas palavras incentivadoras.
Um abraço!