“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


22 de ago de 2010

Provérbio Espanhol



Série "Provérbios"
do
Tecendo Ideias

39 comentários:

Barbie Girl disse...

É sempre bom vir aqui, sempre tem uma mensagem de paz, reflexão...

Boa semana querida!

Paula Betzold disse...

com certeza!!!! beijos

Marilu disse...

Querida amiga, muitas nem é que você queira voltar, mas você é obrigada a voltar e ai talvez a porta não se abra mais. Porisso é sempre bom deixar amigos...Tenha uma linda semana..Beijocas

Marilu disse...

Querida amiga, muitas nem é que você queira voltar, mas você é obrigada a voltar e ai talvez a porta não se abra mais. Porisso é sempre bom deixar amigos...Tenha uma linda semana..Beijocas

RESILIÊNCIA disse...

Denise

Quando jovem, trancava todas as portas e janelas que davam acesso à minha alma.
Hoje...como estou no tempo da despedida...as mantenho abertas...hoje estou quebrando as paredes que um dia achei que me protegia...me liberto todas as manhas...quebro todas as paredes em minha volta.
Fico livre a cada instante, em cada amanhecer.
um grande abraço

Ivana disse...

É a lei do universo, essa não falha nunca. Um bom dia!

ValeriaC disse...

Sábio provérbio amiga...porque bater uma porta e fechar caminhos? A vida dá tantas voltas e passado o tempo...quantas mudanças ocorrem conosco e com os outros...que não se faça isso, para mais tarde não vir a ser motivo de arrependimentos...
Que seja maravilhosa sua semana amiga!
Beijinhos...
Valéria

Isa mar disse...

Bom dia Denise, e não é que é mesmo?
Quantas vezes agimos de forma imtempestiva e depois nos arrependemos, por isso temos que pensar muito antes de tomar uma decisão.
Beijos em sua alma e uma excelente semana!

Regina Rozenbaum disse...

Dê, moça linda de viverrr, amada!
Não bati essa porta...toco-a delicadamente para sussurrar, entre dor e amor, OBRIAGADA AMIGAMADA!!!!!! OBRIAGADA por suas orações, energia de cura, amor em palavra/ação... "Palavração" que me escapa, falta, nesse momento misto de dor e amor...AMO VC DE VIVERRR, visse?
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Cida disse...

Ou seja, nunca resolva nada com a "cabeça quente", pois o arrependimento com certeza virá.

Mas isso a gente só aprende com o tempo, não é amiga?

Quando se é jovem, a gente tem a pretensão de achar que todas as portas, estarão SEMPRE abertas à nossa espera...

Curto demais a sabedoria que a gente adquire com a idade!
Mas é o tipo de coisa que só vem em doses homeopáticas, ou seja, tem que dar tempo ao tempo, sem forçar, para que as coisas aconteçam no momento devido.

Tenha um semana luminosa, amigavó!

Beijinhos

Cid@

Mari disse...

Mihha querida,

A gente nunca sabe por onde os caminhos nos levarão...

Que sua semana seja abençoada!
Beijos

manuel marques disse...

A vida tem uma só entrada: a saída é por cem portas .

Beijinho minha querida

Isadora disse...

Denise, excelente provérbio. Ainda que fechemos a porta devemos fazer com delicadeza, pois assim caso tenhamos vontade de abri-la novamente, seremos bem recebidos.
Um beijo

Lila disse...

Difícil é qdo sentimos que batem a nossa porta na nossa cara.

Bjs meus !

Barbie Girl disse...

Eu tinha comentado aqui e não entrou, não sei porque!

Mas, olha o encontro foi maravilhoso e se Deus quiser tb vamos nos desvirtualizar! Você também é do Rio??

E, como sempre seu blog traz uma paz e um equilibrio maravilhoso!

beijos

Julio Cesar disse...

...e ainda prender o dedo!

pensandoemfamilia disse...

Olá Denise.
Podem ser muitas as percepções. Eu penso que podemos bater a porta. Ousar conhecer o desconhecido. Se não agradar, pelo momenos tentamos vislumbrar novoe horizontes.

Cris: Diário ON Line disse...

Simples assim e totalmente verdadeiro.

Denise disse...

Oi Cíntia, que coisa boa de se "ouvir" da casa da gente! Bom tb ter vc por aqui!

Bjos e bons sonhos, minha querida!

Denise disse...

Oi Paulinha!
Estava com saudade - mas o tempo anda tão curtinho...
Bjos, minha linda!

Denise disse...

Verdade, Marilu, amigos são essenciais - ajudam a transpor espaços insondáveis...até sem portas de passagem.

Beijos pra vc tb!

Denise disse...

Ari, meu amigo querido...parece que nunca pensei dessa forma...geralmente vi acontecer o contrário - quando jovens, somos mais valentes, audazes! As sutilezas dos nossos olhares ao mundo chegam na maturidade, quando tendemos a conviver na realidade do dia-a-dia com os sonhos, as memórias, protegendo-lhes (ou assim pensando) ao depositar esses tesouros entre muros altos...gostei mais da tua "demolição"...rs. Vou aderir!!

Deixe que te diga: é uma alegria enorme te encontrar aqui!
Um abraço com carinho!

Denise disse...

Vivemos sob as leis, elas regem nossas vidas, sejam quais forem.
Beijo grande pra vc tb. Uma quarta perfeita pra vc, amiga querida!

Denise disse...

Oi Valéria!

As voltas que a vida dá podem nos conduzir ao chão que já pisamos, e portas fechadas permitem apenas um olhar que atravesse o tempo...
Um ponto importante que vc abordou foi sobre mudar - mudamos nós, e isso muda tudo...

Um beijo carinhoso e o desejo de uma linda quarta-feira, doce amiga!

Denise disse...

Impulsos geram conseqüências nem sempre positivas...o bom é que podemos mudar até essa a mudança anterior, né não, Isa?

Bjo grande minha amiga!!

Denise disse...

Rê, o valor de tuas palavras só aumenta pq sei que está burlando as recomendações pra estar aqui...não agradeça, guarde com vc. Estou feliz por vc, embora triste com vc...vida a ser vivida, né amiga? as expervivências que nos tornam mais fortes, mais aptos pra vida.
Bjos, admirável Rê - mulher valente e vitoriosa!

Denise disse...

Tenho a mesma percepção, Cida! envelhecemos em quase tudo, até na sabedoria; entretanto, enxergo vivo o entusiasmo de viver, mudar, aprender! Isso é bárbaro, não acha amigavó?

Grande beijo, repleto de carinho e o desejo de dias felizes!!

Denise disse...

É mesmo Mari - até as escolhas definitivas mudam...

Tão bom te encontrar aqui!
Dias perfeitos no teu querer, minha querida!
Bjo carinhoso

Denise disse...

Olá Manuel de novo visual...rs
Vc e teus pequenos tesouros a enriquecer os pensamentos. Obrigada por essa constante contribuição carinhosa, meu amigo!
Bjo carinhoso!!

Denise disse...

Delicadeza gera delicadeza, não é o que ensinam Isadora?
Aprendi a não bater portas - as que bati na juventude, fizeram um estrondo imenso!!

Bjo carinhoso, querida!

Denise disse...

Lila, talvez seja necessário no momento, como aprendizado, não? mesmo desconfortável, ensina.
Bjos pra vc tb!

Denise disse...

Cíntia, eu não o tinha moderado (semana apertada!!) por isso não o viu antes.
Olha, vontade não falta, embora esteja mais longe do que somando o trajeto que separa a todas vcs...rs.

Obrigada pelo carinho explícito das tuas palavras, querida!
Bjo grande!

Denise disse...

Pior que é, né Julio???...rs
Bjão!

Denise disse...

Sempre Norma, concordo. Bater a porta, virar a página, não importa o símbolo escolhido - e cada caso é um, os motivos individuais.
Bom mesmo é ter vc aqui, e as portas estão abertas sempre!
Bjo com muito carinho. É bom tê-la aqui!

Denise disse...

O simples Cris, nem sempre é visto. Ele pode significar tudo...
Bjo grande!

Ana Cavalcantti disse...

Oii !
Hoje em dia eu entendo essa frase, mas já ande fechando algumas portinhas no passado, sabe !
Mas nunca é tarde para tentar reabri-las !
Beijos

Ivy disse...

Ótimo provérbio, amiga!

Tem um que eu gosto muito que diz: "Um caminho bem cuidado permite que você volte atrás sem maiores problemas."

Bjs, minha linda... ver se vc aparece, tenho sentido a sua falta.

Denise disse...

Concordo Ana, nunca é tarde pra coisa alguma, desde que se pretenda alterá-la.

Desejo que encontre todas as chaves e abra as janelas pra que a luz entre e areje tudo...
Bjos

Denise disse...

Interessante tb Ivy...eu gosto da frase que tenho na abertura do blog, que é um outro jeito de dizer o mesmo, não acha?

"Não lance espinhos pelo caminho.
Na volta você pode estar de pés descalços..."

Desculpe se ando sumida, mas é circunstancial, amiga...logo tudo volta ao normal...ou não...rs...mas eu vou lá sim....beijão!