“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


1 de mai de 2010

Um lindo presente.


Que delicadeza este presente ganho do amigo Julio Cesar, do Blog Vendo e Sentindo

Senti-me tocada pelo gesto amigo, generoso e sensível.
Fica fácil "recepcionar" bem os visitantes como você - cordiais, com senso de humor, camaradagem, abertura e propícios ao compartilhar neste mundo da blogosfera. A 'taverna' mantém abertas as portas para todos que desejem entrar, beber carinho e espalhar o aroma da amizade pelo ar...tudo que é 'servido' aqui, é feito com cuidado, capricho, afeto, e muito carinho.

Fico feliz por sentir-se bem nos momentos em que chega munido de ramalhetes, boa "prosa" e "sedento" por suco, desejoso de um café fresquinho. Boa companhia rende horas de boa conversa!

Muito obrigada pela homenagem carinhosa. Há tesouros imensuráveis que ganhamos enquanto seguimos a marcha da vida. E caminhantes amigos, companheiros, tornando a jornada um passeio!
Beijo GRANDE e meu carinho!

11 comentários:

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Denise,

Você o mereceu...!!

Beijos,

Denise disse...

Obrigada, Ana Lúcia, pelo tua carinhosa observação. Afinidade é coisa de alma, onde a razão não interfere, porque, por definição, não julga, cobra ou compete.

Esses são aqueles amigos mais que irmãos, muitas vezes...são os escolhidos pelo coração.

Beijos, querida!

Marcia disse...

Denise,
você mereceu com certeza! Tens muito carisma no seu olhar, e amizade a gente cultiva aos pouquinhos. Parabéns!!!
ABracos com muito carinho.

Denise disse...

Marcia, minha querida...a afinidade realmente é decisiva nesse mundo de amigos que vamos escolhendo ao longo da vida. Agradeço tuas observações carinhosas, todos temos o "lado bom", aquele que representa nossa alma - a essência. Ela corrige a rota qunado pedras no caminho da longa estrada nos faz tropeçar...isso ajusta os passos, dados junto desses eleitos do coração, verdadeiros presentes de Deus.

Ótimo domingo, Marcia, um bjo pra vc!

Julio Cesar disse...

O que dizer...a alguém como você, que cala-nos pela reflexão, silencia-nos pelo olhar, nos imobiliza com o carinho. Suspiro e recobro minha consciencia (tento, 'né'!rs), minha autonomia indissolúvel da 'virilidade' masculina a atrofiar a passividade.

Recorro então a ti mesma:

"Afinidade é coisa de alma, onde a razão não interfere, porque, por definição, não julga, cobra ou compete.

Esses são aqueles amigos mais que irmãos, muitas vezes...são os escolhidos pelo coração." Liiiindo isso...maravilhoso, pena que não há como grifá-lo aqui...ah, mas sei o que fazer...aguarde)

Tem mais:

"(...)a afinidade realmente é decisiva nesse mundo de amigos que vamos escolhendo ao longo da vida(...)"
"(...) todos temos o "lado bom", aquele que representa nossa alma - a essência. Ela corrige a rota qunado pedras no caminho da longa estrada nos faz tropeçar...isso ajusta os passos, dados junto desses eleitos do coração, verdadeiros presentes de Deus.(...)"

Obrigado então, por seres esse lindo presente... com lado bom e não bom, sem problemas!rs...

Bjs Denise...com muito carinho
Julio

Denise disse...

Obrigada digo eu, Julio, pq se tem alguém que "me lê" por aqui, acho que é vc...rs

Quanto recorte vc fez em coisas que eu disse, que carinho posso sentir nas tuas palavras...como não retribuir? como não ser afetuosa, amiga, companhia disponível a quem passa tanto tempo percorrendo os posts??

OBRIGADA, OBRIGADA e OBRIGADA por tuas carinhosas observações, que, tirando o excesso do que me atribui,só posso dizer da minha gratidão...bjo pra vc!

Julio Cesar disse...

e... rompendo com essa dimensão limitadora, dedico-lhe um abraço...mmmm....que o tenhas com alguem perto de ti, não roubado, mas...diga: me empreste seu corpo para tornar possível um abraço impossível.

Julio Cesar disse...

kkk...porque hoje tu me fizestes gargalhar:
"(...)pq se tem alguém que "me lê" por aqui, acho que é vc...rs"

Fico mais imensamente feliz por voce 'agora' perceber que eu te leio! rs...

sim..eu sei que sabia...

Maravilhosamente feliz em perceber meu carinho nas palavras.

Se conseguimos centralizar alguns dos nossos sentidos nesse 'sistema insensível' de comunicação...há de ser o sucesso de nosso empenho. Já foi tema de post no vendo e sentindo sobre o que é virtual e o que não é. Hoje tu já és de carne e osso para esse que vos fala (os mais 'velhos' no meu blog sabem sobre o que digo). Não és um endereço a esmo, uma folha solta, um panfleto distribuido, mas és única, ainda que sejas plageada. Tal como o corpo organico, 'este' só tem vida porque tua alma está aqui, inserida (ainda que seja uma parte dela). Admiro o blog porque és tu e admiro a ti pelo que escreves aqui.

Bjs Denise

Denise disse...

Vc sempre emprestando teu bom humor às palavras, para mostrar a alegria que existe em vc. Um traço bem teu, que já ficou evidenciado nos teus comentários. O bom humor é fundamental, faz bem à saúde física e mental...rsrsrs

O carinho é outra marca, acompanhando todos os amigos que passam com regularidade por aqui. Isto faz deste mundo virtual tão "frio", um presente especial, um lugar onde podemos 'apenas ser', encontrando a ressonância em almas que comungam as mesmas idéias, sentimentos idênticos, pensam de maneira parecida. Essas não são meras semelhanças, atraindo feito ímã, amigos que são 'números' em minha página...e isso me basta, não preciso de quaisquer comprovações extras, pq é o coração quem sabe e identifica a diferença.

Vou solicitar um corpo pra realizar o abraço...rs (já disse, mas repito: amo abraços, eles curam, nos salvam!)

Julio Cesar disse...

...se depender de mim, não adoecerá e não sofrerá riscos!

Sim já dissestes...de tal forma que causou-me a vontade!

O abraço é muito bom. Muuuito bom meeessmo. O meu cumprimento as pessoas que gosto e estimo. Homem ou mulher.

mais uma vez deixa-me feliz por saber que 'vê' a felicidade e o humor em mim. justamente por algumas vezes haver parecido o contrário.

Queres rir...deixa eu encher os copos...assim...
vem cá, de-me as mãos para aquece-las, agora que cai a temperatura, enquanto te conto...
...então...certa vez...

Denise disse...

Julio, Julio...rsrsrsrsrsrrsrsrs