“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


28 de mai de 2010

Maturidade


"A maturidade faz parte de um processo. Em um processo não podemos queimar etapas. Ele é lento, chato e demorado. Uma criança passa por um momento de amadurecimento a partir do momento que começa a brincar.

A maturidade acontece, quando tomamos posse do que nós somos, para aí então poder nos dividir com os outros. Isso faz parte do processo de maturidade.

Pessoas imaturas sofrem dobrado. Pessoas imaturas querem modificar os fatos, pessoas maduras deixam que os fatos os modifiquem. A maturidade nos faz perceber que não podemos mudar os fatos. Um imaturo ganha um limão e o chupa fazendo careta. O maduro faz uma limonada com o limão que ganhou."

Padre Fábio de Melo

Leia mais aqui.

9 comentários:

Paula Betzold disse...

Oi! Qu linda reflexão... sabe, eu acho que a maturidade está muito ligada ao equilibrio.

Beijinhos!!

Regina Coeli disse...

Oi Denise,

Que bom ter descoberto você!!!
Vim agadecer seus doces comentários e conhecer seu recanto..
Acabei me encantando com tão preciosas mensagens, com fotos estonteantes de belas e senti uma paz imensa invadir meu coração!!!
Como tenho apredido com o menino FÁBIO DE MELO!!!
Deus o usa para confortar e ensinar tanta coisa boa para nós, concorda comigo??
Ter você como uma de minhas SEGUIDORAS é uma honra para mim!!!
Seja muito bem-vinda!!
Muito obrigada por tudo!
Receba um abração carinhoso cá das Minas Gerais.
Regina Coeli

Denise disse...

Bom dia, Paula!
Concordo com vc, querida. A maturidade media a gente com nossos conflitos, e o resultado quase sempre é o equilíbrio que vamos alcançando na luta do auto-conhecimento. Tudo a seu tempo e marcha...cada um de nós possui seu ritmo de caminhada...

Bjinhos pra vc tb!!

Denise disse...

Nossa, Regina! que surpresa mais linda vc me faz nesta manhã de fim de semana! E chega doce, carinhosa, expandindo amor...nem seria diferente, pois que tua essência é esta!

Sim, eu concordo com vc, li já alguns de seus livros, e estou com o "Mulheres cheias de graças" incluído na pilha dos reservados para a leitura. Ele tem sido um instrumento muito bonito a levar conhecimento e alento pra tanta gente.

Adorável tua visita, Regina. Espero poder contar com tua presença de luz mais vezes...e estarei sempre por lá, aprendendo com vc.

Beijo e abraço beeeemmmm grande, cheio de alegria por tua chegada!!

Julio Cesar disse...

Oi Denise... seus posts vem trazendo grandes pensamentos e reflexões... E concordo com a Paula também... o quanto o equilíbrio é o quase incognito agente (um dos) que promove a maturidade.

Como venho comentando...e postando... uma pessoa é pessoa completa quando é "Uma" pessoa, não 1/2 pessoa (e por isso não 'vejo' essa coisa de 'cara-metade', e sou um romantico, um amante do amor...voltandooo...)

Assim, é preciso buscar e ter a consciencia de necessitar Ser, e Ser Uma pessoa. Conquistas, vitorias, seja qual o adjetivo, é o produto de 'batalhas', de conflitos, de confrontos...e esses não acontecem sem esforços e/ou sacrifícios. Diz o ditado popular: que Sucesso vem antes do Trabalho apenas no dicionário.

Gosto demaaaais dessa frase do Charlie Schultz (Designer do Snoop):

"Ás vezes, quando acordo pela manha me sinto peculiar, sinto que se tivesse que morder um gato! É como se eu não mordesse um gato até o fim do dia ficaria louco! Mas então eu respiro fundo e esqueço disso. Isso se chama maturidade"

Bjs
Uma excelente tarde p´rá ti.
Julio

Julio Cesar disse...

engraçado como seus posts...quase todos nos ultimos dias...tem estado 'similar' a minha linha de pensamento... incrível isso...

Denise disse...

"Ponderação" foi o que me veio ao ler Charlie Schultz. Respirar fundo e...nada fazer, apenas observar, sentir, avaliar.

Somos a soma de nossas partes...um inteiro único e perfeito. E é preciso "ter" equilíbrio para "ser" o melhor que pudermos...

Os temas que posto não obedecem um critério - sempre são resultado de um momento, um fato, um despertar interno, uma reflexão que faço ou que vejo e me identifico...uma frase que "pega" ou aprecio...vale tudo, desde que seja "eu"...rs

Bjosss

Cida disse...

Amo tudo o que escreve o Pe. Fábio de Melo...

Como é bom ser e se sentir maduro!
Sentimo-nos como os frutos em sua plenitude, e compreendemos a que viemos...
Quem me dera se na minha juventude já compreendesse as coisas que hoje "tiro de letra"!
Mas a vida é assim mesmo, não tem como pular os degraus - temos que subir um a um e ir aprendendo (até o fim), um pouquinho a cada dia.
Cada amanhecer, vem com a promessa de novas descobertas, e triste daquele que, em algum momento, acha que não tem mais nada a aprender...

Tenha um ótimo final de semana, minha amiga, e que Deus te abençoe.

Cid@

Denise disse...

Quanta sabedoria sugerem tuas palavras, Cida!! quem dera tb a mim há alguns anos atrás, soubesse o que hj a vida me contou...porém, desconfio que esta que hj sou, não seria...portanto, fico com os degraus que subi, um a um - parando muitas vezes pra secar o pranto, acertar o passo, recolher os cacos e, trocando as lentes pra ver o caminho, seguir adiante. Fazendo das pedras, pontes, a gente chega onde precisa...

Um domingo cheio de sol - dentro e fora!
Bjo amigavó!