“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


1 de jan de 2010


O veludo da voz acariciou o coração que batia no compasso da saudade...uma vez mais a entrega para o desejo da alma declarou sua alegria, vibrou de emoção e aplaudiu a decisão. Olhar para trás e enxergar uma construção. Olhar para dentro, e sentir que o pilar que sustenta enobrece o caráter, e olhar para o coração e ver a genuína satisfação. Toda recompensa pela simples ação. Um aprendizado. Um ensinamento. O amor, a causa mais digna, o maior dos sentimentos.

Nenhum comentário: