“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


17 de dez de 2009

M. Gonçalves


Nós não vemos as coisas como elas são.
Nós as vemos como nós somos.

2 comentários:

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Que linda imagem! Realmente, vemos as coisas conforme nosso filtro interno. E quanto a isto, devemos estar atentos, para percebermos se estamos vendo adequadamente ou até distorcendo. Esta avaliação se faz necessária, para que não nos confundamos sobre a realidade da qual fazemos parte. Beijo.

Rejane disse...

SEM DÚVIDA!!