“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


7 de mai de 2009

Dia sete


O cenário de uma história que desfila no tempo de uma saudade que envolve o primeiro tudo...sons, cheiros, toques e gostos, que se reunem no patamar do palco da vida, postando-se ao fundo os personagens que dois protagonistas vestem para viver no centro da arena as cenas dignas de uma vida desenhada pela coragem e perseverança.
Na retícula está gravada a imagem clamejante, tudo o mais faz parte da pele que absorveu cada fração de tempo partilhado...

Nenhum comentário: