“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


8 de dez de 2007

Tudo que acontece, acontece por uma razão


Não importa o quanto de consciência ou a crença que tenhamos. Sequer implica em que entendamos ou alcancemos respostas. Parece ser simplesmente assim, naturalmente o é.
Acredito que haja no universo uma energia poderosa que se move flutuante, e, em algum momento, nos atinge e envolve. Ainda que tampouco percebamos, elicia de vontade nossas ações, num balé traçado por suas leis. Estas encerram algumas impossíveis de contestar ou modificar. Não sei se traçadas nas estrelas, mas desconfio que desenhadas para conduzir-nos para onde nós mesmos buscamos ir.
Alguém me disse que plantamos, em algum momento uma ação, e a reação não tem hora para chegar. Pode e deve ocorrer a qualquer tempo e lugar, logo, é atemporal seu efeito de retorno, porém, singular na sua presença ideal. Virá na medida em que for necessária para determinado momento da vida, como resposta da sincronia existente nos milhões de partículas de moléculas que transitam no espaço sideral. E não nos pertence sua magnitude no existir, senão o recolher das conseqüências plantadas lá atrás.
As razões podem ficar obscuras para todo sempre, no entanto, sempre carregam em si um aprendizado a ser incorporado por nós, seres espirituais em constante evolução.
Penso nas tantas vezes que nossa percepção aponta fatos inexplicáveis de sincronia alarmante com pensamentos, desejos e expectativas; simultaneamente concorrendo com acontecimentos “misteriosos” que despertam e suscitam questionamentos muitas vezes insolúveis na nossa compreensão.
Concluo que, se não há como controlar esse tempo coincidente com os fatos, e tudo sugere, afinal, que “tinha mesmo que acontecer”, nos cabe acatar sabiamente a chegada de situações resultantes de nós mesmos; tendo a humildade em aceitar que tudo que acontece, acontece por uma razão. E a razão maior está em desígnios que não nos compete discutir, senão usar nossa capacidade criadora para beneficiara-nos de seus ensinamentos, ampliando nosso viver pautado no permanente aprender.

♥ Denise

Nenhum comentário: