“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


8 de ago de 2011

Meu melhor momento.





Sempre é um prazer atender ao convite da Norma. Desta vez, para celebrar o segundo ano de seu Pensando em Família, ela pensou em partilhas - e escolheu o tema Meus melhores momentos para que, cada amigo que aderisse à festa de aniversário, compartilhasse experiências felizes, relembrasse momentos importantes da existência.
O resultado está sendo uma troca muito bonita de pontos de vista e sentimentos. Caso você queira visitá-la, conhecendo minha participação que foi ao ar hoje, recomendo que clique aqui, mas se por acaso você tiver um tempinho, conheça todos os Melhores momentos ali compartilhados. Vale a pena!

Um enorme abraço repleto de carinho, e o desejo de que esta semana contenha muitos momentos bons!!


18 comentários:

Valéria disse...

Oi Denise!
Sempre é um prazer participar das iniciativas da Norma! Você esteve ótima, com uma participação descrevendo as peculiaridades dos bons momentos que bem são os que nos marcam carinhosamente.

Beijos e ótima semana!

Xipan Zéca disse...

Fui lá.... já vórto!

Beijo

Vera Lúcia disse...

Olá Denise,
Fui lá conhecer o seu melhor momento.
Creio que um momento de amparo, de
ternura, carinho e apoio é mesmo
um especial momento em nossas vidas.
Beijos.

Macá disse...

Denise
Eu ainda não tinha tido tempo de ler algumas das postagens da Norma, então estou tentando colocar em dia, e assim li a sua.
Acho que tivemos o mesmo insight pra falar sobre o nosso Melhor Momento.
Adorei o seu.
um beijo

Toninhobira disse...

Ah, realmente foi linda sua participação Denise.A Norma tem tido umas belas ideias e tenho participado em todas.Meu terno abraço de paz e luz.

Denise disse...

Olá, Valéria.
Pois é, existem momentos assim, que deixam na gente sinais inconfundíveis, ainda que sejam importantes apenas pra gente...
A Norma é uma craque nessa arte de agregar, que bom que estávamos nessa, né?

Beijo e um ótimo dia pra vc!

Denise disse...

Tõ inté agora tisperanu...nadica docê vortá, seu Tatto!!
Bjoooo

Denise disse...

É muito pessoal o valor que damos, o significado que atribuímos à gestos, pessoas, coisas que nos rodeiam...pra mim, o amparo é forte demais - por isso o destaque para o momento. E se os momentos passam, o sentimento permanece!

Beijos.

Denise disse...

Pois é Macá, como eu disse à Vera Lúcia, os valores são construídos e tornam-se nossos guias. Os momentos são fugazes, mas os sentimentos que geram, podem ser eternos. Eu sou grata a cada um desses momentos, eles compõem minha história.

Tua participação foi tocante - com complemento do maridão inclusive - lindo de viver! Um alento para quem muitas vezes desacredita das possibilidades e reconstruções.

Um beijo grande!

Denise disse...

Oi Toninho, a gente se rende ao círculo de afeto que ela constrói, não é? É uma deliciosa experiência essa troca entre seres sensíveis que emanam uma energia amorosa tão bonita!

Adorei o abraço terno - sou louca por abraços! Outro, meu amigo!

pensandoemfamilia disse...

Oi Denise
Grata mais uma vez por sua participação e por "vestir a camisa" da minhas proposta.
Você traz a sua singulidade expressa nestes Melhores Momentos, como todos, é isto que me estimula. Observar esta troca que tanto nos enriquece, ampliando nossas percepções,
bjs

Regina Rozenbaum disse...

Ei amaaaada!
Fui lá, comentei e tinha quase certeza que tinha escrito algo aqui prá ti...(devo tá "caducando")Repito: achei uma missão difícil, mas prá vc, como sempre, teceu uma resposta linda pq esse amparo, de uma ou outra maneira, acaba ocorrendo nos melhores momentos...é só nos permitirmos né?
Beijuuss n.a.

Denise disse...

Norma, a gratidão e satisfação são minhas!
Todo o carinho, seu e das pessoas, recompensam este compartilhar - como a gente aprende com o outro, e agrega valores com todas as histórias divididas com tanto cuidado e carinho.

Obrigada pelo convite, pela oportunidade e pela confiança.
Beijo enorme!!

Denise disse...

Oi Rê...sim, permitir-se é a chave mestra para essa travessia. Um momento fugaz, mas tão terno que transbordou o coração...
Beijo recebido e retribuído, irmiga...que bom, ando precisada desses mimos...rsrs

Bloguinho da Zizi disse...

Denise
Só posso te dizer que fico encantada com os teus escritos. Vc dá uma forma às palavras que quem está sendo embalado e acarinhado no teu ombro sou eu.
Este é um ótimo momento.

Denise disse...

Bem Zizi, e eu, depois dessas palavras, o que te posso dizer? Sinta-se acarinhada, embalada e amada!

Beijo imenso!

Ivana disse...

Denise,
Muito bonito seu texto, franco e delicado. Fico feliz com seu atual momento, que ele seja duradouro, repleto de emoções, fazendo-os cada vez mais felizes. Gostaria de convidá-la para conhecer meu novo blog, você aceita? Um abraço.

Denise disse...

Olá Ivana, que surpresa boa tua volta ao Tecendo, agora com casa nova, muito bonita por sinal, parabéns!!

Não só aceitei o convite como fiquei muito feliz, sinta-se acolhida com alegria, viu?

Um abraço de bom retorno, que nossa convivência mostre que a amizade é um bem precioso que não sofre prejuízo pela distância.

Seja bem-vinda!!