“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


12 de fev de 2011

Aprendo com tua presença...





Acho que o que fiz não tem nada de inusitado, mas achei interessante.
Abri uma postagem qualquer, e segui lendo, uma depois da outra, sem ordem específica, inclusive os comentários e minhas respostas a estes. Concluí o óbvio - sempre ele! - que muito mais aprendi nessa interação do que pelo conteúdo das mensagens postadas. Respondendo, me obrigo a repensar, a aprofundar, a descer até mais perto da raiz da questão. Sair da superfície das coisas é o que possibilita tudo isso.
Por esta razão simples, faço uma declaração aberta de agradecimento a todos que gastam seu tempo passando por aqui, e, quando podem, deixam suas impressões.
É cada vez mais difícil pra mim encontrar tempo para estar aqui, e manter a mania de responder a cada um. Sempre achei que era por consideração, educação, gentileza, carinho - e é - mas descobri que esta parte da blogagem é a que me fascina, me encanta mais, porque aproxima, desvela, permite e acresce muito no meu caminhar. É quando paro para conversar com cada um, em separado, num diálogo nosso, numa atenção particular, não pelo prestígio, mas pelo afeto. E é quando me obrigo a retornar ao tema, repensar, rever, reconsiderar mediante as diferentes formas de ver a mesma coisa, que cada um contribui.
Como eu disse, nada inusitado, porque muitas pessoas devem ter tido a mesma sacada antes de mim, mas talvez venha a explicar para algumas que me lêem, primeiro o valor das visitas que recebemos (e fazemos!), e depois, o porque (caso estivesse oculto de si) da opinião de que comentar é importante, e que isso ajuda a compor uma rede de pessoas que interagem com freqüência, numa troca amistosa e cúmplice desse prazer.

Obrigada a cada um que deixa parte de si para melhor grande parte de mim!


26 comentários:

M. Sueli Gallacci disse...

Oi Amiga!

Vim te agradecer
pelo carinho e pelas palavras, em nome de toda minha família!

É grande a minha gratidão por todos os amigos que estão solidários comigo nesse momento. Sinto-me amparada como uma criança no colo da mãe. E isso é tão reconfortante.

Estamos otimistas com muita fé e esperança.

Um Beijo enorme, fique com Deus.
Sueli Gallacci

Denise disse...

Oi Sueli, nada a agradecer, vejo as amizades aqui, como as que tenho "lá fora" - iguais, se eu sei que tem alguém sofrendo, vivendo uma situação difícil, me mobilizo da mesma maneira. A diferença é o abraço que não pode ser dado, a presença no dia-a-dia, mas a energia e o carinho são oferecidos com a mesma intensidade.
Tudo há de ficar muito melhor, solucionado!
Vcs estão em meus pensamentos.
Um grande e apertado abraço!

Marília disse...

É sempre um prazer passar por aqui! Tempo... ah, sempre estamos procurando um pouco mais dele, comigo é assim tambem! Mas respondendo ou não, o que nos satisfaz é saber que temos um ao outro aqui, trocando carinhos, pensamentos.. enfim... Tecendo idéias!!!! Beijos querida!!!

Denise disse...

Oi Marília!
Que surpresa boa te encontrar aqui, deixando tua contribuição e trocando carinho e pensamentos. Obrigada, querida!
Bjo, seguimos Tecendo a teia da vida (tô com o Capra na cabeça hj...rs)

Jeanne disse...

É uma troca muito rica. O comentário deveria ser mais valorizado do que está sendo, não por desleixo dos leitores, muitas vezes pela pressa mesmo.
Por isto prefiro poucos comentários mas ricos em conteúdo.
O comentário não deve ser uma troca, não achas?
beijos :)

Myriam disse...

Olha Denise, isso é muito interessante, você realmente foi ao âmago da questão!
Tocou a grande verdade que é o blog, na realidade, as redes sociais também se prestam a isso, a interação entre as pessoas e o quanto aprendemos com essa interação! Vale muito a pena! E eu adoro ler tuas respostas depois de cada comentário que faço, pois, esclarece muito! beijo grande!!

Tais Luso disse...

Denise, querida amiga, acho que quando nos dirigimos aos blogs de nossos amigos nunca é 'gastar' nosso tempo; é ganhar. Trocamos afetos, encontramos textos, crônicas, poemas, citações, vídeos, arte... muitas coisas interessantes.

A Internet está fazendo com que muita muita gente leia; e ler o que se gosta. Se no meu tempo de estudante os professores tivessem dado mais liberdade aos alunos, liberdade de escolha, muitos brasileiros estariam lendo mais. Mas davam para jovens lerem os clássicos da literatura que, na época não interessava aos jovens de 13, 14 anos. Por que não perguntavam?

Então, amiga, acho que a Internet é o meio mais democrático que existe: cada um procura o que lhe apetece e tem matéria para todos os gostos. E mais: incentiva à leitura de livros, incentiva à escrita, hábito pra lá de saudável.

Podemos e aprendemos a ajudar, levar nossa solidariedade e nossa ajuda, veja o caso de nossa amiga Sueli Gallacci. Isso todo é ganhar. Não seja modesta! rsrs

Grande beijo, é sempre ótimo passar por aqui.

Tais Luso

Denise disse...

Jeanne, queridona sumida...rs
Tb para comentários, número muitas vezes, são apenas volume.
Mas quantidade tb afere qualidade, eu visito amigos com muitos bons comentários. Na verdade, o conteúdo é que fica, ou foi sobre isso que me referi.
Acho sim uma riqueza, por isso não vejo coerência na troca cortês, apenas.
Um bjão!

Denise disse...

Oi Myriam, o que me veio ao reler o que escrevi - e agora, lendo teu comentário - foi da responsabilidade de nossas colocações. Como em todos os lugares (sociedade em geral, e nas mídias escritas e faladas), vemos/ouvimos e dizemos muitas besteiras, fazendo uso volúvel das palavras.

Esta interação me apaixona, e pq podemos escolher como/quem nos relacionar, o que existe é verdadeiro. Ou suponho que seja, pq assim eu sinto.

Fico feliz pela tua presença, viu?
Um bjo

Denise disse...

Tais, minha amiga querida e talentosa escritora...concordo com vc, tanto que a coloquei entre aspas, como forma de expressão.

Pois é, venho desse tempo em que era imposta a leitura “desinteressante”, acho que tomei gosto de teimosa que sou...rs
Na verdade, as férias da minha meninice eram longas e quase uma clausura (no campo), razão pela qual os livros foram companheiros inseparáveis, sempre. Depois, fui me atrevendo a escrever e tomou corpo pra mim esse fascinante mundo das letras...

Termos a liberdade de acessar o que quisermos favorece sim, e muitas vezes nos faz aportar em lugares instigantes, cheios de textos maravilhosos e pessoas encantadoras. Foi assim que cheguei a muitos lugares da blogosfera, e permaneço onde mais me afino e aprendo – hj o tempo não permite mais a assiduidade que gosto.

Mas o elemento fundamental desta interatividade é o ser humano, as pessoas com as quais passamos a “conviver”. E aí nasce o carinho, a solidariedade, o afeto. Inimaginável a alguns anos atrás.
Que bom que chegamos à outra Tais – não lembro mais quem encontrou quem, acho que nos encontramos...rs

Bjo carinhoso pra vc, a quem admiro e gosto muito!

Bloguinho da Zizi disse...

De
A tua grande parte completa a minha.
Aprendo muito com você.
Aprendo muito com todos os que sigo.
É um Universo sem fim de assuntos, de práticas, de trocas.

E vamos seguindo, aprendendo, sempre.

Pegou seu bombom lá no Bloguinho?
A caixa ainda está cheinha deles.
Beijinhos

Denise disse...

E é esse aprendizado que transforma a gente, aos poucos, não é Zizi?
Muitas, mas muitas vezes mesmo, já chorei lendo textos de amigos, já saí do cantinho amigo com a alma lavada, um sorrisão no rosto...uma emoção nova.

Já passei o dia pensando em uma frase que li, já fiz tanta releitura - por aí, em mim...é um universo maravilhoso de troca sim!!

Não só aprendo com vc como engordo a alma...rs...fui buscar meu bombom!!
Parabéns pelos 2 anos de Blogue!
Um bjo carinhoso

Amapola disse...

Bom dia, Denise.

Amei a frase sobre os espinhos no caminho.

Sobre seu texto, eu também leio cada comentário, garimpando a alma de quem comentou, porque cada pessoa é um universo.

Quem não conhece essa conexão dos blogs, não entende o valor das emoções registradas, onde a transparência nos aproxima.

Eu fico com vontade de visitar muitos e muitos, mas o tempo não permite.
Fico com a consciência pesada, na sensação de não ter retribuído o carinho recebido.

Um grande abraço. Tenha um belo domingo.

Maria Auxiliadora (Amapola)

manuel marques disse...

Esse é o meu problema,o tempo que disponho é o mesmo,mas cada vez são mais os blogs ,as pessoas que me visitam e eu a querer chegar a todos e não consigo.

Beijos meus.

Regina Coeli disse...

Olá Minha Amiga do Coração,

Minha vida tomou um rumo diferente depois da minha inserção na Blogosfera...
Como você tenho aprendido todos os dias e esse aprendizado vai me transformando para melhor, com certeza.
Como você, muitas vezes choro e me emociono, lendo as postagens dos amigos, dou boas gargalhadas lendo outras, encontro inspiração para elaborar meus textos, ou aprofundar minhas pesquisa, tenho a chance de perceber uma mensagem a partir da ótica do outro...
Enfim a presença do outro me ensina e me faz crescer.
Eu amo esse espaço, e gosto muito de Tecer Ideias com você!!!
As vezes venho visitá-la e não deixo comentário porque gosto de deixar meu rastro com calma...
Que Deus abençoe muito você e todos aqueles que você ama!!
Obrigada por tudo!!!
Com imenso carinho,
Regina Coeli

Anônimo disse...

Denise,
Concordo com você, receber comentários é motivo de alegria. Passar por aqui não é gastar, mas sim ganhar tempo, um tempo que engrandece a todos.
Um abraço.
Ivana.

Denise disse...

Olá Amapola, posso chamá-la assim?

Sinta-se acolhida com carinho e alegria no Tecendo Ideias, a casa é sua!

Olha, esta semana quase mudei a frase...rs
A estabilidade emocional se mostra na casa da gente tb, eu observei que fazia muito tempo que naõ "mexia" aqui, então troquei as frases coloridas (como as chamo) e resolvi manter a frase dos caminhos - acho que gosto muito dela tb...rs

Quanto aos nossos amigos e o desejo de visitar todos, se houvesse um jeito, que maravilha seria, não?? mas a gente faz o caminho andando, então, aos poucos vamos até onde temos de chegar.

E por falar em chegar...seja bem-vinda!
Um bjo

Denise disse...

Desde que não esqueça de mim, Manuel...rsrs

Ó, vc trate de esticar o pescoço pros lados, mas volta a olhar pra cá, combinado????...não dá pra ficar sem vc aqui!!

Um bjo queridão!

Denise disse...

Ah, Regina, vc sempre meiga, perfumada como tuas rosas, e acolhedora como poucas!

Que delícia é este mundo que nos possibilita conhecer pessoas e nos afeiçoar tanto, né? e aprender com cada uma, muitas vezes anonimamente.
Assino embaixo de tudo que disse, como vc, tb amo isto tudo.

Quem agradece sou eu, feliz com tua presença cheia de carinho. Que bom que mesmo em meio às mudanças da tua vida, não deixa de aparecer. Assim ficamos sabendo que tudo está bem contigo.

Um grande bjo e uma semana maravilhosa pra vc!

Denise disse...

Ivana, minha querida, que bom te ver aqui!

A presença de cada um é o que aumenta as possibilidades de troca e engrandece a todos nós.

Todos ganhamos, ebaaaaaaa!!!
Beijo!

Regina Rozenbaum disse...

Dê irmiga, amaaaaada!
Li e reli. Lembrei desse gosto especial que tinha em reponder a cada um até a época da cirurgia... Depois não consegui retomar mais. Fico encantada como consegue manter isso e visitar a todos. Sempre agregando...nunca é uma resposta qq ou um comentário que não demonstre sua cuidadosa leitura! Isso demanda para além de tempo...investimento amoroso! Você bem sabe o quanto é ES-PE-CI-AL para mim...só de ouví-la muda meu humor! AMOTE lindona do meu coração!!! OBRIAGADA!!!
Beijuuss n.c. e uma semana iluminada

Denise disse...

Vc tava fazendo falta aqui, Rê(zininha minha)!

Pois é Rê, não consigo mais visitar a todos como antes, me esforço ao máximo, e nas férias fiquei um pouco afastada do mundo (me dei umas férias....rs), mas não consigo abrir mão de responder às pessoas queridas que passam aqui...mais do que delicadeza, acho que é uma consideração com quem veio até mim e dedicou um tempo ao que escrevi - ou minha escolha de partilha, de autores que gosto, de garimpos que faço...aprendo quando me instigam a pensar, quando ampliam a mensagem da postagem, quando destacam um trecho e ele passa a "brilhar" diferente...vou tentar manter esta "mania" que adoro...independente de ter ou não comentários meus respondidos pelos amigos - cada um tem seu motivo e acato sem problema. Se permaneço mesmo assim, é pq a pessoa é importante pra mim, como teu caso - volto pq vc é ES-PE-CI-AL..adorava tuas respostas, mas é o que o Divã representa que me manteve cativa!

Bjãozão, irmiga, amada minha!

Cacá - José Cláudio disse...

Bom dia, Denise! Olhe , os meus prazeres se igualam. O mesmo tanto que gosto de escrever, tenho a satisfação em ler post dos outros e a interação nos comentários talvez seja a coroação desses dois momentos. Eu mesmo me espanto o tanto que aprendi e cresci nesses três anos de blogsfera e outros sites literários. Já, inclusive superei as telas em muitas amizades que foram transformadas em abraços e um cafezinho com pessoas de BH, RJ, SP, BA e RS. Esse é o lado mais espetacular da internet do meu ponto de vista. Abraços e uma ótima semana. Paz e bem.

Denise disse...

Bom dia, Cacá!

Pois é, quem desconhece este mundo, não compreende essa interação e estas amizades, que são reais.
Como vc, tb já ultrapasei o teclado e dei/ganhei abraços vigorosos, cheios de alegria pela possibilidade de estreitar laços, conviver. Aliás, há esse movimento em pequenos grupos, a desvirtualização é um fato!

Quanto ao aprendizado pela troca, pelas andanças ricas catando tesouros, não me canso de repetir o quanto agregou valor! É mágica esta interação!

Uma ótima semana pra vc tb, amigo!
Beijos

ValériaC disse...

Lindas suas palavras, alias sempre, não tem como ser diferente sendo a pessoa linda que voce é... acho maravilhosa esta interação que criamos com tantos amigos neste mundo virtual, no caso, e como gostaria de conseguir ler e comentar todos os posts que todos colocam, mas 24hs é pouco rsrsr.... ainda mais com tres blogs... mas a gente vai aos poucos visitando e alimentando estas amizades que nos são tão queridas, não é mesmo?
Minha flor que seu dia seja de alegrias...leveza...beijinhos
Valéria

Denise disse...

Pois é Valéria, sem a obrigatoriedade, a gente segue o ritmo do prazer - e isso é tudo que importa, estar onde escolhemos, por puro prazer.

Aprendi que somos meros espelhos, então vês em mim aquela que tu és...mas tb é uma escolha procurar ser melhor...eu escolhi ser melhor, mudar coisas que não gosto em mim, o problema é que a mudança não acontece vapt vupt...rsrs...mas não desisto!

Dias lindos pra vc, um bjo carinhoso.