“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


3 de fev de 2011

Seis atitudes para praticar o desapego



(1) Mudar o nosso relacionamento com as coisas. Na perspectiva espiritual não possuímos nada, somos apenas guardiões temporários.

(2) Lembrar que cada um tem um ponto de vista diferente e muitas vezes ninguém está certo. Dizer "Eu não concordo com você, mas aceito seu ponto de vista”.

(3) Praticar a doação livre de desejos, ao notar que estamos querendo algo dos outros.

(4) Não deixar que a felicidade dependa de algo exterior a si, especialmente dos resultados das nossas próprias ações e das ações dos outros.

(5) Perguntar às pessoas, cuja sabedoria respeitamos, como elas lidariam com a situação.

(6) Olhar para a situação através dos olhos da outra parte.


Mike George

2 comentários:

JOE ANT disse...

Copiei e diariamente tento analisar as minhas posições.
É um teste maravilhoso!
Mas, é conveniente tomar nota das suas próprias respostas diariamente.
Vai ver como se torna giro e tão díspare.
Terá a ver com o grau de apego?

Denise disse...

Desapegar-se, Joe, é um processo - e como tal, demanda tempo e a vigília dos atos. O grau do apego pode interferir aumentando o tempo ou o empenho, depende de cada um, não é?