“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


6 de jan de 2011




«Amar significa amar o que é difícil de ser amado,
de contrário não seria virtude alguma;
perdoar significa perdoar o imperdoável,
de contrário não seria virtude alguma;
fé significa crer no inacreditável,
de contrário não seria virtude alguma.
E esperar significa esperar quando já não há esperança,
de contrário não seria virtude alguma.»


Gilbert Keith Chesterton


Inspiração que recebi e compartilho.

12 comentários:

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Verdade Denise.
É muito fácil se vangloriar das conquistas fáceis, dos perdões singelos do dia-a-dia, enfim, quanto menos esforço e sacrifício, menor o valor.
Poucas e boas palavras!
Bjs querida.

Denise disse...

Oi Flávia. Que bom vc aqui, querida, compartilhando da mesma ideia.
É fato tudo que disse, o difícil é a vida fluir na gente nestas condições...o maior aprendizado está no que Chesterton afirma - que bom que a gente tem a vida toda pra aprender (ao menos tentar, né?)

Um beijo pra vc tb!!

Marli Boldori disse...

Denise,que paz envolve-me aqui em seu espaço,já visitei vc anteriormente,mas hoje está ótimo ficar aqui.Perdoar,palavra simples,porém trabalho mental cansativo,pois perdoar é muito difícil e precisamos perdoar e também sermos perdoados para vivermos bem,experiência própria,muito esforço para saber e aprender a perdoar.Um grande abraço!

Denise disse...

Oi Marli, é um prazer te receber, sempre que desejar.
A paz é uma construção - saber que aqui transmito um pouco dessa conquista nada fácil, é um alento e grande incentivo. É um aprendizado difícil o perdão, amar incondicionalmente, crer acima de qualquer coisa e entender que a espera é indispensável, pq nos tira do nosso tempo, levando-nos àquele que existe - e não é nosso. Dupla recompensa acontece, então. Mas nada nesse processo é fácil, vc tem razão. Mas vale, não é assim?

Um ótimo 2011 pra vc, o Naco de Prosa é um convite tb...esatei passeando por lá.
Um abraço forte e fraterno!

Bloguinho da Zizi disse...

Denise
A cada leitura uma lição, um aprendizado.
Trabalhar essas virtudes em nós é permitir que o Divino se manifeste.
beijinho

JOE ANT disse...

Já me baseei no mesmo tempo, na mesma circunstância: Alguém me enviou e eu retransmiti, com dois complementos.
Vidé:
>> http://joe-ant.blogspot.com/2007/12/amar-amar-e-quem-se-perder-que-se.html <<
...
Nada tenho a perdoar...
Mas muito ser perdoado.

Denise disse...

Verdade, Zizi - e de difícil compreensão e aplicação. A boa notícia é que sempre podemos recomeçar...e o Divino se manifesta nas tentativas tb...
Um beijo!

Denise disse...

Já, já vou lá ver, Joe.
Eu tb acredito que temos mais faltas do que a perdoar.
Um beijo, meu amigo!

Cida disse...

Lindo demais, Denise!

Obrigada por compartilhar conosco!

Beijinhos

Cid@

Denise disse...

Amigavó, fico feliz em dividir o que aprecio - e penso que os amigos possam gostar.
Um grande beijo!

Anônimo disse...

Sou fã do Padre Fábio de Melo, ele regravou uma música linda chamada O PREÇO DE UMA VIDA. Gostei das publicações com mensagens que transmitem fé, amor e esperança, lindo seu caminho do bem.Um bom dia!

Denise disse...

Ah, que pena Anônimo...vc não se identifica, como "converso" com vc???...rs

Achei a música triste - procurei pra conhecer - mas concordo...de que vale a vida sem sonhar??? eu não desisto...rs

Os caminhos...são muitos, ilusórios, traiçoeiros, benditos, desafiadores, encantados...e múltiplos...pode-se mudar a direção, escolher rumos novos, optar pelo inédito, ceder às encruzilhadas mais atrativas...e aprender com as escolhas - antigas e novas. Eis o caminho da vida!

Ótima tarde pra vc!