“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


26 de set de 2010

Não, mar.

Não queira lamber as lembranças

em que estou a mergulhar...

Não as leve para o fundo

- porque bem perto delas, quero ficar -






6 comentários:

Lua Nova disse...

Lembranças escravizam... melhor deixá-las ir... melhor deixar o mar levá-las...
Beijokas, Denise.

Regina Rozenbaum disse...

Dê, moça linda de viverrrr, amada minha.
Foram tantas emoções (agora entendo o Rei rsrs)e outras tantas coisas acontecendo nesses dois últimos dias que o tempo ficou de pernas curtas por demais! Tô tentando aspirar com minha'lma suas últimas postagens... Sinto um certo tom, intenso, de algo que me (pre)ocupo...Prefiro - como sempre faço - nessas ocasiões, aguardar o amanhã... para nessa noite me inspirar através das "viagens".
Aqui, mudando o rumo da prosa...melhorou um cadim? Seguiu a receita da Dotôra cabeça de alho?rsrs
Mais uma coisa que urge: fiquei emocionada por dimaiiiisss com a visita, partilha e amor deitados no Divã por suas amadas (já podem ser minhas tumém?):Zizi, Ana, Jeanne, Ivana, Rêjane, Cida, Teresa... Espero não ter me esquecido de nenhuma,pois da amorosidade tô embriagada inté agora, trocando as ideias, embolando as palavras... Mas algumas saem em constância, sem tropeço: AMO VC DE VIVERRRRR!!!
Beijuuss nesse coração de oiro (como dizem meus amados portugas)

www.toforatodentro.blogspot.com

Denise disse...

Oi, Lua Nova...concordo com vc, mas algumas são doces, singelas, bonitas, e alimento para a alma. E são essas que não quero que o mar leve...rsrs
Se a gente se desfaz de toda a vida, o sentido "do agora" fica desconexo...rs

Bjos pra vc tb...

Denise disse...

Ô Rê, e tem como ser menos intensas, saindo de onde saem???...rsrsrs
Te preocupa não, são frutos de "expervivências" bonitas, momentos fortes na vida, aprendizados e transformações inevitáveis.

Mudando o rumo da prosa...rs...tô milhorzinha sim, Dotôra, fididinha d'alho, mas mió!...rsrsrs (obrigadaaaaa)

Já falei lá no Divã e repito aqui, nossas amadas estavam "expervivendo" conosco, e isso pq estão na mesma "freqüência amorosa", e isso é maravilhoooosoooo!!!!

Obrigada pelo carinho, Rê. Careço dizer que eu tambéééémmmm???
Bjo enorme, com muita alegria por te ver irradiando VIDA no DIVÃ!

manuel marques disse...

O tempo nada mais é do que a distância entre as nossas lembranças .

Beijo.

Denise disse...

Manuel, mais uma pra eternizar...AMEI, é uma definição perfeita!
Beijo, meu querido!