“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


7 de ago de 2010

Dia dos Pais



Ser pai deve ser tão difícil e maravilhoso como ser mãe. São duas metades de uma mesma medida de amor - e de responsabilidade.
O meu pai não tinha trinta anos quando nasci - sou sua primogênita - e por fotos vejo formas que minha memória olfativa registrava. Sim, lembro do cheiro de pai, e de sua voz. As lembranças de imagem começam sempre pelas duas contas azuis: seus olhos lindos, hoje mais tristes. A sua estatura sempre alta na conduta, bem maior que a física, e seu jeito quieto, observador e silencioso deve ter vindo junto com algumas outras heranças genéticas.
O centro de seu mundo era - e ainda é - a família, pra ela viveu e fez, a vida toda, do seu jeito e às vezes sem jeito...
Nos últimos anos, acalentou o sonho de ser bisavô, e quando afinal, o bisneto chegou, a alegria que seu rosto transmitiu inundou meu coração de gratidão - a Deus e ao meu filho, por esse presente tão esperado.
Quando os vejo juntos, penso que somos quatro gerações a viver o amor - de pai, de filha, de mãe. E de filho, de avô, de avó e bisavô. Confuso...rs...mas tão lindo que preciso dizer: obrigada meu pai, por tudo que me dá de bom, feliz teu dia! Meu carinho e amor.




No dia das mães, escolhi homenagear minha nora, não seria diferente no dia dos pais: escolho meu filho, o pai do ano, para homenagear.
Quando pela primeira vez pôs seu menino nos braços, eu estava presente. Foi um momento que eu sonhei ver, mas que minha imaginação subestimou a grandeza da cena. Seus olhos eram duas fagulhas que explodiram, apesar de mergulhadas na emoção. Seu sorriso derreteu meu coração, e essa cena, do meu menino segurando o seu, ficou presa na retina da minha memória - uma das mais lindas que já presenciei.
Mas isso faz cinco meses, e inúmeras cenas que observei desde então, enterneceram meu coração de mãe, alegrou meu coração de avó. "Tô louco pra ter meu moleque" não era força de expressão, ele estava pronto para ser pai, e que pai se revelou: comigo dividiu os primeiros banhos, aprendeu a trocar fraldas, a roupa, segurar no colo, por pra dormir.
Ele é mais do que pai atencioso, ele é apaixonado! É verdade que seu filho é apaixonante, mas ele está escrevendo, junto da mulher e do filho, uma linda estória de amor, uma caminhada de pai cuidadoso, uma trajetória traçada no ventre - quando o sonho e o desejo eram a matéria prima que recheavam aquele amor que cresceu junto com o bebê que se desenvolvia.
Eu olho os dois e meu coração se aquieta, sereno ele registra que aquele bebê, ao crescer, terá as marcas do amor paterno em profundidade, no seu coração. O pai já o tem cravado no dele, e marcado está seu nome na pele.
Quando paro pra falar deles, percebo como o tempo andou rápido, e agradeço por ter iniciado minha família bem jovem, isso me permitiu viver esta realidade com disposição, posso curtir esse neto e assistir a evolução dessa nova família, compartilhar de momentos que fazem a vida valer a pena - e sentir o amor transpirar nas mais lindas emoções.

Parabéns meu filho, pelo teu primeiro Dia do Papai!

Amo MUITO vocês três!!

6 comentários:

Rejane-Enajer disse...

Parabéns ao filhão!! bela foto!!
( apesar de discreta, a foto, dá para ver que ele é belo!).
Beijão e bom domingo.

Regina Rozenbaum disse...

Ai Dê que homenagem mais ternurenta, só amor! Beije todos esses amados seus muiiiiito...com esses lábios generosos de seu TE/SER. Um domingo ILUMINADO pelo PAI para todos os pais!!!
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Denise disse...

Obrigada, Rê, ele é mesmo, e não é corujice de mãe 'apenas'...rsrs
A foto é deles dois há 4 meses atrás, eu bati e é minha preferida, até aqui, dos dois juntos.
Bjos, que teu domingo tb esteja sendo ótimo!!

Denise disse...

Rê, amada minha, a homenagem não poderia ser diferente do que sou - e essa imagem de meu filho com o seu menino é de uma ternura sem tamanho...acertou, queridona!!
Senso assim só posso TE/SER o que existe, não é amiga?
Que nosso abençoado domingo recepcione uma semana maravilhosa!
Bjosss

Ivana disse...

Oi Denise,

Uma família é linda quando consolidada no amor. A sua é!
Muito bonita a homenagem para seu filho e também para seu pai. Um abraço e uma semana cheia de paz para você, vamos nos falando...bjs
Obs. grata pela visita e pela palavras sempre gentis.

Denise disse...

É sim, Ivana. O amor é a estrutura mais sólida, ele é a base das relações humanas - e muito presente na minha família, vc acertou.

Obrigada, minha querida. Que tenhamos dias maravilhosos - eu vou fazer o máximo para que assim seja!

Vamos nos falando sim!
Bjo carinhoso