“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


24 de jun de 2010

Perdão


"Todos nós conhecemos a raiva. Todos nós buscamos a paz e reconhecemos o valor do perdão. A raiva destrói, a paz restaura e o perdão cura. Esta é a jornada que podemos aprender a fazer. Para isso, precisamos entender a verdadeira causa da raiva, descobrir a verdadeira fonte de paz e revelar a face iluminada do perdão."

4 comentários:

manuel marques disse...

Na falta de perdão, abre-te ao esquecimento .

Beijo.

Anita disse...

sábias palavras!! adoro seus textos.

Denise disse...

Eu fui procurar a autoria, Manuel, pq já conhecia mas não lembrava. Tão profundo, que vou tomar a liberdade de publicar tua delicada observação, sempre muito pontual, inteligente e elegante. Adoro te ver por aqui!!
Bjão!!

Denise disse...

A Organização Brahma Kumaris publica pensamentos fabulosos, Anita. Eu os recebo e compartilho aqui.
Que bom que vc curte!!!
Bjos