“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


15 de jun de 2010

NOVAS CIRCUNSTÂNCIAS CRIAM
OPORTUNIDADES DE PROGRESSO.
Sem progresso, a vida não tem dinamismo. Em novas
circunstâncias, dão-se asas a novos sonhos, iniciam-se
novas experiências, surgem novos fatos, que proporcionam
novas culturas. Não rejeite o que é novo. Coisas novas são
mensageiras enviadas por Deus para renovar sua vida.
Do livro Preceitos de Luz
Masaharu Taniguchi
Dubai - Isuzu Imagens


14 comentários:

Tati Pastorello disse...

Oi Denise, sempre tive muita dificuldade em lidar com mudanças, mas de uns tempos para cá elas tem sido tantas (tão grandes e frequentes)que já ando me acostumando... Pelo menos tenho crescido! hehe
Beijos.

Denise disse...

Oi Tati. Bom te ver por aqui, minha querida.
A mudança assusta um pouquinho pq nos tira da zona de conforto, lugar conhecido e "seguro."
Situação nova pode até parecer ruim, causar desconforto passageiro - mas é o meio pelo qual a vida flui e tudo que precisa ser transformado, muda. Com o tempo a gente não resiste mais e tende a aceitar de bom grado o novo. Que bom que aprendemos a confiar, né?

Bjos pra vc tb!

Jeanne disse...

Gosto de mudanças porque sempre representam um desafio.
Canso com rotinas...
Beijos

Bloguinho da Zizi disse...

Lindos os ensinamentos da Seicho-no-Ie. Sempre uma mensagem tocando fundo.
Dê, tem um selinho pra vc no Bloguinho da Zizi.
E grata por estar sempre presente por lá.

Paula Betzold disse...

Denise, lindo lindo, to aprendendo que preciso muito mais do que imagino das mudanças! beijos

ValériaC disse...

Linda mensagem...excelente conselho...enfrentemos o novo sabendo que aconteça o que acontecer, só iremos aprender com ele...

Lindo dia pra ti!
Beijos
Valéria

Denise disse...

Jeanne, o aprendizado "pede" o novo, e quebrar a rotina é dar chance para que entre, né não amiga?

Beijos

Denise disse...

Bom dia Zizi!

A gente sempre encontra o que precisa pra aprender, né?
Imagina, eu não saio de lá pq amo tudo que encontro!!!
Vou lá buscar o selinho, ok? Obrigada, pelo selo e pela amizade!

Beijos, querida!

Denise disse...

Pois é Paulinha, a gente vai ganhando com o que consegue mudar, e quando percebe que não perde, mas ao contrário, ganha, encara com bons olhos as mudanças. As adversidades são as maiores "fornecedoras" de oportunidades. A gente as teme, mas aprende que não precisa!!
Vc está no processo querida, não desanime...rs

Beijo carinhoso

Denise disse...

Obrigada, Valéria! Tua presença sempre me alegra!

A gente acaba entendendo que não é ruim passar por processos de mudança, né? E quem tem suficiente clareza disso, aproveita mais, se beneficiando dos eventos "ruins" que são meios de aprendizado. Dói, mas é inevitável...

Linda tarde pra vc, minha querida!
Bjo carinhoso

Julio Cesar disse...

Oi Denise..um dia e tu causa saudades...
não, não sou eu, isso é propriio de quem é maravilhoso. E tu és.
(...)
A própria (nossa, preciso encontrar outra palavra!kkkk)
imagem da folhinha mostra que os padrões podem ser mudados. Não há nada que tenha ou que deva ser engessado. Um predio, nesse formato, poderia parecer uma aberração para um engenheiro civil, mas que para um arquiteto é uma leitura, uma forma de contextualizar, formas e utilidade. A harmonia não precisa ser esquecida em prol da economia ou suposta melhor eficiencia...
Inovar e buscar novas equações, novas funciionalidades, enfim, a busca pelo renovar e inovar, que podem sim, e devem sair do concreto e adicionar-se no abstratismo da subjetividade da nossa vida.
O fazer diferente do que foi feito, dar espaço para receber o novo, é fantástico.
um ojieb...
(é que eu estava tapando seus olhos com os 4 dedos unidos...bobagem...coisa de criança...)
por isso quero suco...'migaaaa'*...
toma comigo...

Zezinha Sousa disse...

Olá, Denise, lindo texto, vim te desejar uma Boa Noite. Sabe, sempre gostei de mudanças, a vida fica mais interessante, devemos estar abertos pra elas. Bjos!!!

Denise disse...

Olá, Julio! que delicadeza tua, vc assim me estraga...rsrs
Fala do novo e suas diversas maneiras de manifestar-se para cada um de nós - que verá e viverá de sua maneira. Sim, concordo. Tá bom o suco? amanhã só bebida quente, café, chá ou chocolate - pra combater o friiiiiooo...rs

Importa que a gente não esqueça de inovar, reinventar, restaurar, resgatar, aceitar o novo!
Beijos!!!

Denise disse...

Então somos do mesmo time, Zezinha - mas já fui resistente a elas, até entender que era saudável mudar. Nem sempre a gente consegue sem sofrer, mas esta lição a vida nunca deixa de ensinar...
Bons sonhos pra vc tb, e um ótimo novo dia para viver!!
Bjinho