“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


11 de jun de 2010

Acento


A nova ortografia da nossa língua portuguesa levou embora o acento agudo das minhas Idéias...rs
Eu não tinha atentado pra esse "detalhe", foi uma amiga quem alertou: escuta, ideias não perdeu o acento na nova ortografia? Fui atrás pra ter certeza...pois não é que perdeu???
[Será abolido em palavras terminadas com “eia” e “oia” (ex: idéia e jibóia serão escritos como “ideia” e “jiboia”]

Isso me levou a pensar em duas coisas, bem óbvias, mas desde quando a gente vê de cara o óbvio?
Então, a palavra perdeu o acento, mudou a ortografia. Simbolicamente, pensei na infinidade de coisas que a gente perde na vida - e no quanto ela (vida) muda por conta dessas perdas, e muitas vezes nem percebemos, como na questão do acento. Passa "batido", e então me perguntei: - a mudança ortográfica alterou a freqüência dos amigos no blog? Alguém percebeu e não comentou? acho que a resposta é não para as duas perguntas. A gente vive no tumulto, e não olha "detalhes", não enxerga pequenas mudanças. Damos atenção para tudo que menos importa, no final das contas.
Essa reflexão me leva além, chegando aonde importa, que é a essência. Lendo Negrelli Jr me deparei com estas palavras: "Mesmo possuindo mecanismos de defesa inadequados, estes não modificam a essência de uma pessoa. A essência de uma pessoa é algo perfeito e bom, não existe essência ruim, o que existe é comportamento ruim."
Refletindo sobre isso, dá pra entender que o que pode - e precisa - ser corrigido, é o comportamento, porque a essência boa não precisa nem pode ser alterada. Ela já é boa, inerente. Esse princípio me levou direto a outra coisa óbvia: a compaixão, a generosidade em olhar para as pessoas, passa por aí, se enrosca nessa premissa generosa, que vê no outro o potencial de bondade - que não anula todo seu ser, sua vida, em função dos erros que comete. Comportamentos que sofrem mudanças visando corrigir erros são resultados dessa parte boa que existe na gente, que nos mantém humanos. Esse entendimento não desculpa, não justifica, nem despreza a importância dos valores, mas assume diante de si mesmo e dos outros, uma postura de quem mais do que aprende com os próprios erros, torna-se capaz de perdoar, aproveita para crescer, e para olhar para seu semelhante com menos severidade.
Será que viajei muito??...rsrs
Bom, concluindo, a língua portuguesa faz alterações constantes, visando aperfeiçoar as regras de escrita. Nós, mudamos coisas em nossos comportamentos, procurando melhorar nossas atitudes, para atender às regras de boa conduta.
Nesta altura da vida, já mudei muitas coisas necessárias, preservando a essência. Outra perguntinha se insinua...é a maturidade que permite que a gente pense sobre essas coisas? ou isso é coisa comum entre todos nós, mortais falíveis?
Tá bom, tá bom, já está de bom tamanho esta reflexão, então agora vou alterar a escrita no título do blog, para atualizar a ortografia (que atualizada já estava...rs).
A gramática mudou a escrita, mas a essência do blog, em nada!!

14 comentários:

Paula Betzold disse...

Denise, amei tua viagem... tudo por causa de um acento a-do-ro quando isso acontece!!!
Olha, te ofereci um selinho la no blog, fique a vontade se nao quiser ta? beijos

Marliborges disse...

Denise,
Que fica engraçado ideia sem acento, ah, isso fica. Mas a gente acostuma...

Interessante a reflexão sobre essência e comportamento. Eu sempre entendi que a nossa essência interior, praticamente determinava nosso comportamento exterior. Nunca ocorreu-me que pudesse ser de outra forma. Vou pensar.

A maturidade modifica tanto nosso comportamento, que até acho que muda nossa essência. Claro, mexe com tudo! Sei lá...hehe. Bjssss amiga, bom findi.

E essa vovó, tirando de letra a vovozice?

Anita disse...

eu ainda estou me acostumando com as novas regras, devagar eu chego lá.

Cida disse...

Com certeza que não, amiga.

Entre todas essas frases tão lindas, destaco essa: a essencia da pessoa é sempre boa, o que muda é o comportamento.
Que bom, não é?
Afinal, o comportamento, com um pouco de boa vontade, a gente consegue modificar.

Bjsssss e tenha um excelente final de semana.
O meu, com toda certeza vai ser, pois meu filho, nora e neta estarão aqui comigo.
(Só cá entre nós: a saudade já estava me matando - esse negócio de morar cada um em uma cidade, é muito difícil!...)

Cid@

RESILIÊNCIA disse...

Denise

Nada mudou... principalmente esta imensa sensibilidade que tens, que doa e nos brinda todos os dias.
Um grande abraço

Regina Rozenbaum disse...

Denise, amada!
Para mim essa mudança ortográfica é uma bobice... e por enquanto não são elas que irão me impedir de escrever do jeito que gosto. Continue tecendo suas idéias ou ideias pq como diz, amadíssimo, Rubem Alves: "As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Denise disse...

Oi, Paula, muito obrigada pelo carinho, vou lá buscá-lo!

Pois é menina, eu estava com o livro na cabeça, e fiz um link enquanto fui escrevendo...a subjetividade tem dessas coisas, que pra gente faz o maior sentido, mas pode ser que não faça pra mais ninguém...rs
Bjos!!

Denise disse...

é difícil mesmo, né Marli, pq a gente tem ideias (SEM ACENTO!!!...rsrs) construídas pelo que aprendemos, nos dizem que é "certo". Mas pode ser relativo. Sob uma ótica, parece fazer sentido, mas sob outro olhar, fica diferente. O autor deu um exemplo para ilustrar sua afirmação, e eu refleti pensando mais ou menos assim: um homem pode ser desligado para perceber algumas coisas na sua parceira, por exemplo, mas pode ser um pai super atento e um chefe detalhista. Então, não lhe cabe o título de "desatento" ou displicente. Ele pode até ser 9ou estar sendo), em alguns aspectos, mas isso não faz dele um homem sem atenção. Generalizar é uma temeridade.
Não sei se o exemplo é bom...rs...acho que vou pensar em outro...rs

A maturidade altera comportamentos, claro que concordo, pq muda a visão de mundo, mas veja, se sou avó carinhosa com este neto- ser carinhosa é essência - devo ser com todos, certo? Estou tirando de letra, amando essa nova fase e esse novo papel. Às vezes nem acredito que sou vó daquele mocinho...rs

Bjos, ótimo fds pra vc tb!

Denise disse...

Pois eu tb, Anita, não fosse minha amiga chamar minha atenção, ia tecer ideias - com acento - por um tempão ainda...rsrs
Bjo

Denise disse...

Ah! Cida, nem me fale em saudade!!

É verdade minha amiga, com boa vontade a gente faz todas as mudanças possíveis, principalmente, as necessárias. Mudar pode não ser visto como mérito, mas mudar pra melhor, acho que sim...modificar hábitos, ajustar comportamento, ter atitude, isso é viver buscando conquistar nosso melhor potencial. Não existe verdade absoluta, e mesmo que existisse não me pertenceria, apenas procuro o entendimento, reflito, questiono. E as respostas que encontro certamente são pessoais, embora me permita aprender com as opiniões diversas às minhas...mas, neste caso, são semelhantes às tuas.

Aproveite muito teus dias em família, curta um montão eles todos, minha amiga!
Bjos, amigavó coruja!

Denise disse...

Ari, tua presença me enche de alegria, é uma gostosura retribuir a visita e encontrar a lindeza e a sensibilidade que teus textos têm. A gente vê mesmo nos outros, muito de nós!!
Abraço pra vc!

Denise disse...

Pois é Regina, a forma de escrita não muda a essência do que quero transmitir, nem muda o que já foi escrito por tantos filósofos, escritores, pensadores. Com certeza usarei da ortografia que conheço até adaptar-me às novas normas. Eu quero ver o mundo melhor, e isso sim, é importante!!

Beijos, minha querida. Ótimo fds!

ValériaC disse...

Amei seu texto...refleti sobre as suas reflexões...tudo muda amiga...podemos estranhar como na ortografia...mas se nos amadurecemos e mudamos...que seja sempre pra melhor...que a nossa essência onde está contida e as vezes escondida nossa perfeição, se manifeste e se exteriorize, na forma de um ser humano melhor a cada dia.

Lindo final de semana pra ti!!
Beijinho
Valéria

Denise disse...

Vc foi absolutamente perfeita, Valéria, nas tuas considerações!! Que assim, seja, sempre!

Um ótimo domingo, depois de uma noite linda...feliz dia dos namorados!!
Bjos, querida!