“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


13 de mar de 2010

Sobre-viver!


A vida é feita de momentos e a gente sempre quer que seja de bons e deliciosos momentos.

Mas o que fazemos para que isso aconteça?

Será que realmente desfrutamos dos sonhos que temos?

Será que tem gente que ainda sonha?

Será que sabemos a real diferença entre viver e sobreviver?

Já reparou que passamos a maior parte do dia envolvido em trabalho, com chefe chato, com colegas que não suportamos e queremos nos ver livres, com prazos mais do que curtos para entregar um trabalho, pressões, reclamações, pressa, contas a pagar, congestionamento...

Queremos o prazer sempre, mas damos mais e maior atenção às coisas que mais nos desgastam, irritam e tiram nosso sono. Que tiram a nossa felicidade!

Isso é uma incoerência. Se queremos a felicidade e o prazer temos que buscar no lugar certo. E este “lugar” é dentro de um abraço de quem amamos, em uma palavra de afeto, na gentileza, na amizade, nas risadas e gargalhadas que damos com um grupo de amigos, nas festas de aniversário, no nascimento de uma criança, viagens, em tomar um sorvete gostoso, andar de bicicleta, ver um filme interessante, cozinhar, receber amigos em casa, almoçar com a família... Cada um de nós pode acrescentar muitas coisas nessa lista, de acordo com aquilo que valorizamos. Isso é o que tem importância para nós.

Mas o que está acontecendo com as pessoas? Tristemente passamos mais tempo dedicados aquilo que nos desagrada e a coisas que não preenchem nossa vida de alegria verdadeira.

Os nossos valores mudaram...que pena...podemos lamentar e achar que faz parte do mundo globalizado, que é normal isso no século do estresse. Ou então, podemos fazer uma profunda reflexão dos caminhos que estamos traçando na nossa vida e reformular o trajeto que queremos.

A escolha é nossa!

A responsabilidade é nossa!

Será que a vida está boa pra você assim do jeito que está?

Pare e pense, você está verdadeiramente feliz? Espero que sim, mas se a resposta foi não, espero que você faça alguma coisa nesse exato momento para mudar isso enquanto é possível, enquanto se tem tempo para isso. Afinal, só não há mais tempo quando se está morto.

Se você quiser parar de reclamar e viver o que deseja, essa oportunidade está em suas mãos. Você escolhe se quer ou não.

Espero, imensamente, que você escolha ser feliz de verdade, deixando de se enganar e de levar com a barriga algo tão precioso como a vida e as pessoas e os momentos que fazem parte dela.


Espero que você encontre a felicidade e o prazer nos lugares certos!

Abrace mais, sorria mais, ame mais, sonhe mais, realize mais, viva mais!!!


Autoria desconhecida


“Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar”
(Frejat)

7 comentários:

Enajer disse...

Denise, se vc não assistiu ainda,
procure ver o filme VERÔNICA DECIDE MORRER-é muito bom !!

Eu fiz uma postagem sobre ele no meu Blog , dá uma olhadinha lá, ok?
É IMPERDÍVEL!!
Bjosss

Enajer disse...

Simmmmmmm, obrigada pelo comentário em meu Blog do jardim-adorei viu?(rsrs)Volte sempre!!
Bjss

Marliborges disse...

Querida Denise, belo texto, li e agora estou refletindo em voz alta: quando é que a gente vai aprender mesmo a colocar em prática a felicidade? Viver, amar, sorrir, etc, etc, fazer mais as coisas que nos agradam? Caracas, não sou nenhuma demente que pensa que a vida é só prazer, mas, qual é, temos que dar uma mãozinha pra descomplicar as coisas, ter jogo de cintura, afinal a vida não brinca em serviço, e azar nosso se embarcarmos nessa canoa furada e ficarmos só engolindo essas chatices do dia-a-dia. Temos de neutralizar...rsrs. Beijo grande amiga e obrigada pelos seus comentários lá no meu cantinho.

Denise disse...

Já estive lá, comentei uma crônica ótima da Martha Maravilhosa Medeiros...rs...e voltei agradecer a dica do filme - vou assistir!! - e o carinho da visita.

Quanto ao blog do jardim...hj estive passeando por lá, e o deixei "aberto" curtindo o som enquanto navegava um pouquinho. Delícia!!

Bjos e ótimo domingo!!

Denise disse...

Olá, Marli! Que bom tê-la aqui...com esse jeito gostoso de falar, direto e descomplicado - como deveria ser a vida.

Eu penso que gastamos tempo demais presos nos momentos ruins, apegados àquela dor que nos dá identidade - ainda que de sofredor! - e esquecemos de valorizar os aspectos positivos que deveriam impor-se no cotidiano. Faria toda a diferença arejar a vida com lufadas frescas de bom humor, ternura, positividade, carinho gratuito, risos...cortejar a felicidade com sabedoria. Tão melhor por o foco no bem, no bom e na paz. Tão menos provável adoecer, ter desafetos e conflitos. Concordo com vc e assino embaixo! Aliás, adoro te ler, estou sempre por lá!...rs

Bjo e um domingo cheio de amor, diversão e paz!

neli araujo disse...

Oi, Denise!

Andei correndo nas últimas semanas, mas foi para fazer algo que me deu prazer, e com certeza trouxe alegria a muitos corações.

Gostei muito deste post, que tem muito a ver com a forma como estou tentando viver!

Tenho pensado muito em como gasto meu tempo...acabei saindo do orkut...só dou aulas para alunos que estão a fim de estudar comigo...não dou mais aulas sexta-feira à noite...quando não quero cozinhar, vou na comida à quilo...enfim, tenho valorizado a minha vida, as coisas que faço e que me dão prazer, e as pessoas que são importantes nesta minha caminhada.

Uma beijoca, linda!

Denise disse...

Oi Neli, que delícia saber que não te vi mais no meu orkut por decisão tão lúcida e bacana como essa que vc descreve, orientada pela conscientização de prioridade, prazer e querer. Chega um momento em nossas vidas em que isso é tudo que importa, mesmo!!!

Acho que refletir sobre essas questões que o texto traz é o caminho para as mudanças...afinal, só aquilo que está nos incomodando nos faz pensar, pq o que está bom, usufruímos.

Também estou saindo de dias vividos em absoluto prazer, alegria e emoção, mergulhada no amor que restaura a alma da gente. Mesmo por razões diferentes, acho que estamos em momentos semelhantes, amiga. Então ouso dizer que sei quais são tuas sensações e a energia que flui...vamos aproveitar essa lindeza de momento???

Bjos e ótima semana pra vc!