“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


26 de jan de 2010

O amor que os torna cúmplices

Casais que lavam louças juntos são mais felizes, diz estudo estudo publicado pela Universidade de Ontário, no Canadá, revela que casais que dividem as responsabilidades domésticas são mais felizes e satisfeitas que famílias com outros modelos de divisão de trabalho.




Pelas andanças na internet, me deparei com essa pesquisa que revela a estatística diante de modelos comparativos de casais. Entretanto, muito mais relevante, ao meu ver, é o que os leva à realizar essa tarefa, juntos. E já fica respondido, uma vez que, pelo fato primeiro de serem dois, casal e dividirem uma vida, compartilham tarefas, por estarem juntos.
Contudo, também é fato que poucos arranjos nesse sentido podem ser observados na prática dentro da sociedade que vivemos, embora os homens estejam contribuindo mais no desempenho de tarefas domésticas. Porém, a proposta de foco aqui é outra...falo do amor orquestrado pelo prazer íntimo de estar com seu parceiro, fazendo companhia simplesmente, cuidando do cotidiano, ou, o que envolve o lavar louças juntos. A cumplicidade existente entre ambos estabelece essa interação amorosa, apagando a tarefa e enaltecendo o sentimento.
O casal que se ama, lava louças juntos pelo simples prazer de estar próximo, de partilhar o momento, somando a delícia de...estar junto...amando estar ali, amando o outro.
É o amor quem lava a louça!!

6 comentários:

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Denise, linda reflexão como maravilhosa é a cumplicidade, o com-partilhar... Realmente, "é o amor que lava a louça", que prepara o alimento, etc. Estas são carícias para a alma também. Beijos.

manuel marques disse...

Cá em casa é tudo a meias.

Beijos.

Denise disse...

Pois é, amiga. Era deste amor que te falava...o único em que acredito. Ele prepara a comida, mas o banquete é outro, não é mesmo?
Beijos

Denise disse...

Que bom, Manuel. Dividir, neste caso, soma.
Beijos

Maria Tereza Venzke disse...

Amiga amada....
Este blog está fantástico...
pura sensibilidade, pura inspiração....

Parabéns!

beijão na alma...

Denise disse...

Quando a gente vive e aprende, tudo fica visível, não é assim, amiga?

Neste caso específico, a pesquisa puxou a experiência, mostrando que lavar a louça juntos não é "causa", mas efeito. Mas esse pensamento (argumento) não é só meu, portanto, não vou desenvolver a idéia toda...rs

Tua presença me alegra....bom tê-la por perto, sempre!
Bjos