“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


18 de jan de 2010

Crescer...


"O descontentamento é o primeiro passo na evolução
de um homem ou de uma nação."
Oscar Wilde


Esta frase me trouxe ao teclado. Ela me fez pensar no que move as pessoas, e estar descontente impulsiona, leva a tentativas de mudar o panorama. Aliás, parece mesmo que a indignação é o ponto de partida. Estar em desacordo com o que vê, ouve, percebe, vivencia. "O calo precisa apertar", então a gente se move. Se o grito fica preso na garganta, em algum momento divisor a mobilização acontece na direção da ação.
Toda situação de confronto desgasta, mas são imperativas para que se operem as mudanças, e a vida possa tomar o rumo que pretendemos. Existem coisas que queremos fazer, outras, que precisamos. Naturalmente que aquelas das quais dependem nosso desejo, são as que nos levam primeiro à ação.
Crescer implica em aprender o que ainda não sabíamos, em agregar conhecimento, evoluir a condição humana, reunindo o potencial existencial que compreende mente e espírito. Somos um conjunto muito bem orquestrado pela natureza criadora, em condição única de evolução espiritual, sujeitos a todas as infinitas possibilidades para atingirmos a escala maior da grandeza evolutiva.
Muitas vezes, o que nos falta é o cllck para dar start à revolução interior, vindo de alguma quebra importante no rígido sistema interno, o fim de algumas expectativas, ou ainda a revelação de fatos e situações inadiáveis ao comprometimento com a felicidade. Em conseqüência, obrigatoriamente surgirá o reflexo substancial no exterior que nos rodeia, em quem nos percebe, na vida que nos integra e mantém parte do grande todo. Ainda que distorcida da nossa realidade, o mundo lá fora entende que algo mudou. O mundo de dentro se adapta, corajoso. E a evolução segue seu curso, até a próxima parada, quando se renova a ação e o circuito novo surge diante do desafio que é crescer...

2 comentários:

manuel marques disse...

"Por muito cuidado que se tenha, educar é podar; deixar crescer com toda a força o ramo que nos agrada."

Agostinho da Silva.

Denise disse...

Que beleza, Manuel!!!!
AMEI!

Tua passagem por aqui deixa um lastro de sabedoria, questionamentos importantes, sínteses poderosas...eu gosto muito!
Grata pela contribuição.

Bjos