“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


30 de dez de 2009

Pensando...


É no exílio interior que encontramos o que buscamos nos arredores da vida e nenhuma vizinhança é capaz de responder. Não habita lá fora, está guardado no peito, esperando a chave girar para revelar-se. Muitas vezes perdemos a chave, mas um novo segredo é providenciado.
Se nos perdermos no caminho, não há problema em recorrer ao mapeamento interno, ele nos direciona sem ônus algum. E no cantinho de "achados e perdidos" ficam armazenadas as informações que não retivemos no instante da procura, basta acessar.
Esse caminho - da exploração interna - é o único que nos mostra o caminho. Ficou bom o trocadilho...rs

2 comentários:

Rejane disse...

Denise, um feliz ano novo para vc garota inteligente e linda! Que o ano vindouro seja de muita paz, saúde e amor na sua vida.
Continue tecendo idéias maravilhosas e compartilhando conosco .Você faz a diferença!!Um grande abraço!

Denise disse...

Obrigada, Rejane. Você é muito generosa, teus olhos me melhoram muitíssimo...rs
Desejo o mesmo pra ti, que 2010 seja um ano amigo de teus desejos, e que continue semeando idéias no teu espaço tão agradável de estar.

Você também faz a diferença!
Bjos