“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


18 de dez de 2009

Essa necessidade tão humana...


Compartilhar é uma grandeza que desconhece vaidades. Acima de tudo, está o sentimento, que surge na intenção, na palavra, no gesto.

2 comentários:

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Denise, compartilhar para mim é: permitir, singelamente, que as almas possam conversar entre si. Beijo.

Denise disse...

E sabemos que essa "conversa" só acontece na entrega, no abandono à outra alma...e do medo, sem o qual tudo é possível.
Grata pela visita sensível...ou devo dirigir-me a uma alma despojada que dialoga com a minha?...rs
Bjos