“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


19 de nov de 2009

Reinventar-se

Temos a sorte de possuir a capacidade da reconstrução, de refazer-nos, criar meios para inovar e transpor. Algumas práticas ajudam a mudar, criar e construir. Me refiro a imaginação de sonhos sendo concretizados. Nossa mente tem a habilidade de formar as imagens que quiser, e usarmos dessas visualizações é nos colocarmos na ante sala da realização. Os sonhos, os desejos, existem para que vivamos nossa sina e busquemos as mudanças, os aprendizados, o auto conhecimento.
Os cenários das mentalizações podem ser no âmbito pessoal, profissional e afetivo. A vida não é estática, o solo por onde andamos é fértil, e nosso coração é aberto ao novo. O nosso espírito é sedento de mudanças, sempre pronto a crescer, evoluir.
Os pensamentos positivos e a arte de sonhar - dormindo e acordado - nos inserem no futuro feliz, promissor, onde os sonhos se realizam de acordo com nossos mais profundos desejos. Com um pouco de prática percebemos que os exercícios de visualização se tornam um canal aberto cuja comunicação espiritual acontece suave e plenamente.
Reinventar-se é abandonar a roupagem gasta, procurando diferentes, novas e flexíveis possibilidades. É abrir espaço para a transformação, muito embora a bagagem da vida jamais nos deixe órfãos das boas lembranças.
Reinventar-se é crer na própria capacidade de mudar, no poder individual de criar vida nova. Mas principalmente, se reinventa aquele que aprendeu a amar-se!

Nenhum comentário: