“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


12 de set de 2009

O abrigo sagrado





















O sagrado mora no ventre.
Lá a vida ocupa seu lugar,
cresce a alma que espera
o momento de se libertar.

O Ser que nele cresce e prospera
abriga os sonhos de uma nova vida,
fluindo amor que, feliz, comunga
com a dona daquela barriga.

Ela, encantada pela pura emoção
gesta a sublimação de mulher:
seu primogênito tão esperado,
para sempre dono de seu coração.

Está assim formada a nova familia,
cumprindo seu papel geracional,
a história que se repete e perpetua,
através de um amor sem igual.


Para minha nora uma pequena homenagem, em gratidão pelo presente divino.

Nenhum comentário: