“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


25 de jun de 2009

Alvorecer da vida.

Está fria e escura a madrugada.

Quieta.

Vazia.

O silêncio tem ruído.

É a dor chorando, baixinho.


Nasce o dia, pranteado, mas novo.

A fresta aberta da tristeza, vencida, convida a vida a entrar.

Positiva.

Colorida.

E ela atende. Salvadora.


Chega com determinação.

Esvazia o santuário de sentimentos suspirante de lembranças.

Expira a mágoa.

Aspirando nova força,

Alvorece a vida.



Denise

Nenhum comentário: