“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


13 de jan de 2009

Autoria desconhecida






Para entrar no terreno de um coração
é preciso ter o mapa que nos mostre
as armadilhas,
os atalhos,
os abismos...

Ao pisar no terreno de um coração
é preciso ter muita calma
para não destruir as flores,
para não se perder nos amores,
nos amores por ele vividos,
nos amores por ele sonhados,
idealizados...

Pois um coração é assim:
às vezes é o labirinto
do qual não conseguimos sair,
às vezes é o portal fechado
que não nos deixa entrar!

Há que se ter muito cuidado
quando alguém nos abre a porta do seu coração.

Cuidado para saber entrar,
e, se necessário, saber sair...

Sem destruir, sem derrubar.
E plantar uma bandeira,
no maior monte, escrito assim:

- Estive aqui,
fiz
e fui feliz!!!

Nenhum comentário: